Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Nova lei do biodiesel na Argentina deve impactar preços globais do óleo de soja

Commodities19.07.2021 19:56
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Amostra de biodiesel à base de óleo de soja em Chacabuco, Argentina 06/10/2005 REUTERS/Marcos Brindicci

Por Hugh Bronstein e Maximilian Heath

BUENOS AIRES (Reuters) - As exportações de óleo de soja da Argentina provavelmente irão aumentar, derrubando os preços internacionais do produto, devido a uma nova lei do país, que reduz o volume de biodiesel à base de óleo de soja misturado ao diesel comum vendido localmente, afirmaram representantes da indústria nesta segunda-feira.

Parlamentares da Argentina, maior exportadora de óleo de soja do mundo, aprovaram na semana passada uma medida que permite a redução na quantidade de biocombustível à base de soja a ser misturado ao diesel de consumo doméstico.

A medida, apoiada pelo presidente Alberto Fernández, deve ser sancionada antes do final do mês.

"A redução do volume de biodiesel utilizado nos combustíveis localmente vai diminuir o consumo de óleo de soja na Argentina. Então teremos mais óleo de soja para ser exportado. Isso pode impactar os preços internacionais, considerando a grande parcela do mercado internacional que a Argentina possui", afirmou Gustavo Idígoras, chefe da câmara de agroexportadores CIARA-CEC.

A Argentina embarcou 5,36 milhões de toneladas de óleo de soja no ano passado, de acordo com dados do governo. A Índia foi a principal compradora, recebendo 53,4% das vendas. China e Bangladesh vieram na sequência, com 7,8% e 7,6% do total, respectivamente.

A nova lei, que visa garantir o uso sustentável de biocombustíveis no diesel e na gasolina, foi aprovada pelo Senado na sexta-feira, após também passar pela Câmara dos Deputados. A medida prevê um uso mínimo de biodiesel de 5% --que pode cair para 3%-- no diesel vendido à população, ante 10% anteriormente.

"Reduzir a mistura na Argentina significa aumentar a exportação de óleo de soja", disse Luis Zubizarreta, presidente da câmara da indústria de biocombustíveis Carbio. Ele ressaltou que isso pode pressionar as cotações do óleo de soja argentino.

Com a mistura de 10%, a Argentina consumia cerca de 1 milhão de toneladas de biodiesel por ano para mistura ao diesel. Com a nova medida, esse volume deve ser reduzido pela metade, afirmou Zubizarreta.

Nova lei do biodiesel na Argentina deve impactar preços globais do óleo de soja
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (5)
Marcelo Peralta
Marcelo Peralta 20.07.2021 11:25
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
...e dizem que a Argentina escolheu mal....kkkk
Eduardo Pizzaiolo
Eduardo Pizzaiolo 20.07.2021 9:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Terceiromundistas que vão aumentar mais ainda a poluição. Sem resolver os problemas, que decorrem da corrupção e da má administração pública!
elton szweryda santos
elton szweryda santos 20.07.2021 7:31
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
a reuters e suas análises infantis e bestiais, kkk 1 milhão de ton. irá mudar/afetar o comércio global de soja!!!!, só a reuters mesmo...
dennys passos
dennys passos 20.07.2021 2:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mas com mais diesel fossil, não será mais caro localmente , encarecendo tudo ? Além de mais poluente
Flavio Moura
Flavio Moura 19.07.2021 22:28
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Também povo lá não tem $$$ para comprar carro e ainda encher o tanque...diminuiu consumo de combustíveis
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail