Junte-se a +750 mil investidores que copiaram as ações das carteiras dos bilionáriosAssine grátis

3 Ações/BDRs para Ter Renda em Tempos de Incerteza com a Pandemia

Publicado 30.11.2021, 10:34
JPM
-
MDT
-
TXN
-
VIX
-
JPMC34
-
TEXA34
-
MDTC34
-

A emergência da nova variante ômicron da Covid mostrou aos investidores que a volatilidade da pandemia ainda não acabou. Por isso, ao avaliar o que vale a pena na hora de investir, faz sentido analisar empresas maiores e com trajetórias mais seguras de crescimento.

Se você é um investidor buy-and-hold, as mega-ações pagadoras de dividendos estão entre as apostas mais seguras para enfrentar essa volatilidade. Essas empresas costumam ter sólidos modelos de negócios, que lhes permitem gerar regularmente fluxos de caixa para seus acionistas. Seus robustos balanços patrimoniais, produtos e serviços essenciais e grande presença global ajudam proporcionar retornos anualizados consideráveis aos investidores.

Além disso, a disparada da inflação e a alta dos juros faz com que as boas pagadoras de dividendos se tornem mais atraentes para investidores de longo prazo que desejam preservar o valor da sua renda passiva. Abaixo, identificamos três dessas ações:

1. Medtronic

As ações do setor de saúde são consideradas relativamente seguras e sólidas pagadoras de dividendos.

Apesar de ser uma ação menos conhecida, gostamos da Medtronic (NYSE:MDT) (SA:MDTC34) por causa da sua forte posição de mercado e seus sólidos proventos. A maior fabricante mundial de aparelhos médicos controla 50% do mercado global de marca-passos. Ela também é líder em produtos que auxiliam cirurgias espinhais e o tratamento de diabetes.

MDT semanal

Não importa a direção que a economia tomar, ações como as da Medtronic continuarão produzindo muito caixa. A empresa sediada em Dublin, Irlanda, tem uma estratégia de longo prazo de distribuir 50% do seu fluxo de caixa livre a acionistas na forma de dividendos. Com um retorno anual de 2,27% com dividendos, a companhia paga proventos trimestrais de US$0,63 por ação. Essa distribuição aumentou, em média, mais de 10% ao ano nos últimos cinco anos.

Na semana passada, a Medtronic divulgou seu relatório de vendas, que ficaram abaixo das expectativas de Wall Street, e cortou sua perspectiva de crescimento de receita, devido ao recrudescimento da Covid-19 e à falta de profissionais de saúde.

Mas essa fraqueza é temporária e, em nossa visão, oferece uma boa oportunidade de compra para investidores focados em renda. A empresa é uma daquelas ações fortes e resistentes à inflação, com uma clara liderança no setor de aparelhos médicos e capacidade de se recuperar assim que a pandemia for contida.

2. Texas Instruments

A Texas Instruments (NASDAQ:TXN) (SA:TEXA34), gigante da tecnologia que fabrica produtos eletrônicos, como chips usados em diversas indústrias, é outro sólido nome para se ter em uma carteira focada em renda.

A Texas Instruments realiza a maior parte das suas vendas para fabricantes de equipamentos industriais. A empresa também produz semicondutores usados em tudo, desde veículos até eletrônicos domésticos e hardware espacial.

Texas Instruments semanal

Mas o maior atrativo para investidores de longo prazo é o programa de dividendos da companhia, que cresce a cada ano. Com um retorno anual de 2,4% com dividendos, a TXN atualmente paga US$1,15 por ação em cada trimestre, valor que cresceu mais de 20% ao ano nos últimos cinco anos.

Com um payout ratio de um pouco mais de 50%, a TI está em posição confortável para elevar seus dividendos no futuro. Além disso, suas perspectivas de crescimento de longo prazo são ótimas, em vista da grande quantidade de componentes eletrônicos inseridos em carros e maquinário. Ao contrário de várias fabricantes de chips que terceirizam grande parte da sua produção, a Texas Instruments, sediada em Dallas, possui fábricas que acomodam cerca de 80% das suas próprias necessidades.

3. JPMorgan Chase

Os bancos são um caso clássico de setor cíclico, já que estão bastante ligados à direção da economia. Neste momento, esses fatores se mostram bastante favoráveis para as ações bancárias, em razão da perspectiva de maiores taxas de juros e robusto crescimento econômico.

No setor bancário, gostamos do JPMorgan Chase (NYSE:JPM) (SA:JPMC34), maior instituição do segmento nos EUA, graças ao seu forte balanço patrimonial e qualidade das suas operações.

JP Morgan Chase semanal

Em seu mais recente balanço, o JPM gerou excelentes resultados, já que a economia americana continua crescendo, apesar dos efeitos das variantes da Covid e de rupturas na cadeia de fornecimento.

Durante o terceiro trimestre, a instituição financeira nova-iorquina registrou um salto de 52% nas tarifas da sua unidade de investment banking, o que impulsionou seus resultados. Em conjunto com os massivos gastos governamentais em infraestrutura e uma redução gradual do estímulo monetário, os bancos podem ver uma aceleração na demanda por crédito no próximo ano, à medida que pessoas e empresas vão usando sua liquidez acumulada durante a pandemia.

Com um retorno anual de 2,47% com dividendos, o JPM atualmente paga US$1 por ação em cada trimestre, valor que cresceu 18% ao ano nos últimos cinco anos.

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.