Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Procter & Gamble É Boa Opção no Setor de Consumo, Mesmo com Pressão Inflacionária

Por Investing.com (Haris Anwar/Investing.com)Ações18.10.2021 11:12
br.investing.com/analysis/procter--gamble--boa-opcao-no-setor-de-consumo-mesmo-com-pressao-inflacionaria-200445352
Procter & Gamble É Boa Opção no Setor de Consumo, Mesmo com Pressão Inflacionária
Por Investing.com (Haris Anwar/Investing.com)   |  18.10.2021 11:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
  • Resultados do 1T22 fiscal serão divulgados na terça-feira, 19 de outubro, antes da abertura do mercado;
  • Expectativa de receita: US$19,79 bilhões;
  • Expectativa de lucro por ação: US$1,59.

As ações da Procter & Gamble (NYSE:PG) (SA:PGCO34), gigante mundial no setor de produtos básicos de consumo, registraram uma grande corrida de alta durante a pandemia.

PG Semanal
PG Semanal

Os investidores fizeram suas ações dispararem até a máxima recorde, em meio a um crescimento explosivo das vendas. Mas esse período incomum de expansão está acabando, à medida que a economia mundial se reabre e os consumidores mudam seus padrões de consumo.

Além disso, a gigante de Cincinnati, Ohio, está enfrentando uma variedade de ventos contrários, inclusive distúrbios na cadeia de fornecimento e escalada de custos. Esses fatores podem desacelerar as vendas e prejudicar as margens neste ano e no próximo.

A edição do relatório “CFO Signals”, da Deloitte, referente ao terceiro trimestre e que abrange respostas colhidas na primeira quinzena de agosto, mostrou que 44% dos diretores financeiros indicavam que os distúrbios na cadeia de suprimentos haviam aumentando os custos em 5% ou mais neste ano, enquanto 32% disseram que as vendas haviam caído, devido aos atrasos ou à falta de insumos, de acordo com a Bloomberg.

Em sua última atualização, a P&G prevê um crescimento de 2 a 4% em suas vendas orgânicas durante o atual ano fiscal, que começa em julho. Isso representa uma queda em relação ao avanço de 6% registrado pela companhia no ano fiscal anterior, período marcado pela mudança do comportamento dos consumidores durante a pandemia, os quais passaram a estocar mais produtos em casa.

A P&G está entre as poucas empresas que mantiveram sua projeção de resultados durante toda a pandemia, beneficiando-se do comportamento de pânico dos consumidores, que passaram a estocar papel higiênico e produtos de limpeza, enquanto o vírus da Covid-19 se espalhava. Contudo, será difícil repetir esse desempenho.

Ação ainda está atraente

O menor ritmo de crescimento será acompanhado de um aumento de US$1,9 bilhão em despesas, após impostos, gerado pelo encarecimento do frete e matérias-primas, como polpas e resinas. Tudo isso, aliado à variação cambial, deve reduzir o lucro por ação do papel em cerca de US$0,70 durante o ano, de acordo com a P&G.

Esses fatores transitórios, entretanto, não devem desencorajar investidores de longo prazo que pensam em tirar proveito de qualquer fraqueza nas ações da P&G. A companhia está bem posicionada para lidar com a inflação das commodities, graças ao seu robusto e diversificado portfólio.

Nos últimos cinco anos, a P&G, proprietária de marcas como os barbeadores Gillette e o sabão líquido Ariel, inovou em marketing e simplificou sua estrutura organizacional.

Sob a gestão do CEO David Taylor, que será substituído no próximo mês por Jon Moeller, a P&G reduziu seu portfólio de marcas de 175 para 65, focando nas 10 categorias com maior margem. Ao longo desse processo, a companhia também eliminou 34.000 postos de trabalho através da combinação de vendas de marcas, programas de demissão e fechamento de fábricas, reduzindo mais de US$ 10 bilhões em custos.

Conclusão

As ações da P&G, que fecharam o pregão de sexta-feira cotadas a US$144,42, continuam sendo nossa escolha favorita entre as empresas de produtos de consumo embalados. A empresa é uma das maiores pagadoras de dividendos dos EUA, distribuindo um dividendo anual de US$3,48 por ação, para um rendimento de 2,4%, um histórico difícil de bater.

Vemos poucas razões para abandonar essa gigante do setor de consumo, mesmo que suas ações passem por dificuldades nos atual ambiente inflacionário.

Procter & Gamble É Boa Opção no Setor de Consumo, Mesmo com Pressão Inflacionária
 

Artigos Relacionados

Procter & Gamble É Boa Opção no Setor de Consumo, Mesmo com Pressão Inflacionária

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (1)
Rafael Sampaio
Rafael Sampaio 19.10.2021 10:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ótima análise!
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail