Garanta 40% de desconto
⚠ Alerta de Balanço! Quais ações estão prontas para disparar?
Veja as ações no nosso radar ProPicks. Essas estratégias subiram 19,7% desde o início do ano.
Não perca a lista completa

Renda fixa não tão fixada: Como funciona o ágio e deságio

Publicado 16.02.2024, 10:00
Atualizado 09.07.2023, 07:32

Embora o termo "renda fixa" sugira estabilidade e previsibilidade nos retornos dos investimentos, a realidade é que a renda fixa não é totalmente "fixa". O motivo reside nas flutuações das taxas de juros e em outros fatores de mercado que podem afetar o desempenho dos ativos de renda fixa.

Conforme se desenrola a dinâmica do mercado financeiro com a economia, os investimentos em renda fixa podem ter seu preço impactado no mercado secundário, esse movimento é conhecido como marcação a mercado e define o quanto o mercado está disposto a pagar por este investimento em um determinado momento. Este movimento impacta no seu preço unitário diretamente e não na sua rentabilidade contratada.

E quando um papel de renda fixa começa a ser negociado acima ele está com “ágio” e o contrário também acontece, quando está mais barato que o com deságio. E isso ocorre na lei de oferta e demanda do mercado financeiro, e alguns pontos impactam essa decisão de comprar ou vender, como:

Como o ágio acontece

Suponha que um investidor tenha adquirido um título de renda fixa com valor nominal de R$ 1.000,00 e uma taxa de juros de 8% ao ano. Se, ao longo do tempo, as taxas de juros do mercado caírem, os preços dos títulos existentes, que foram emitidos com taxas mais altas, tendem a subir.

Se as taxas de juros caírem para 6%, por exemplo, os investidores podem estar dispostos a pagar mais por um título que oferece uma taxa de 8%. Nesse caso, o título pode ser vendido com ágio, por um valor superior aos R$ 1.000,00 do valor nominal.

O cálculo do ágio é relativamente simples: Ágio = Preço da venda - Preço nominal

Se o título for vendido por R$ 1.050,00, por exemplo, o ágio seria de R$ 50,00.

Fatores que influenciam o ágio e deságio dos papéis

O ágio na renda fixa não é garantido e está sujeito às condições do mercado. Além disso, é importante considerar que, se um título é vendido com ágio, isso pode impactar o rendimento efetivo para o investidor, uma vez que o retorno total será composto pelo valor de venda mais os cupons de juros já recebidos.

  • Variação nas Taxas de Juros: A maioria dos investimentos em renda fixa está atrelada a taxas de juros. Se as taxas de juros no mercado mudarem, os preços dos títulos também podem variar. Isso significa que, mesmo que um investidor mantenha um título até o vencimento, o valor de mercado desse título pode flutuar antes da data de vencimento se as taxas de juros no mercado mudarem.

  • Risco de Crédito: Embora muitos títulos de renda fixa sejam considerados investimentos mais seguros em comparação com ações, ainda há o risco de crédito associado a esses ativos. Se a saúde financeira do emissor do título deteriorar-se, isso pode afetar negativamente seu valor.

  • Risco de Inflação: A inflação é um fator que pode corroer o poder de compra do dinheiro ao longo do tempo. Mesmo que um título de renda fixa ofereça um rendimento nominal fixo, a inflação pode reduzir o valor real dos retornos.

  • Risco de Mercado: Títulos de renda fixa estão sujeitos a riscos de mercado, incluindo eventos econômicos, políticos e geopolíticos. Esses fatores podem influenciar a confiança dos investidores e afetar os preços dos ativos.

  • Percepção do Risco: A percepção do risco pelos investidores pode afetar a demanda por determinados títulos de renda fixa, influenciando assim seus preços.

Em resumo, embora os investimentos em renda fixa ofereçam certa previsibilidade de fluxo de caixa e são considerados menos voláteis do que muitos investimentos em renda variável, eles não estão totalmente imunes a flutuações e riscos de mercado quando se quer comprar ou vender no mercado secundário. Os investidores devem estar cientes da marcação a mercado desses investimentos, embora no vencimento o papel pague exatamente a taxa contratada.

Últimos comentários

Com todo respeito ao seu artigo, parabéns pelo desenvolvimento. Mas permita-me discordar de você: Renda Fixa É Fixa. Temos algumas variáveis importantes para conceituarmos. Uma é a taxa de juros e outra é o famoso Yield ou Rentabilidade. A Rentabilidade é variável devido à Marcação à Mercado e a taxa de juros, essa sim, sempre será fixa. A taxa de juros que o investidor carrega desde o ato formalização do contrato e vai até o fim, caso queira. Mas a Rentabilidade que ele escolher, essa é variável e depende do mercado secundário, ou seja, vai à mercê da Marcação à Mercado. É um conceito difícil de ser entendido, mas importante para o investidor.
Perfeito, isso, não necessariamente discordando, pois não entrei no mérito da Taxa e sim somente da marcação a mercado, porém, para ser mais didático e menos técnico, não quis usar muitos termos de mercado para passar a ideia da variação, diga-se exclusivamente, do PU no secundário. Concordo com seu argumento.
Valeu grande abraço.
Excelente material.
Muito didático! Simples e bem explicado!
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.