Últimas Notícias
Garanta 40% de desconto 0
🔎 Confira as ProTips completas de NVDA e descubra riscos e retornos DESCONTO de 40%

Ata do Copom no Brasil: “Hiato do produto está mais apertado do que o estimado”

Publicado 26.09.2023 08:19
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Jessica Bahia Melo
 
LFT03...
+0,04%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Investing.com – A ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), mostra que os membros debateram a extensão do ciclo de ajustes e decidiram por uma atuação ainda contracionista para que se consolide a convergência da inflação para a meta e a ancoragem das expectativas. O documento foi divulgado pelo Banco Central na manhã desta terça-feira, 26. O hiato do produto, segundo os membros do colegiado, estaria mais apertado do que o estimado anteriormente.

Ainda conforme o documento, “os membros do Comitê concordaram unanimemente com a expectativa de cortes de 0,50 ponto percentual nas próximas reuniões e avaliaram que esse é o ritmo apropriado para manter a política monetária contracionista necessária para o processo desinflacionário”.

Reunião do Copom

Na última reunião, o colegiado decidiu cortar a taxa de juros básica da economia brasileira, a Selic, em 0,5 ponto percentual, de acordo com as projeções consensuais, para 12,75%. A ancoragem das metas segue como preocupação.

Segundo a ata do Copom, a inflação ao consumidor passa por uma dinâmica mais benigna, “exibindo desaceleração tanto na inflação de serviços quanto nos núcleos de inflação. Os indicadores que agregam os componentes mais sensíveis ao ciclo econômico e à política monetária, que possuem maior inércia inflacionária, apresentaram menor inflação, mas mantêm-se acima da meta”.

Ainda, os membros concordaram que a magnitude do ciclo vai depender da evolução da dinâmica inflacionária, "em especial dos componentes mais sensíveis à política monetária e à atividade econômica, das expectativas de inflação, em particular as de maior prazo, de suas projeções de inflação, do hiato do produto e do balanço de riscos”.

Juro neutro

A ata do Copom ainda mostra que membros do colegiado avaliam que  “o esmorecimento no esforço de reformas estruturais, o aumento de crédito direcionado e as incertezas sobre a estabilização da dívida pública têm o potencial de elevar a taxa de juros neutra da economia”. Dessa forma, haveria impactos sobre a efetividade da política monetária e "sobre o custo de desinflação em termos de atividade”, completa a ata.

Juro neutro: Alta indica maior risco? Qual a importância para os investimentos?

Ata do Copom no Brasil: “Hiato do produto está mais apertado do que o estimado”
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir esse gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por esse motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (5)
26.09.2023 9:44
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
baixem os juros 👏👏👏👏👏
Alcides Rui Silva
Alcides Rui Silva 26.09.2023 9:17
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
durante os anos de pandemia os governos de forma geral imprimiram dinheiro a rodo e é claro, sem a criação de riqueza correspondente. Dessa forma a inflação atual aqui, em US e na Europa nada mais é do que uma consequência dessa impressão. A economia é assim.... agora ficam procurando pelo em ovo....os governos é que criaram esse monstro.....
JOÃO JORGE
JOÃO JORGE 26.09.2023 9:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Inflação = déficit público.
Márcio Hermanno
Márcio Hermanno 26.09.2023 9:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Coisa feia heim...
Márcio Hermanno
Márcio Hermanno 26.09.2023 9:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Se bem entendo, para que haja inflação é necessário demanda maior que oferta ou oferta menor que demanda. Em qual caso se encontra o País? Povo sem dinheiro gera baixa demanda. E aí. Cadê a demanda? A oferta segue normal, não tá faltando produto. E aí. Tem oferta. Alguém tá manipulado o mercado? Alguém tá fazendo reserva de produto?
José Mauro
José Mauro 26.09.2023 9:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mas se a inflação é gerada pelo aumento da demanda, como é possível que uma economia estagnada experimente um aumento dos preços? É a tal da estagflação
 
Tem certeza que deseja excluir esse gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar esse comentário

Diga-nos o que achou desse comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail