Garanta 40% de desconto
⚠ Alerta de Balanço! Quais ações estão prontas para disparar?
Veja as ações no nosso radar ProPicks. Essas estratégias subiram 19,7% desde o início do ano.
Não perca a lista completa

Nike conseguirá manter tendência de alta após balanço acima das expectativas?

Publicado 03.10.2023, 11:30
Atualizado 02.09.2020, 03:05
  • As ações da Nike (NYSE:NKE) apresentaram um forte desempenho após a divulgação dos resultados trimestrais, que ficaram acima do consenso na semana passada.

  • Apesar dos indicadores operacionais favoráveis, o setor varejista americano enfrenta riscos no último trimestre do ano.

  • Vamos examinar os fundamentos da empresa com o InvestingPro para avaliar se este é um bom momento para investir em suas ações.

As ações da Nike avançaram cerca de 7% na semana passada, alcançando US$95,62, após a empresa anunciar um lucro por ação (LPA) de US$0,94, superando as estimativas do InvestingPro de 24%. A receita da empresa, no entanto, ficou ligeiramente abaixo das projeções, somando US$12,93 bilhões. Apesar disso, o mercado reagiu positivamente ao balanço da Nike.

Além disso, a receita da empresa apresentou um crescimento anual em relação ao mesmo período do ano anterior. Como mostrado no gráfico, a receita da empresa mantém uma tendência de alta.

Tendência de receita da Nike

A companhia conseguiu melhorar sua margem bruta ao manter o custo dos produtos vendidos em torno de US$7 bilhões, resultando em uma margem de 44%, igual à do mesmo período do ano passado.

Margem de lucro bruto da Nike

Com base nos resultados do terceiro trimestre, o Ebitda da gigante dos esportes melhorou em relação aos dois trimestres anteriores, mas ainda ficou abaixo de US$1,9 bilhão do mesmo período do ano anterior, totalizando US$1,8 bilhão. Entretanto, o aumento desse indicador, juntamente com as perspectivas positivas da empresa para o futuro, indicam que a margem operacional continuará a melhorar.

EBITDA da Nike

Apesar dos números operacionais positivos, o cenário macroeconômico não parece tão favorável para a empresa sediada em Oregon. A Nike, que atua no setor varejista, é vista como uma das empresas que podem ser afetadas pela desaceleração do consumo, em meio à política econômica restritiva dos EUA. Contudo, as perspectivas otimistas da companhia e os resultados trimestrais ainda não refletem um impacto negativo. Além disso, os dados econômicos dos EUA mostram que a atividade econômica está se mantendo, adiando as preocupações com uma possível recessão. A Nike enfrenta, porém, dois desafios, um dos quais é de natureza global.

De acordo com os dados mais recentes, as vendas da Nike nos EUA caíram 2%, e as vendas totais ficaram abaixo das previsões pela primeira vez em dois anos. Ainda assim, os executivos da empresa não encaram isso como um problema e esperam que as vendas se recuperem durante a temporada de festas, à medida que os consumidores se mostram resilientes. A Nike tem a vantagem de ser uma marca global líder e uma das principais escolhas dos consumidores.

O reinício dos pagamentos de empréstimos estudantis nos EUA neste mês é outro fator importante que pode afetar o consumo. Embora muitas marcas varejistas tenham expressado preocupação de que essa situação poderia ter um impacto negativo nas vendas, a Nike não se aprofundou nessa questão negativa em suas declarações após o balanço.

Um dos fatores que pode impactar negativamente as vendas internacionais da Nike é a desaceleração na China, que é o seu maior mercado externo. Isso pode afetar as finanças da companhia, devido à queda na demanda do consumidor e ao aumento da concorrência. Os executivos, contudo, estão confiantes de que podem superar essa pressão, apostando em uma retomada da atividade na China após a pandemia.

Liderança do setor?

