Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Mercado vê juro acima de 13% em 2022 e alavanca dólar após Copom; fiscal preocupa

Dados Econômicos28.10.2021 12:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Fachada do Banco Central, em Brasília 04/10/2021 REUTERS/Adriano Machado

Por José de Castro

SÃO PAULO (Reuters) - As taxas de juros de cabeça de ano a partir de 2023 voltavam a mostrar um rali nesta quinta-feira, com operadores exigindo mais prêmio de risco conforme entendem que os juros terão de subir mais após na véspera o Banco Central entregar aperto monetário aquém do precificado em contratos derivativos.

A alta de 1,50 ponto percentual da Selic anunciada pelo Bacen na noite de quarta --a mais forte desde 2002-- ficou em linha com as previsões de vários analistas de departamentos econômicos, mas veio abaixo da precificação da curva de DI, que na tarde de terça apontava 56% de probabilidade de aumento de 1,75 ponto.

Isso fazia a taxa do vencimento janeiro de 2022 --que concentra apostas para o rumo da Selic entre hoje e o fim de dezembro de 2021-- cair 10,6 pontos-base, a 8,314% ao ano. Nesse preço, esse DI projetava alta de 1,56 ponto percentual na Selic no encontro do Copom de dezembro, abaixo do número perto de 1,70 ponto mostrado na véspera.

Mas o alívio no trecho mais curto era o outro lado da moeda da pressão nos vencimentos seguintes. Em alta de 26 pontos-base, o DI para janeiro de 2023 --que reflete expectativas para a trajetória da Selic de hoje ao fim de 2022-- já apontava Selic bem acima de 12% em dezembro do ano que vem.

Taxas a termo de swap DIxPré --outra medida da estrutura da curva de juros-- mostravam juro médio acima de 13% em julho de 2022.

LEIA MAIS: BC eleva Selic em 1,5 ponto para 7,75%; veja repercussão

A subida dos juros médios "conversa" com nova revisão para cima nas estimativas para a Selic terminal por parte de algumas casas.

O Morgan Stanley elevou a 11% o prognóstico para o juro ao fim do ciclo, expressiva alta frente aos 9,25% previstos antes, e considerou o tom do BC "dovish" (menos duro na política monetária), o que explicaria a visão de que o Bacen terá de correr e adicionar mais juros no ano que vem dado o movimento menos agudo agora.

"Esta mudança responde à necessidade de conter a alta nas expectativas de inflação decorrente do enfraquecimento das regras fiscais, bem como às pressões inflacionárias adicionais oriundas de um real mais fraco", disseram no relatório os economistas André Loes e Thiago Machado e a estrategista Ioana Zamfir.

Os efeitos da sinalização do Bacen, segundo os profissionais, vão se estender ao câmbio, uma vez que a autoridade monetária não apenas não chancelou apostas do mercado como tampouco indicou aceleração adicional no passo de restrição monetária.

"Por sua vez, isso sugere mais pressão de curto prazo para a moeda, especialmente à medida que nossas métricas de avaliação sugerem que os prêmios de risco permanecem baixos e o posicionamento permanecia um pouco neutro", completaram, vendo, nesse caso, reforço nas intervenções cambiais pelo BC.

O Morgan mantém posição no mercado de opções que considera chances de o dólar bater 5,90 reais.

O dólar à vista saltava 1,3% nesta quinta, voltando a cruzar a linha dos 5,60 reais. O real tinha o pior desempenho global nesta sessão, afetado também por dúvidas sobre a votação da PEC dos Precatórios.

Também em relatório, o Barclays avaliou ser improvável que o mercado abrande a previsão para a taxa de juros terminal, devido aos riscos fiscais e inflacionários.

Logo após a decisão do BC, o Barclays (LON:BARC) elevou a projeção de taxa Selic terminal de 9,75% para 10,50%, e também citou efeitos da sinalização do BC na política monetária sobre a taxa de câmbio.

A instituição financeira disse que a maior parte da depreciação cambial das últimas semanas é explicada pela deterioração dos fundamentos das contas públicas, o que foi capturado pelo componente local do modelo de câmbio do Barclays.

"Isso sugere que o real pode permanecer sob pressão no curto prazo, apesar da alta de juros pelo BC/da taxa de retorno mais elevada, uma vez que o câmbio e, em certa medida, a política monetária agora são movidos por preocupações fiscais."

O diretor de pesquisas econômicas para a América Latina do Goldman Sachs, Alberto Ramos, considerou o comunicado da decisão de política monetária do Copom "dovish" --ou seja, menos duro com os riscos à inflação.

Dados os sinais emitidos pelo Bacen, o Goldman Sachs (NYSE:GS) espera outra elevação de 1,50 ponto no juro em dezembro, para 9,25% ao ano, com a taxa terminal ficando entre 10,75% e 11% no primeiro trimestre de 2022.

Mercado vê juro acima de 13% em 2022 e alavanca dólar após Copom; fiscal preocupa
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (20)
JulianaKatz Lang
JulianaKatz Lang 28.10.2021 16:57
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não vai adiantar muito o BC fazer aperto monetário se o executivo e o legislativo estouram os cofres.
Maurício Resende
Maurício Resende 28.10.2021 16:26
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Patriotas, vamos suportar calados todos esses prejuízos para não prejudicar a reeleição do nosso capitão! Tudo piorou mas é melhor assim! Tchá tchá 👉👉👉
Cesar Capri
Cesar Capri 28.10.2021 16:25
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Começaram a fazer o aperto monetário tarde, agora terão de fazer um aperto mais intenso. Fora ao desastre de ter baixado selic a 2% sem comunicar os mercados, deixando os investidores de Carry Trade furiosos. É bem o que se lê por aí, Guedes invocou os Deuses do câmbio e da inflação.
André Lima
André Lima 28.10.2021 16:19
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Essas previsões de profetas do caos desde março de 2020, sempre na torcida contra e tentando sabotar
Nelson Sousa
Nelson Sousa 28.10.2021 15:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Quanto mais alta a selic, mais alto é o deficit publico, mas o problema é o gasto com o auxilio brasil! Piada esses economistas/analistas!
Rogerio Joao
Rogerio Joao 28.10.2021 15:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Igual viam a vale a 120,00 , a via a 22,00 e etc .Sao uns brincalhoes este mercado
Marlon Fonseca
Marlon Fonseca 28.10.2021 15:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
13% sem fazer nada uuuhhuuull
Mostrar respostas anteriores (4)
Daniel Caravita
Daniel Caravita 28.10.2021 15:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
* comentário endereçado ao Luiz Eduardo.
Daniel Caravita
Daniel Caravita 28.10.2021 15:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ai vc não gasta e espera inflação cair para 2% sobra 9,7% kkkkkkkk
Daniel Caravita
Daniel Caravita 28.10.2021 15:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ai vc não gasta e espera inflação cair para 2% sobra 9,7% kkkkkkkk
Rogerio Soares
Rogerio Soares 28.10.2021 15:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
sabe de nada...
marco antonio frankzhovitz
marco antonio frankzhovitz 28.10.2021 15:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Luiz Eduardo é a educação da era lula kkkkkk
Mant Neuman
BombeiroAristide 28.10.2021 14:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Quem tem FII deve estar bem triste.... Agora, so depois de 2022, se Lula e Bozo nào forem eleitos, a bolsa e os FII disparam.
Mostrar respostas anteriores (3)
Tiago Barbosa
Tiago Barbosa 28.10.2021 14:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Fundos de papel e fundos atrelados ao IPCA continuam como boa opção de investimentos. Fundos de tijolo e de shoppings devem sofrer um pouco com a retomada lenta da economia porém porém a pressão no IPCA deve ser equiparada com um aumento no IGP-M e não deve alterar muito a situação dos aluguéis dos que já estão ocupados.
Tiago Barbosa
Tiago Barbosa 28.10.2021 14:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Fundos de papel e fundos atrelados ao IPCA continuam como boa opção. Fundos de tijolo e de shoppings devem sofrer mais.
Mant Neuman
BombeiroAristide 28.10.2021 14:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Tiago Barbosa  Sim, até o momento que a crise apertar e aparecer a inadimplencia...
Rafael Marques
Rafael Marques 28.10.2021 14:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Que nada, quem investe em Fiis busca Renda, e está entregando um alto valor isento de imposto.
Mant Neuman
BombeiroAristide 28.10.2021 14:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Rafael Marques  Retirando os fundos de desenvolvimento e de papel, que nào podem ser comparados diretamente com as NTN, a média do DY dos FII deve estar entre 6 ou 7%. A NTN hoje já esta pagando IPCA + 5,5%... Considerando que o IPCA nào é entregue em tempor real pelos FII e existem riscos maiores que nas NTN, não sei se o prémio de 2% esta tão bom para correr o risco da renda variável. Existe perspectivas boas com o preço atual, mas nào é trivial.
Nathan Silva
Nathan Silva 28.10.2021 14:49
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Que trajedia esse governo. O pior é que a esquerda seria tão ruim ou até pior. Acabou para economia brasileira
Fernando Borelli
Fernando Borelli 28.10.2021 14:35
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Estão reclamando dos juros de 125% no cheque especial. Isto era antes na casa dos 350% aa. Mercado sobe, mercado cai. Sempre foi assim. Sigo comprando!
David Soares
David Soares 28.10.2021 14:35
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
selic a 14.2% em 2015 e eu nao via a midia falando o q fala hj .iso pq nao tinha pandemia..era so roubalheira mesmo..ta chato de ler as matéria ultimamente
Mauri Bortoletto
Mauri Bortoletto 28.10.2021 14:28
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Só há uma palavra para tudo isso, " PUTS".
Coraline Staker
Coraline Staker 28.10.2021 14:25
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Venezuela vai virar Brasil kkk
Silvan Sil
Silvan Sil 28.10.2021 14:14
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
BOLSONARO 2022🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷..O capital não é trouxa... duvido que não haverá demanda por títulos de longo prazo. Logo derubam as taxas de longo prazo... se bater 13%... vou para tenda fixa travando juros de 15%... ISSO NAO VAO ACONTECER...
Marcelo Costa
Marcelo Costa 28.10.2021 14:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O problema todo está na política e como o povo manoritariamente não sabe votar…sinto informar, mas cada um por si e ninguém pelo Brasil!
Edimilson Ramos
Edimilson Ramos 28.10.2021 14:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
É o fim da turma da rachadinha, kkkk
Ricardo Bitte
Ricardo Bitte 28.10.2021 13:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
13% de inflação, poupança 3% e cheque especial 123.5% ao ano rs.. Esse é o Brasil!
Daniel Martins
Daniel Martins 28.10.2021 13:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Hora de comprar é agora !!!! Curva de juros já extremamente esticada e preços de ações bem atrativos.....vamo que vamo !
Ismael Cardoso
Ismael Cardoso 28.10.2021 13:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mano se eu fosse voce segurava essa onda ai por mais 1 mes, q tem mais ainda pra cair
Joao Coelho
jcoelho 28.10.2021 13:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
mglu3 subiu 49000% do seu minimo de 2016 ate a pandemia (~5 anos). desceu 58% na pandemia. depois, em 6 meses, subiu 345% e, desse pico, em menos de 1ano, ja desceu 150%. defina acao barata.
Lucas Zimmer
Lucas Zimmer 28.10.2021 13:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ano que vem é ano político... imaginem o desespero e a quantidade de baboseiras ditas pelo bozodoido...o ibov vai sangrar sem dó e o dólar vai à lua... não precisa concordar comigo...podem printar e depois me cobrem pelo q disse...
Lucas Zimmer
Lucas Zimmer 28.10.2021 13:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
vou operar vendido no ibov em 2022 em todas as minhas operações...vou rachar de rir do GADO pseudo investidor...ops,,, não vou fazer rachadinha não,,, não vivo disso
Mant Neuman
BombeiroAristide 28.10.2021 13:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Dolar alto é bom para o Brasil.... Surfou por 3 meses os juros de 2% da Suiça. Agora, o povo ficará  por anos colhendo os frutos de inflação, desemprego e recessão da Venezuela. Um governo corrupto, burro e arrogante que somente pensa em reeleição. Apesar de todos os avisos, ficava se gabando que agora a política era dolar alto e juros baixos!!!
Ricardo Bitte
Ricardo Bitte 28.10.2021 13:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A onde que Dólar alto é bom para o país! É bom para o Paulo Guedes tem dinheiro em dólar.
Rogerio Soares
Rogerio Soares 28.10.2021 12:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
se isso acontecer já posso me aposentar.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail