Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Economia da Alemanha cresce 2,7% em 2021 depois de encolher 4,6% em 2020

Dados Econômicos14.01.2022 08:25
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Funcionário trabalha em linha de montagem de fábrica na cidade de Wolfsburg, Alemanha 27/04/2020 Swen Pfoertner/Pool via REUTERS

BERLIM (Reuters) - A economia da Alemanha não conseguiu retornar ao tamanho pré-pandemia em 2021, uma vez que a escassez de microchips afetou a produção na indústria automobilística e mais restrições contra a Covid-19 desaceleraram a recuperação da maior economia da Europa, mostraram dados nesta sexta-feira.

O Produto Interno Bruto (PIB) alemão cresceu 2,7% em 2021, depois de despencar 4,6% no ano de 2020, o primeiro da crise do coronavírus, de acordo com dados preliminares da Agência Federal de Estatísticas.

O resultado ficou em linha com a expectativa em pesquisa da Reuters com analistas.

O dado significa que a produção econômica da Alemanha ainda estava 2% abaixo do nível de 2019, pré-crise, segundo a agência.

A quarta maior economia do mundo encolheu nos últimos três meses de 2021 depois de crescer nos dois trimestres anteriores, uma vez que o aumento nas infecções por coronavírus levou a renovadas restrições no varejo e no setor hoteleiro, disse a agência.

A estimativa inicial para o PIB do quarto trimestre indica contração entre 0,5% e 1,0%, completou um porta-voz.

Os principais motores do crescimento em 2021 foram um salto nas exportações e fortes gastos públicos para compensar o impacto do coronavírus, segundo a agência.

(Reportagem de Michael Nienaber, Riham Alkousaa e Miranda Murray)

Economia da Alemanha cresce 2,7% em 2021 depois de encolher 4,6% em 2020
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (4)
Wallace Gonçalves
Wallace Gonçalves 14.01.2022 11:34
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
rapaz quanto tempo vai demorar pra galera perceber q os fundamentos usados para medir a temperatura econômica do Brasil e do resto do mundo são furados,muita gente diz q o Brasil não iria crescer q tá uma merd* olha aí o resultado não da pra pra levar esses economistas a sério que disseram que imprimir dinheiro não traria inflação.
Rafael Rodrigues
Rafael Rodrigues 14.01.2022 8:53
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Brasil vai dar certo, temos apenas uma minoria manipulada pela mídia que bostejam o dia todo por aqui mas que nunca foram investidores.
Amaury Carrapato
Amaury Carrapato 14.01.2022 8:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O Brasil cresceu mais q a maior economia da zona do euro! aguardo os comentários do especialista técnico jurista sabichão BOMBEIRO
Paulo Jose
PauloJose 14.01.2022 8:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A maior economia da zona do Euro não retomou ao patamares pré pandemia, no fórum, uma turma que possue uma " culpado de estimação" ignora o retorno da economia em V, a criação de 3M de empregos, redução do déficit de 10,5% para 0,5% do PIB, os 227 bilhões com as privatizações, não reconhecem que o único presidente que defendeu que economia é saúde andam juntas, o maior auxílio a Estados e municípios e ainda passam pano para os desvios públicos de prefeitos e governadores, além das medidas ditatorias de restrições à liberdade, para mim, este o maior valor
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail