📖 Guia da Temporada de Balanços: Saiba as melhores ações escolhidas por IA e lucre no pós-balançoLeia mais

Hashrate do bitcoin já é maior do que antes da proibição da China

Publicado 13.12.2021, 16:14
© Reuters.  Hashrate do bitcoin já é maior do que antes da proibição da China
BTC/USD
-

A proibição da mineração de bitcoin na China já teve seus efeitos compensados, com a impressionante recuperação do hashrate nos últimos sete meses. De acordo com o CNBC, a mineração de bitcoin aumentou substancialmente, acompanhando a valorização do criptoativo.

Ou seja, a taxa hashrate serve para comprovar a capacidade de processamento da mineração da rede do bitcoin. Quanto mais mineradores atuando na rede, maior será a hashrate, aumentando o poder de processamento de transações.

Com a recuperação total, o poder de mineração do bitcoin aumentou 113% no último semestre. Dados do Blockchain.com mostram que a taxa hashrate do bitcoin se recuperou entre maio e dezembro de 2021.

China e a mineração de bitcoin

Em maio de 2021 a China publicou um comunicado restringindo a atividade de mineração de criptoativos, forçando a imigração de fazendas de mineração para outros países.

Até então, a China concentrava entre 65% a 75% de toda a mineração de bitcoin no mundo, sendo considerada líder no setor. Mas, com a proibição da atividade em todo o país, a taxa hashrate do bitcoin foi afetada.

Ainda em maio, a taxa hashrate do bitcoin caiu drasticamente no mercado, perdendo mais de 50% de seu processamento de dados devido à proibição na China.

No entanto, a atividade de mineração do criptoativo apresentou uma recuperação surpreendente. Segundo entrevista ao CNBC do engenheiro de mineração de bitcoins, Brandon Arvanaghi, o bitcoin resistiu a um grande ataque da China, e surgiu “mais forte do que nunca”.

“A rede bitcoin resistiu a um ataque de uma grande superpotência e emergiu mais forte do que nunca seis meses depois.”

Enquanto a China proíbe a atividade envolvendo o bitcoin, países como os Estados Unidos e Canadá atraíram grandes fazendas de mineração. Atualmente, os EUA são o maior polo de mineração do bitcoin no mundo.

Por Panorama Crypto

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.