Ao compararmos a Nike com seus concorrentes e o setor pelo InvestingPro, vemos que a empresa se destaca em termos de rentabilidade, mas fica atrás de seus concorrentes em termos de crescimento.

Nike Vs. concorrentes

Considerando o tamanho da companhia em relação aos seus concorrentes e à média do setor, é compreensível que seu crescimento seja mais moderado. Entre outros fatores, os pagamentos regulares de dividendos da empresa, ao contrário de seus concorrentes, são considerados um diferencial. Mas o retorno médio para os acionistas é de 5% ao ano, o que é bastante bom em comparação com a média de 0,7% entre os concorrentes.

Além disso, o beta de 5 anos da NKE de 1,12 é inferior à média dos concorrentes, que é de 1,2. Isso pode fazer com que as ações acompanhem mais de perto as condições de mercado e sejam adequadas para um investidor defensivo.

Nike Vs. concorrentes

Valuation

Ao resumirmos o valuation da empresa pelo InvestingPro, vemos que as características positivas da gigante dos esportes superam as desvantagens. Entre essas características se destacam:

  • Alto retorno sobre o investimento.

  • Aumento do dividendo por 21 anos consecutivos.

  • Ações com baixa volatilidade.

  • Participação de mercado significativa em seu setor.

  • Fluxo de caixa suficiente para cobrir despesas de juros.

No entanto, há desafios, como a tendência de queda no LPA, revisões para baixo das expectativas de lucro pelos analistas para o próximo período e uma alta relação de valuation Ebitda.

A Nike deve divulgar seu próximo balanço em 21 de dezembro. Um total de 15 analistas revisaram suas expectativas de lucro para baixo, projetando um LPA de US$0,84 para o próximo período, o que representa uma queda estimada de 5%. Além disso, a previsão de receita atual está em US$13,41 bilhões, mostrando uma diminuição marginal de 0,12%.

Resultados da Nike

Apesar das previsões pessimistas para o último trimestre do ano, as projeções de longo prazo permanecem positivas para o LPA e os ganhos.

Receita vs. LPA esperado da Nike

Preço-alvo

A avaliação de preço-justo das ações da NKE sugere um potencial aumento para US$104, o que representa uma projeção de crescimento de 10% no próximo ano. Além disso, com base em dados de 15 modelos financeiros, a média anual de 32 análises resulta em uma avaliação média mais alta de US$123. Essas previsões indicam coletivamente que a NKE está atualmente sendo negociada com desconto em relação ao seu preço atual de US$94,5.

Nike semanal

No gráfico técnico, a NKE concluiu sua fase de recuperação a US$128 no último trimestre do ano anterior. Ao longo do primeiro semestre de 2023, manteve uma faixa relativamente estável, oscilando entre US$118 e US$127 até maio.

Posteriormente, surgiu uma tendência de baixa, levando as ações a caírem para US$88, resultando em uma perda anual de 28%. Após a correção que seguiu a recuperação do ano anterior, os compradores conseguiram manter esse nível de suporte, influenciados em grande parte pelo último balanço.

Para continuar sua recuperação no próximo período, a ação precisa se estabelecer acima do limite de US$100. Além disso, existe uma zona de resistência que se estende de US$105 a US$111. Porém, desde que a zona de suporte de US$92 seja mantida, a NKE está preparada para movimentos ascendentes potenciais, com ganhos adicionais possivelmente atingindo a faixa de US$120.

Indicadores positivos para uma alta técnica podem ser vistos no IFR Estocástico, que mudou de direção no gráfico semanal, juntamente com a forte reação do preço das ações no nível de suporte Fib 0,786.

Entretanto, se os fechamentos semanais ficarem abaixo de US$92, isso poderia acionar a formação de um novo fundo abaixo da mínima do ano anterior de US$82.

****

Aviso: o autor não possui ações das empresas mencionadas neste artigo. Este conteúdo tem fins unicamente educacionais, não representando qualquer indicação ou recomendação de investimento.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.