⌛ Perdeu a alta de 13% da ProPicks em maio? Assine agora e receba mais cedo as ações de Junho.Desbloquear ações

Transpetro prevê lançar edital para 4 navios até maio, diz CEO

Publicado 19.04.2024, 07:57
© Reuters. Área da Transpetro em Duque de Caxias
17/09/2019
REUTERS/Sergio Moraes
PETR4
-

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Transpetro, subsidiária de transporte e logística da Petrobras (BVMF:PETR4), prevê lançar até maio um edital para a contratação de quatro embarcações de grande porte para atender demandas da petroleira, considerando 100% da construção no Brasil, disse nesta quinta-feira o CEO, Sérgio Bacci.

A perspectiva é que a licitação e a assinatura dos contratos ocorram até o fim deste ano, para a entrega da primeira embarcação até o fim do mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"Estamos esperando a Petrobras aprovar dentro da sua governança para lançar o edital", disse Bacci à Reuters, nos bastidores de evento do Instituto Brasileiro do Petróleo (IBP).

Bacci disse que o governo federal está trabalhando para retomar a indústria naval brasileira, mas ponderou que, apesar dos esforços, não acredita ser possível uma recuperação no terceiro mandato de Lula para os mesmos patamares dos mandatos anteriores.

Bacci citou como exemplo de avanços de novas encomendas navios que serão contratados pela Petrobras e pela própria Transpetro, além de contratos para a integração de módulos de plataformas e outros.

"É um início de uma retomada, mas não se pode esperar que nesses dois ou três anos que faltam do governo Lula a gente vai chegar nos mesmo números que a gente chegou naqueles oito anos", pontuou Bacci.

Ao longo dos últimos anos, a indústria naval brasileira perdeu muita força, o que dificulta uma rápida retomada, na avaliação do executivo.

Durante os dois primeiros mandatos do presidente Lula, várias medidas de fomento ao setor naval foram adotadas, com fortalecimento dos estaleiros nacionais e programas de governo, que estimularam a produção local de bens e serviços.

A indústria sofreu o impacto da operação Lava Jato, já que alguns estaleiros foram envolvidos no escândalo de corrupção. Posteriormente, em governos anteriores houve redução no apoio governamental.

"A indústria naval é bandeira do presidente Lula desde 2003; não é de agora... A gente construiu muita coisa no primeiro e no segundo governo", afirmou Bacci à Reuters, pontuando que posteriormente "acabaram com nossa indústria naval e agora vamos retomar".

Nesta quinta-feira, o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, disse em evento do Instituto Brasileiro do Petróleo (IBP) que tem levado ideias ao governo para estimular o setor naval. Ele afirmou que um novo programa governamental de incentivo à indústria, mais amplo e sofisticado, deve ser lançado até o fim do primeiro semestre.

© Reuters. Área da Transpetro em Duque de Caxias
17/09/2019
REUTERS/Sergio Moraes

A estatal planeja contratar 38 embarcações de apoio marítimo ao longo dos próximos anos, uma carteira de 2,5 bilhões de dólares em investimentos e potencial de geração de 28 mil empregos diretos.

Neste ano, devem ser lançados editais para 31 embarcações e as demais em 2025.

 

(Por Rodrigo Viga Gaier)

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.