🚀 Ações escolhidas por IA em alta. PRFT com alta de +55% em 16 dias. Não perca as ações de junho!Acessar lista completa

Incertezas internacionais dominam reunião do BC com economistas

Publicado 12.04.2024, 18:49
© Reuters.  Incertezas internacionais dominam reunião do BC com economistas

As incertezas internacionais dominam as reuniões entre diretores do BC (Banco Central) e economistas. A autoridade monetária promoveu nesta sexta-feira 4 encontros com grupos diferentes de analistas do mercado financeiro.

O BC convidou 49 economistas. Os diretores de Política Econômica, Diogo Abry Guillen, e de ​Assuntos Internacionais e de Gestão de Riscos Corporativos​, Paulo Picchetti, fizeram uma apresentação com o resumo das reuniões no ano. Posteriormente, abrem para que os participantes façam as suas colocações.

Não há discussão entre os economistas e os diretores, somente entre os convidados. O Poder360 apurou com participantes que houve preocupação com o cenário de política monetária no exterior, em especial nos Estados Unidos, e seu impacto no Brasil.

Um dos assuntos tratados foi o patamar do câmbio. O dólar comercial atingiu R$ 5,15 nesta 6ª feira (12.abr.2024). Analistas defendem que esse será o patamar aproximado a partir de agora, com possibilidade de piora.

Parte dos analistas passaram a prever a taxa básica, a Selic, para 9,50% ou 9,75% ao ano no fim de 2024. Antes, apostavam em 9%. As projeções para o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que estão atualmente em 3,75%, poderiam ser maiores, se não fossem a MP (medida provisória) que reduz o custo da energia elétrica.

Outro ponto de atenção entre os economistas foi a situação fiscal do país. A leitura de parte dos analistas é de que 2024 não será um problema, mas que o marco fiscal poderá não ficar “de pé” nos anos posteriores.

Na avaliação de analistas, a lei fiscal só é viável com o aumento contínuo de arrecadação, sem projeções de cortes de gastos. Preocupa também os mínimos de saúde e educação, que têm que ser corrigidos por 100% da receita líquida do governo no ano anterior, enquanto as demais despesas crescem a 70% da receita.

Há um consenso de que o fiscal seguirá sendo expansionista, o que impactará a atividade econômica e a inflação.

Do ponto de vista da atividade econômica, há um consenso em torno de um PIB (Produto Interno Bruto) mais forte e uma economia mais aquecida. Deverá ficar em torno de 2% em 2024.

Os analistas avaliam que o BC tem uma postura acertada de retirar a sinalização de 2 cortes na taxa Selic diante das incertezas atuais no fiscal e política monetária nos EUA.

Leia mais em Poder360

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.