Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Bolsonaro Polariza e Perde Popularidade

Por Felipe BerenguerResumo do Mercado03.09.2019 11:33
br.investing.com/analysis/bolsonaro-polariza-e-perde-popularidade-200431195
Bolsonaro Polariza e Perde Popularidade
Por Felipe Berenguer   |  03.09.2019 11:33
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

No artigo de hoje, pretendo decifrar as respostas que a população vem dando, por meio de pesquisas de avaliação, acerca do governo Bolsonaro. O que se demonstra é um governo fortemente baseado em valores conservadores, com duas bandeiras majoritárias – combate à corrupção e segurança pública. Evidentemente, a grande personificação destas agendas é o ministro da Justiça, Sérgio Moro. Inclusive, a avaliação pessoal do presidente é, na média, negativa – o que nos leva a crer que a população vê outros atores de Brasília que tocando as pautas.

Esse texto serve de complemento para meu último artigo, cujo principal argumento foi de que a estratégia do governo passa essencialmente pela polarização do país como forma de manter sua base eleitoral ativa e sólida. Isso significa que, até agora, o presidente não se importa em observar sua impopularidade crescer, desde que cerca de um terço dos brasileiros continue firmemente apoiando suas decisões.

Lá, procurei me basear em duas pesquisas recentes de avaliação de governo e conjuntura brasileira. Os levantamentos foram elaborados pelos institutos FSB Pesquisa, em parceria com a Revista Veja e pelo Instituto de Pesquisa MDA, em parceria com a CNT (Confederação Nacional de Transporte). As pesquisas, claro, são independentes e não necessariamente tratam dos mesmo pontos, tampouco usam a mesma metodologia de análise. Ainda assim, são bons termômetros do atual panorama político e das expectativas que a população tem sobre o futuro do país.

As pesquisas, respectivamente, foram feitas entre os dias 16 a 19 e 22 a 25 de agosto. Em ambos os casos, foram entrevistados cerca de 2.000 indivíduos ao redor das cinco regiões brasileiras. No caso do levantamento do MDA, a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança. Já na pesquisa do instituto FSB, a margem de erro é de 2 pontos percentuais, também com 95% de nível de confiança.

Se a polarização ideológica é uma marca relevante do governo Bolsonaro, ela se dissemina por meio de uma comunicação fortemente baseada na agenda de valores, como o cristianismo, a família e os bons costumes e o conservadorismo moral. Não foram poucos os episódios em que Bolsonaro, ou qualquer um de seus filhos, utilizaram redes sociais, mídia ou qualquer outro meio de comunicação para condenar ações fora desse conjunto de valores. Quando digo que não foram poucos, entendam que há uma escolha, um ato pensado, por trás dos recorrentes ataques. Na lista: o episódio do Carnaval, a acusação contra Miriam Leitão, críticas às reservas indígenas, aos governos petistas (essa, admito, não é muito difícil de não fazê-la), e por aí vai…

Por consequência das polêmicas, o presidente percebe um aumento na desaprovação do seu desempenho pessoal e queda na aprovação. O quadro, porém, deve se estabilizar nessa divisão (ver gráfico abaixo) de cerca de 40% para os que aprovam o jeito do presidente governar, e 50% que desaprovam.

Desempenho pessoal do presidente Bolsonaro
Desempenho pessoal do presidente Bolsonaro

Até porque, como já mencionei, o desempenho do governo está também ligado ao desempenho de outros ministérios e atores de Brasília, não somente ao presidente. Nessa lógica, rende mais frutos ao governo adotar um discurso inflamado e medidas controversas para reafirmar as bases ideológicas do presidente do que firmar-se como um governo conciliador. Governos conciliadores remetem, no imaginário da população, à "velha política" dos governos petistas e até de Temer.

E vejam a importância de Sérgio Moro, na tabela abaixo, para a percepção de avanços do governo. De acordo com a pesquisa feita pelo CNT/MDA, as áreas onde o governo melhor desempenha, assim como as melhores ações feitas nesses oito meses, estão diretamente relacionadas à sua atuação e, claro, à espinha dorsal do discurso bolsonarista de combate à corrupção e tolerância zero com criminalidade. (Um adendo: em pesquisa divulgada nessa segunda-feira (2) pela XP/Ipespe, 38% dos entrevistados acreditam que Moro mais representa o combate à corrupção).

Raio X do governo
Raio X do governo

Do lado negativo, porém, destaca-se todo o estresse com os recentes acontecimentos na Amazônia, o novo decreto de armas promovido pelo Executivo e as declarações polêmicas do governo. Novamente, ligados ao estilo bem definido de atuação e promoção de uma agenda conservadora. No que se refere aos maiores desafios que o Brasil deve enfrentar, a pesquisa não foge do clichê. Saúde, educação e geração de emprego são as áreas que mais afligem a nossa população já há algum tempo, não sendo exclusividade do governo atual.

Com esse estilo de governar, Bolsonaro vai caminhando rumo ao fim de seu primeiro ano e já pensando em 2022. Acredito que, de fato, a polarização é o melhor caminho se o presidente quer ser reeleito. Em que se pese, e muito, a importância de Sérgio Moro e Paulo Guedes no governo. Enquanto a economia volta a se recuperar e a sensação de impunidade – tanto nas ruas quanto para crimes de colarinho branco – vai diminuindo (apesar dos últimos contratempos envolvendo a Lava Jato e o próprio ministro), o presidente joga à opinião pública projetos como proibir radares móveis, indicar seu filho para a embaixada dos EUA, entre outros temas que alimentam a divisão ideológica.

O resultado disso é claro: aqueles que defendem o governo reforçam sua posição e aqueles que são contra Bolsonaro e o que ele representa engrossam o caldo das críticas. A depender do tema, o "centro" do eleitorado pende mais para um ou outro lado, mas continua independente. Na cabeça do presidente, no fim do mandato, tudo mais constante, o cabo de guerra ideológico ficará em segundo plano e seu apoio virá de uma melhor economia e um país menos corrupto. Resta saber se a estratégia vai sair melhor que a encomenda.

Bolsonaro Polariza e Perde Popularidade
 

Artigos Relacionados

Bolsonaro Polariza e Perde Popularidade

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (15)
Marcos Andrade
Marcos Andrade 03.09.2019 17:46
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
baixei um aplicativo esquerdista? É isso?
Fabio Piloto
Fabio Piloto 03.09.2019 17:01
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Vai se reeleger fácil e em primeiro turno, é só a Globo continuar contra e os institutos de pesquisa também.
Anelito Samuel
Anelito Samuel 03.09.2019 16:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Nem li a matéria e já sei que não vale a perda de tempo. Datafolha, Ibope e outros não tem credibilidade nenhuma. Nem sei porque o cara se dá ao trabalho de fazer uma matéria e publicar aqui no site. Votei no Bolsonaro e votaria de novo. Cansei de ter presidente capacho da esquerda e que só destrói a nação.
Marcelino Fernandes
Marcelino Fernandes 03.09.2019 16:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Isso aqui é um veículo de informações de finanças ou militância de esquerdistas em busca de uma boquinha do estado?
Elisandro Saldanha
Elisandro Saldanha 03.09.2019 16:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Eu só sei que ele nao se reelege! O melhor cabo eleitoral da oposição é a boca do bolsonaro
Eduardo Brito
Eduardo Brito 03.09.2019 14:46
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Perdi 1 mim d vida.
Benicio Zanardi
Benicio Zanardi 03.09.2019 14:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
melhor 2° tri desde 2013
Benicio Zanardi
Benicio Zanardi 03.09.2019 14:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Fechamos 8 meses de governo, as medidas macroeconômicas precisam de tempo para surtir efeito, mas já tivemos o melhor segundo trimestre segundo a Reuters, um PIBinho de 0,4 e este cenário me diz que votamos certo, foi só parar de roubar que o país começa a melhorar.
RICARDO SOARES
RICARDO SOARES 03.09.2019 14:33
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
pelos comentários, fica nítido que o jornalismo perdeu total credibilidade rs
Warley Araujo
Warley Araujo 03.09.2019 13:24
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
cala boca petista!!
ERICO MUNIZ
ERICO MUNIZ 03.09.2019 12:56
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A unica coisa que vejo nesse país de merda é cada um vendo o seu lado, o povo não se une para o bem do país
luiz rocha
luiz rocha 03.09.2019 12:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Felipe vc é mais um dos corruptos deste pais? ganha seu dinheiro com fake news? ou vc é mais um integrante dos comunopetistas do quanto mais pior melhor? Onde vc nasceu? na alemanha, frança, japão? cara se liga para de fazer papel de esquerdopata desmiolado ou vc é obrigado a fazer isso por causa do redador chefe do seu trabalho, seja mais prudente o tempo de manipulação das massas acabou, não adianta bater no presidente quanto mais fizerem isso, mais ele vai cair na graça de seus eleitores, me desculpe mas seu texto é simplesmente ridículo.....
Mostrar respostas anteriores (5)
luiz rocha
luiz rocha 03.09.2019 12:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ginez Romero júnior  enlouquecida está vc lulalélé kkkk ja viu sua mãe dilmentira hj kkkk
Ginez Romero júnior
Ginez Romero júnior 03.09.2019 12:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ateu o que bobalhao , quero saber nem de pt é nem do doente bozonora ...
Ginez Romero júnior
Ginez Romero júnior 03.09.2019 12:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
luiz rocha
luiz rocha 03.09.2019 12:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ginez Romero júnior   O mais doente é o falso que fica a meio termo de tudo, esse toma chumbo dos dois lados....
Rafael Lima
Rafael Lima 03.09.2019 12:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Todo mundo brigando por pouca coisa. PIB do Brasil teve alta, tirando a projeção de recessão técnica, porém o pessoal ta preocupado mesmo é com as queimadas da amazônia (que tem sua devida importância porém estão exagerando quanto as divulgações dos fatos). Teremos futuramente a liberação do FGTS que vai dar uma boa aquecida na economia, assim como também teremos as votações das reformas. Amigos, temos que ser otimistas. O barco é o mesmo pra todos, pelo menos quase todos. Se afundar, só quem tiver salva vidas permanecerá...
Marcos Freitas
Marcos Freitas 03.09.2019 11:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Fora que o cara esta fazendo o artigo baseado el pesquisa do DataFolha...voce ta de brincadeira??? Fosse pelo Datafolha o Bolsonaro nem teria sido eleito. Alguem acredita nisso????
Felipe Berenguer
Felipe Berenguer 03.09.2019 11:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Amigo, lê o texto. Não citei em nenhum momento o Datafolha. . . . Abraços!
Ginez Romero júnior
Ginez Romero júnior 03.09.2019 11:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Datafolha, mal sabe ler um texto hein bozinho
Luis Paulo Firman
Luis Paulo Firman 03.09.2019 11:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Citou a veja que ao meu ponto de vista tem viés claro anti governo.
Marcelino Fernandes
Marcelino Fernandes 03.09.2019 11:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Felipe Berenguer   você não citou o instituto de pesquisa, mas se baseia na pesquisa que foi realizada pelo Datafolha;  que dá no mesmo.  Seja mais profissional e menos militante.
Felipe Berenguer
Felipe Berenguer 03.09.2019 11:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Marcelino Fernandes  Também não. Como escrito no texto, usei a pesquisa feita pelo FSB e pelo MDA Pesquisas. Elas foram encomendadas pela Veja e pela Confederação Nacional do Transporte. Ainda citei uma pesquisa da XP. . . . Mas você acredite no que quiser! Só não vale me chamar de militante – estou analisando fatos e, como analista político, continuo tranquilo quanto à minha independência de qualquer partido.
Marcos Freitas
Marcos Freitas 03.09.2019 11:44
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Nossa cara, se eu fosse o Bolsonaro eu vazava e deixava esse país se explodir... pqp tudo é culpa do cara!!! Agora ele “polariza”... engracado isso, usam a palavra “polarizar” pq agora a Direita Brasileira finalmente apareceu, enquanto a egemonia era da Esqueda, estava tido certo, nao tinha ideologia... país hipocrita do c#ralhp....ele foi eleito pra isso mesmo meu filho
Marcos Freitas
Marcos Freitas 03.09.2019 11:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Nossa cara, se eu fosse o Bolsonaro eu vazava e deixava esse país se explodir... pqp tudo é culpa do cara!!! Agora ele “polariza”... engracado isso, usam a palavra “polarizar” pq agora a Direita Brasileira finalmente apareceu, enquanto a egemonia era da Esqueda, estava tido certo, nao tinha ideologia... país hipocrita do c#ralhp....ele foi eleito pra isso mesmo meu filho
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail