Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Últimas Notícias

Consumo nos Lares Brasileiros encerra o semestre com alta de 2,20%

Cidades do leste da China apertam restrições contra Covid-19

COVID 03.07.2022 12:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters

PEQUIM (Reuters) - Cidades do leste da China apertaram as restrições contra a Covid-19 neste domingo depois que surgiram novos grupos de pessoas contaminadas pelo coronavírus, representando uma nova ameaça à recuperação econômica da China sob a rígida política de Covid zero implementada pelo governo.

Wuxi, um centro fabril no delta do rio Yangtze, na costa central, interrompeu as operações em muitos locais públicos, incluindo lojas e supermercados. Os serviços de refeições em restaurantes foram suspensos e o governo aconselhou as pessoas a trabalharem de casa.

As autoridades da cidade pediram aos moradores que não deixem Wuxi, a menos que seja necessário, depois que foram relatados 42 novos casos assintomáticos no sábado.

A China continua tentando eliminar novas infecções como parte da abordagem rigorosa adotada no país onde o coronavírus foi detectado pela primeira vez no final de 2019. Mas os lockdowns e outras medidas afetaram fortemente a segunda maior economia do mundo.

O condado de Si, na província de Anhui, colocou seus 760 mil moradores em lockdown e suspendeu o tráfego público, depois de registrar 288 casos no sábado. Anhui foi responsável pela maioria das novas infecções na China, relatando 61 casos sintomáticos e 231 assintomáticos no sábado.

A China continental registrou 473 novos casos de Covid-19, dos quais 104 são sintomáticos e 369 assintomáticos, informou a Comissão Nacional de Saúde neste domingo. Isso se compara aos 268 novos casos do dia anterior - 72 infecções sintomáticas e 196 assintomáticas, que a China conta separadamente.

Yiwu, capital de exportação de pequenas commodities na China, cancelou voos para a capital Pequim por um período não especificado, disse a TV estatal, citando medidas de prevenção contra o vírus. Yiwu relatou três casos de Covid na semana passada.

Xangai, o centro financeiro mais populoso da China, relatou um caso de coronavírus fora das áreas de quarentena da cidade, disseram as autoridades em uma coletiva de imprensa.

Cidades do leste da China apertam restrições contra Covid-19
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (5)
Neto Paes
Neto Paes 04.07.2022 8:25
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Segue o teatro comunista.
Cícero RP
Cícero RP 03.07.2022 18:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Objetivo é claro. Pros globalistas mundo tem muita gente então...👹☠️
Fabio Feitosa
Fabio Feitosa 03.07.2022 15:33
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A CHina sacaneando o mundo de novo.
CARLOS DAUMAS JUNIOR
CARLOS DAUMAS JUNIOR 03.07.2022 15:33
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Essa palhaçada veio para ficar.
Gui Almeida
Gui Almeida 03.07.2022 15:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Achava que os chineses eram inteligentes... Pelo visto são só robotizados mesmo.
Neto Paes
Neto Paes 03.07.2022 15:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
os chineses são vítimas de uma ditadura há 80 anos.
Claudio M Br
Claudio M Br 03.07.2022 14:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Covid zero, tolerância zero, inteligência zero. Xixi Doiding.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail