Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Últimas Notícias

Em defesa da democracia, celebração em São Paulo mostra reação a ataques de Bolsonaro às urnas

Vendas no varejo dos EUA têm queda inesperada em maio

Dados Econômicos 15.06.2022 09:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Loja da Macy´s em Nova York 26/12/ 2020. REUTERS/Jeenah Moon/File Photo

WASHINGTON (Reuters) - As vendas no varejo dos Estados Unidos caíram inesperadamente em maio, quando as compras de veículos a motor diminuíram em meio à escassez e os preços recordes da gasolina impedira gastos em outros bens.

As vendas no varejo caíram 0,3% no mês passado, disse o Departamento de Comércio nesta quarta-feira. Os dados de abril foram revisados para mostrar aumento das vendas de 0,7% ao invés de 0,9% como relatado anteriormente.

Economistas consultados pela Reuters previam alta das vendas no varejo de 0,2%, com estimativas variando de um declínio de 1,1% a um aumento de 0,5%.

O preço médio nacional da gasolina saltou para um recorde histórico de 4,439 dólares por galão em maio, de acordo com dados da Administração de Informação de Energia dos EUA.

O declínio nas vendas no varejo também refletiu uma rotação gradual dos gastos de bens para serviços. As vendas no varejo são na maioria de bens, e não são ajustadas pela inflação. Os bares e restaurantes são a única categoria de serviços no relatório.

Os preços anuais ao consumidor tiveram o maior aumento em quase 40 anos e meio em maio. Com a inflação corroendo os ganhos salariais, os consumidores estão se voltando para a poupança, acumulada durante a pandemia de Covid-19, e assumindo dívidas para manter os gastos.

As vendas no varejo devem permanecer fracas uma vez que o Federal Reserve aperta agressivamente a política monetária para esfriar a demanda e reduzir a inflação de volta à sua meta de 2%

O banco central dos EUA deve aumentar sua taxa de juros nesta quarta-feira pela terceira vez este ano, com um aumento de 0,75 ponto percentual visto como provável.

Excluindo automóveis, gasolina, materiais de construção e serviços de alimentação, as vendas no varejo permaneceram inalteradas em maio.

(Reportagem de Lucia Mutikani)

Vendas no varejo dos EUA têm queda inesperada em maio
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (7)
Milton Heyde de Macedo
Milton Heyde de Macedo 15.06.2022 10:31
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Inflação causada pelo aumento do petróleo. Se os Árabes continuarem a aumentar os preços não vai adiantar nada essa elevação. Assim como no Brasil não adiantou nada elevar os juros.
Fernando Borelli
Fernando Borelli 15.06.2022 10:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Foi só Bolsonaro ir nos EUA que as vendas caíram a o preço da gasolina explodiu. Só falta esta agora para a esquerdalha desesperada! Hilário!
José Artur Medina
José Artur Medina 15.06.2022 10:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Se elevarem os juros estes números irão piorar, pra uma inflação que é secundária á elevação do petróleo? Não faz sentido elevar MUITO os juros, mas aguardemos o FED
Victor Mancini
Victor Mancini 15.06.2022 10:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Faz super sentido elevar os juros, a economia eua esta operando em pleno emprego, com taxas de desempregos baixas, onde as empresas estao subindo os salarios para atrair trabalhadores, conforme a imnflacao sobe a uma pressao por almentos de salarios, e como a economia esta em pleno emprego esse almentos sao atendidos, gerando uma pressao positiva no consumo e pressao de custos para as empresas, mesmo que a alta das commodities esteja altas e isso pressiona na inflacao, o consumo tbm está alto no eua como podemos ver em indices do comsumo das familias que desde julho do ano passado vem almentando com força, os defictis tbm contribuem, o almento de juros é para esfriar a economia com força e em um pais como os eua isso impacta diretamente no preço das commodities, se n for feito os salarios continuaram subindo e isso pressiona a inflacao que de novo gera almentos dos salarios e vira um ciclo, parecido com o efeito indexcao no brasil
JLuiz Luiz
JLuiz Luiz 15.06.2022 10:14
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
óia José Roberto...ele lá é os ptbas aqui...espere se a bandeira virar vermeia aqui...tamo fd...tem pessoas que acham que com o Bolsonaro está ruim...mas olhem o que pagamos de auxílios neste país...e mesmo assim não querem pegar na enxada e ter calo naa mãos...
José Artur Medina
José Artur Medina 15.06.2022 10:14
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Rogerio Falha Sanches
Rogerio Falha Sanches 15.06.2022 10:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ah tá ! Bom é o palhaço Bozo que você chama de mito! kkkkk
Ruan Algodão
Ruan Algodão 15.06.2022 10:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
tira o Bolsonaro da cabeça fi
Ruan Algodão
Ruan Algodão 15.06.2022 10:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ninguém aqui falou o nome dele
jose roberto Rodrigues
jose roberto Rodrigues 15.06.2022 9:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Pior presidente do USA
Felipe Johansen
Felipe Johansen 15.06.2022 9:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
presidente ou fantoche?
Chris Chris
Chris Chris 15.06.2022 9:56
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Efeito Biden.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail