Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Inflação x Investimento

Por Marcos Aurelio FlemingRenda Fixa07.07.2021 17:06
br.investing.com/analysis/inflacao-x-investimento-200443156
Inflação x Investimento
Por Marcos Aurelio Fleming   |  07.07.2021 17:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

A inflação é caracterizada pela alta contínua nos preços dos produtos e serviços de determinado período de tempo. Quando os índices inflacionários aumentam, o poder de compra da moeda diminui.

Podemos dizer que a inflação representa uma perda do valor do dinheiro ao longo do tempo, e isso vale tanto para o seu salário e outros ganhos quanto para os investimentos financeiros.

Atualmente a inflação está em 8,06% oficial do Brasil, que é medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)​.

Como a inflação é medida?

No Brasil, a inflação é medida a partir de índices que monitoram os preços de alguns produtos, bens e serviços mais importantes para a população.

Índices de inflação

Existem diferentes índices que mostram as altas ou baixas dos preços e cada um deles aponta uma inflação diferente. Isso ocorre porque eles utilizam faixas de renda, regiões, itens e períodos distintos em suas pesquisas. Essa diversidade torna a medição mais segura, pois há mais fontes disponíveis para comparação.

Os dois principais índices de inflação no Brasil são o IPCA e o IGP-M, ilustrado a seguir.

IGP-M

É o Índice Geral de Preços – Mercado, calculado mensalmente pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Acompanha mensalmente os preços do comércio no varejo, no atacado e na construção civil. É utilizado para corrigir preços de tarifas de serviços públicos, aluguéis e vários tipos de contratos.

IPCA

É o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, sendo calculado todos os meses pelo IBGE. Aponta a variação do custo de vida de famílias com renda entre 1 e 40 salários mínimos. Embora não seja o único índice, o IPCA é utilizado pelo Banco Central (Bacen) como medidor oficial da inflação em nosso país e também é usado pelo governo como referência para verificar se a meta inflacionária estabelecida está sendo cumprida.

Quais são os reflexos da inflação nos investimentos?

Quando você lê que um determinado investimento rende, por exemplo, 9% ao ano, esse valor quase sempre diz respeito à rentabilidade nominal, ou seja, ao retorno bruto, sem qualquer desconto.

Contudo, bons investidores sabem que é preciso descontar os custos (como taxas e impostos) e também a inflação para chegar à rentabilidade real de um investimento.

Com o desconto de taxas e impostos descobrimos a rentabilidade líquida. Depois, com o desconto da inflação, chegamos ao resultado da rentabilidade real.

Ao calcular a rentabilidade real, você evita cair em armadilhas financeiras. Por exemplo? O valor pago pela poupança nem sempre é suficiente para superar a inflação.

Apesar de atualmente estarmos vivendo um período em que a inflação está girando em patamares bastante altos, sabemos que historicamente essa não é a situação mais comum na realidade econômica do país.

Em linhas gerais, ao longo dos últimos anos o rendimento da poupança sempre ganhou bem pouco ou empatou com inflação. Ao investir na poupança, em termos nominais, o seu dinheiro estará rendendo. Porém, ao mesmo tempo, o seu poder de compra também pode ser corroído.

Ou seja, desvalorização da moeda.

Quando a rentabilidade real é negativa, no longo prazo, o dinheiro que antes era capaz de adquirir um determinado bem ou serviço deixa de ser suficiente.

Para evitar o risco de retorno real negativo, existem, no mercado, investimentos atrelados aos índices de inflação. Isso não significa que essas aplicações serão a melhor opção de investimento em 100% dos casos, já que tudo depende dos objetivos e do perfil de cada investidor. Porém, ao fazer investimentos atrelados à inflação, você garante que o poder de compra será mantido no médio e no longo prazos, protegendo seu dinheiro da desvalorização.

Quais são os investimentos atrelados aos índices de inflação?

Como mencionamos, os investimentos atrelados à inflação têm a capacidade de proteger o poder de compra do investidor, pagando, no mínimo, o equivalente ao índice no período investido.

Tesouro IPCA+

O Tesouro IPCA+ é um título público do governo federal. Seus juros são ajustados a partir da taxa IPCA do período contratado para a aplicação.

Ao comprar um título ou fração de título do Tesouro IPCA+, você receberá de volta (ao final do período contratado) uma rentabilidade correspondente à inflação do período mais uma taxa extra prefixada.

CDBs, LCIs e LCAs atrelados à inflação

Também existem aplicações de empresas privadas que pagam juros com base no índice IPCA ou IGP-M.

Esses investimentos são títulos de renda fixa de baixo risco, emitidos por bancos.

Imóveis para aluguel e fundos imobiliários

Habitualmente, os aluguéis são corrigidos pelo IGP-M, fazendo com que o aluguel de imóveis comerciais e residenciais também seja uma maneira indireta de ter uma rentabilidade atrelada à inflação.

O mesmo vale para os fundos imobiliários. Eles são fundos de investimento que normalmente investem em imóveis comerciais, ganhando com o aluguel deles que costuma ser corrigido com base no IGP-M ou IPCA.

Ações de empresas que repassem a inflação

Indiretamente, existem ações que repassam a inflação a seus acionistas, pois algumas empresas têm facilidade maior em repassá-la para os preços de seus serviços e produtos. É o caso de companhias dos setores de consumo e utilidades públicas, como concessionárias de energia elétrica e água.

Como vimos acima, a inflação reflete indiretamente em todos os investimentos, seja na renda fixa, seja na renda variável, pois interfere no poder de compra. Sendo assim, acompanhar os índices de inflação torna-se fundamental para se observar a rentabilidade real dos investimentos.

Além disso, o impacto é ainda mais direto nas aplicações indexadas ao IPCA ou ao IGP-M, como é o caso do Tesouro IPCA+ e dos fundos imobiliários. No entanto, esses investimentos ajudam a conservar o poder de compra do investidor, servindo como alternativa para protegê-lo da inflação.

Bons Negócios!






Inflação x Investimento
 

Artigos Relacionados

Marcio Correa
Como Eu Vejo o Juros? Por Marcio Correa - 15.06.2021 14

Todos meus conceitos sobre “o preço” do mercado não são baseados somente nos valores fundamentalista, todavia considero a precificação pela oferta e a demanda.   O valor...

Inflação x Investimento

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (1)
MILTON SANTOS
MILTON SANTOS 14.07.2021 0:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Muito boa matéria, clara e objetiva
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail