Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Grayscale processa SEC após órgão rejeitar ETF de Bitcoin da empresa

Cripto 30.06.2022 14:20
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Grayscale processa SEC após órgão rejeitar ETF de Bitcoin da empresa

Na noite da quinta-feira, a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês) rejeitou o pedido da Grayscale Investments para criar um ETF de Bitcoin (BTC). De acordo com a SEC, preocupações sobre manipulação de mercado levaram o órgão a rejeitar o pedido.

Contudo, a Grayscale não concordou com a decisão e acionou a justiça. Apenas uma hora depois que a SEC rejeitou o ETF, a gestora decidiu processar a autarquia.

Conforme os dados do processo, a Grayscale pede que o Tribunal de Apelações dos EUA para o Distrito de Columbia revisar a ordem da SEC.

Processo já estava pronto De acordo com a Grayscale, já havia um processo pronto contra a SEC, caso a autarquia rejeitasse o ETF. Agora, a gestora decidiu mover a ação, chamando o ex-procurador-geral Don Verrilli, que tem experiência nesta área.

Essencialmente, a empresa argumentará que a SEC deve permitir produtos que sejam como outros produtos já negociados, neste caso, ETFs de futuros de BTC.

“A Grayscale apoia e acredita no mandato da SEC de proteger os investidores, manter mercados justos, ordenados e eficientes e facilitar a formação de capital – e estamos profundamente desapontados e discordamos veementemente da decisão da SEC de continuar a negar que os ETFs de Bitcoin cheguem ao mercado dos EUA”, disse o CEO da Grayscale, Michael Sonnenshein.

Curiosamente, a SEC aprovou um ETF que serve para apostar contra o preço do BTC. Isto é, a SEC permitiu que os investidores da bolsa possam apostar contra o BTC, mas não permite que eles invistam na criptomoeda pro longo prazo.

Em junho, Verrilli argumentou que a SEC já aprovou vários ETFs que investe em futuros de BTC. Logo, a autarquia já deu um aval de que o mercado subjacente é confiável.

“Temos uma situação agora em que você tem certos tipos de fundos negociados em bolsa, um que é focado em futuros de BTC, e a SEC aprovou isso. A SEC deu o selo de aprovação”, disse.

Motivos para a recusa

Ao rejeitar o pedido, a SEC afirmou que a Grayscale não respondeu às perguntas da SEC sobre impedir a manipulação do mercado, bem como outras preocupações.

Nesse sentido, a SEC citou até a stablecoin USDT, dizendo que há preocupações sobre o papel da stablecoin no mercado.

Além disso, a SEC também afirmou que a Grayscale não apresentou um acordo de compartilhamento de vigilância entre um “mercado regulamentado de tamanho significativo” e uma bolsa regulamentada.

Estas preocupações não são novas, e de fato a SEC falou sobre elas no passado. Foi com base nesses argumentos que a SEC rejeitou todos os ETFs de BTC à vista (spot), como o proposto pela Grayscale.

Um ETF spot é um fundo que compra diretamente o ativo subjacente, ou seja, o ETF da Grayscale compraria BTC diretamente. Portanto, o investidor estaria exposto ao BTC em si, ao invés de algo que apenas replica seu preço.

Atualmente, a SEC aprovou poucos ETFs de BTC, e todos negociam apenas futuros. Por isso, quem investe nesses fundos não consegue exposição direta ao BTC, mas sim ao seu preço. A Grayscale, por outro lado, propôs criar um fundo que possui BTC diretamente.

De acordo com o balanço da gestora, o Grayscale Bitcoin Trust (GBTC) possui mais de 660 mil BTC sob custódia. A gestora pretende transformar este fundo, que foi criado em 2013, num ETF spot e facilitar o acesso ao investidor institucional para comprar BTC.

Por CriptoFácil

Grayscale processa SEC após órgão rejeitar ETF de Bitcoin da empresa
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail