Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Atualize já

Como o Covid e o Conflito EUA-China Criaram Problemas na Cadeia de Semicondutores

Por Andrey NousiResumo do Mercado17.03.2021 09:39
br.investing.com/analysis/como-o-covid-e-o-conflito-euachina-criaram-problemas-na-cadeia-de--semicondutores-200440755
Como o Covid e o Conflito EUA-China Criaram Problemas na Cadeia de Semicondutores
Por Andrey Nousi   |  17.03.2021 09:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
 
0981
+0,88%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
TSMC34
-2,91%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
A1MD34
+0,40%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
NVDC34
-0,58%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
GMCO34
-1,89%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
QCOM34
-0,69%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Esse é o meu primeiro artigo escrevendo para Investing.com. Aqui vou compartilhar muito conteúdo sobre macroeconomia e investimentos globais.

Tenho mais de 10 anos de experiência no mercado financeiro internacional e por muito tempo fiz gestão de portfólios bilionários no JPMorgan (NYSE:JPM) (SA:JPMC34) na Suíça. Portanto, os conteúdos de investimentos que compartilharei aqui com vocês seguirão a linha de visão global, mas que qualquer pessoa pode implementar.

Para esse primeiro artigo, pensei em falar sobre algo muito importante que está acontecendo, mas poucos no Brasil estão cientes: a crise de oferta dos semicondutores.

Os semicondutores (microchips feitos principalmente de silicone) estão por todos os lados: telefones celulares, computadores, aviões, televisões, carros, etc. Em 2020, a demanda global foi de cerca de US$ 440bi (alta de 6.5% versus 2019). E ela tende a aumentar no futuro, com o avanço de indústrias disruptivas (Inteligência Artificial, 5G, Blockchain, Internet das Coisas, computadores quânticos, etc).

Semicondutores são usados para processamento de informações em alta qualidade e velocidade. Portanto, ter acesso a bons semicondutores é do interesse nacional dos países, para se protegerem de qualquer ameaça externa.

Muito embora a indústria já exista desde o fim da Segunda Guerra Mundial, e sua demanda cresce ano após ano, o mundo se encontra atualmente em um cenário de grande falta de semicondutores. A indústria de automóveis, sozinha, está em falta de US$ 60 bilhões em semicondutores, segundo a empresa de consultoria AlixPartners, e esse cenário não deve mudar tão cedo. E um dos grandes culpados foi o coronavírus que desestabilizou as cadeias produtivas e criou uma explosão na demanda por aparelhos eletrônicos.

Então como tudo no mercado, sempre quando há um choque haverá vencedores e perdedores. Portanto, estar ciente de quem sai ganhando nesse desequilíbrio entre oferta e demanda é fundamental para fazer bons investimentos.

A INDÚSTRIA DE SEMICONDUTORES

Semicondutor é um aparelho muito pequeno (menor que um selo de carta, por exemplo) composto de bilhões de componentes, que armazenam, processam e transferem dados. É uma ferramenta poderosíssima e com enorme capacidade tecnológica dentro, fruto de anos de pesquisa e desenvolvimento.

Os semicondutores são utilizados nos mais diversos setores e são peças-chave nas indústrias (principalmente nas que estão revolucionando nosso modo de viver - 5G, IA, IoT, etc). Alguns veículos elétricos, por exemplo, chegam a ter mais de 3’500 semicondutores.

FONTE: US Congressional Research Service
FONTE: US Congressional Research Service

ESTÁGIO ATUAL DA INDÚSTRIA

Da produção global total de cerca de US$ 440bi, os EUA vendem quase a metade (47%), seguido de Coreia do Sul, Japão, Europa, Taiwan e China (essa com somente 5% das vendas - guarde esse número, pois será útil na análise mais abaixo).

Embora os EUA vendem quase metade dos semicondutores mundiais, eles produzem somente 12% em seu território, tornando-os dependentes de fornecedores em outros países, principalmente da Taiwan Semiconductor Manufacturing (NYSE:TSM) (SA:TSMC34) (8a maior empresa do mundo em capitalização de mercado), a maior produtora mundial.

Isso é um problema, pois a China ameaça constantemente reanexar Taiwan, e caso isso acontecesse e a China dificultasse o acesso dos EUA, como os americanos iriam produzir seus aviões militares? Ou como a Apple (NASDAQ:AAPL) (SA:AAPL34) produziria seu poderoso chip A14 usado no iPhone 12? Ou seja, not good.

COVID-19 DESESTABILIZOU A CADEIA PRODUTIVA

Com o Covid-19, a indústria inteira foi chacoalhada. Primeiro, muita gente ficou em casa e a demanda por aparelhos eletrônicos tem subido muito. Segundo, alguns setores pararam a produção por completo e, agora que estão voltando, não encontram fornecedores de semicondutores.

Isso é o que tem acontecido na indústria automobilística, por exemplo. A General Motors (NYSE:GM) (SA:GMCO34) disse que somente em 2021 poderá deixar de lucrar até US$ 2 bi por conta da falta de semis. A Ford (NYSE:F) (SA:FDMO34) também estima nessa mesma magnitude.

Em 2020, com a forte ascensão do coronavírus, muitas montadoras se viram obrigadas a fechar suas linhas de produção durante meses. Montadoras normalmente trabalham com baixos estoques e seus fornecedores conseguem aumentar/reduzir os insumos em tempos relativamente baixos. Mas não é o caso para os fornecedores de semicondutores. Eles já têm demanda forte de várias indústrias. Então, quando as montadoras (que representam somente 12% da demanda agregada por semis) disseram que não iriam precisar mais dos insumos por muito tempo, os produtores de semis realocaram a produção para outras indústrias como eletrônicos e industriais.

FONTE: Semiconductor Industry Association
FONTE: Semiconductor Industry Association

Então agora que a indústria automobilística reabriu a todo vapor (levada pela forte recuperação econômica americana), as montadoras estão com sérias dificuldades em produzir carros suficientes para atender a demanda. Segundo a IHS Markit, 672 mil carros deixarão de ser produzidos, somente no primeiro trimestre de 2021, por conta disso.

Embora os fornecedores estejam investindo para aumentar a capacidade de produção (TSMC investirá $28bi somente em 2021), a normalização poderá durar meses. Pois para produzir um chip pode durar até 26 semanas e as produtoras estão rodando com 95% da capacidade.

FONTE: Semiconductor Industry Association
FONTE: Semiconductor Industry Association

TENSÃO GEOPOLÍTICA EUA x CHINA PIORA A SITUAÇÃO

O conflito comercial dos EUA com a China também ajudou a piorar a situação, principalmente quando a administração do presidente Trump proibiu a venda de semicondutores para empresas chinesas, como Huawei e ZTE. Essas empresas começaram a estocar semicondutores para a produção de celulares 5G, entre outros. Ao mesmo tempo, empresas americanas foram proibidas de comprar da empresa produtora chinesa, Semiconductor Manufacturing International (HK:0981) (SMIC).

A situação é tão preocupante (para todos os governos) que o presidente Joe Biden, em fevereiro, assinou uma ordem de urgência para que os EUA encontrem mecanismos para produzir semis em território americano.

A China, por outro, investirá US$1.4tri nos próximos 5 anos para que cerca de 70% da demanda chinesa seja produzida em território chinês, buscando sair da preocupante situação atual (somente 5% da venda mundial é chinesa).

QUEM SÃO OS VENCEDORES DISSO TUDO?

Simples, os fornecedores de semicondutores. Hoje a cadeia produtiva se divide em:

  • Produtores, também chamados de Foundries: TSMC (NYSE:TSM) (SA:TSMC34)

  • Designers, também chamados de Fabless: Qualcomm (NASDAQ:QCOM) (SA:QCOM34), Nvidia (NASDAQ:NVDA) (SA:NVDC34) e AMD (NASDAQ:AMD) (SA:A1MD34)

  • Produtores integrados (IDM), que fazem tanto a produção como design: Intel (NASDAQ:INTC) (SA:ITLC34), Samsung (LON:0593xq)

Nos últimos anos as empresas desse setor têm apresentado fortes retornos, dado a incrível demanda que cresce a cada ano por mais semicondutores de última geração.

No gráfico acima você vê a performance do S&P 500 (laranja) versus SOXX (ETF de semis, azul escuro), TSM (azul claro) e NVDA (amarelo). Impressionante!

Embora retornos passados não dão garantias de lucros futuros, os desequilíbrios da cadeia produtiva devem perdurar por meses, senão anos. Pois mesmo que o coronavírus seja amplamente controlado, a cultura de work from home veio pra ficar, e assim a demanda por eletrônicos deve permanecer aquecida. Enquanto que no lado da oferta, qualquer tentativa de construção de novas fábricas deve demorar entre 3 a 5 anos para ver a oferta aumentar significativamente.

Como o Covid e o Conflito EUA-China Criaram Problemas na Cadeia de Semicondutores
 

Artigos Relacionados

Como o Covid e o Conflito EUA-China Criaram Problemas na Cadeia de Semicondutores

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (59)
Vinicius Vilas
Vinicius Vilas 31.05.2021 20:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
e com isso o Brasil tá lascado
João França
João França 30.04.2021 10:14
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Excelente matéria! Só uma pequena correção, semicondutores são feitos de silício, não de silicone.
Rommel Correia
Rommel Correia 29.04.2021 12:24
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Excelente informação!
Rommel Correia
Rommel Correia 29.04.2021 12:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Excelente informação!
Rommel Correia
Rommel Correia 29.04.2021 12:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Excelente informação!
Aparecido da Luz Petista
Aparecido da Luz Petista 02.04.2021 6:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ja passou da hora de invadirmos a venezuela. precisamos de dolares
José Roberto Morais
José Roberto Morais 31.03.2021 12:47
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Muito bom!
Benicio Zanardi
Benicio Zanardi 23.03.2021 10:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Muito boa matéria.
Kevin Paetzinger
Kevin Paetzinger 21.03.2021 17:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Excelente! Oportunidade enorme de ALPHA  !
fabio belo
fabio belo 21.03.2021 9:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Belo cartao de visitas BILHOES!parabens!
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail