Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Últimas Notícias

Netflix sobe 8% após Pershing Square revelar investimento

Entorno de Bolsonaro bloqueou reforma administrativa, diz Guedes

Economia02.12.2021 21:20
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Esplanada dos Ministérios com o Congresso Nacional ao fundo 07/04/2010 BRASILIA/ REUTERS/Ricardo Moraes

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira que a reforma administrativa proposta pelo governo é suave e generosa com os atuais servidores, ressaltando que a medida foi inicialmente bloqueada pelo próprio entorno do presidente Jair Bolsonaro.

Durante seminário promovido pelo IDP (Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa), Guedes também negou que haja descontrole fiscal no país e destacou que a versão da PEC dos Precatórios aprovada no Senado é um "mal menor".

"O entorno do presidente bloqueou a reforma administrativa no início", disse. "A nossa reforma administrativa ficou suave, desidratada e generosa para o funcionalismo atual", acrescentou.

O texto da reforma foi apresentado ao Congresso em setembro de 2020, após sucessivos adiamentos dentro do governo. Desde então, a medida tramita a passos lentos no Legislativo.

Participante do mesmo evento, o relator da reforma administrativa, deputado Arthur Maia (DEM-BA), atribuiu a Bolsonaro as dificuldades de tramitação da proposta. Lembrando o fato de 2022 ser ano eleitoral, ele avaliou que dificilmente o texto será aprovado.

"Eu sinto hoje, do ponto de vista político, que não há esse foco do presidente em fazer a aprovação da reforma. Eu sinto que esse é um tema lateral, não sinto que há essa preocupação, esse empenho", disse.

PRECATÓRIOS

O ministro ainda afirmou que preferia a versão inicial da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos precatórios que, segundo ele, reconhece o mérito das decisões do Judiciário, mas pede respeito à capacidade de pagamento do governo.

"Com a PEC dos precatórios, eu confesso que gostava mais da versão inicial, mas entrou no Legislativo, mexem aqui e ali, e acabou sendo um mal menor", disse.

O Senado aprovou a PEC dos precatórios nesta quinta-feira. A medida agora retorna à Câmara para análise de mudanças feitas no texto. Entre as alterações feitas na proposta, está a que retirou do teto de gastos precatórios relativos ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental (Fundef). Guedes era contra a mudança.

Em defesa do estabelecimento de um teto anual para os gastos com sentenças judiciais, Guedes disse que essa conta não pode crescer de forma a colocar o país em risco. Ao apresentar um exemplo hipotético, ele afirmou que uma eventual elevação do gasto com precatórios para 200 bilhões de reais em 2022, poderia levar o país a um cenário de hiperinflação, além de um calote do governo.

Apesar do exemplo apresentado, essa despesa do governo no ano que vem tinha valor previsto em cerca de 90 bilhões de reais. Se confirmada a aprovação final da PEC, esse patamar deve ser reduzido aproximadamente à metade em 2022.

Ao afirmar que o maior inimigo do governo é o descontrole da despesa pública, o ministro voltou a dizer que não há procedência em afirmações de que o país vive um descontrole fiscal. Segundo ele, essas declarações são parte de uma narrativa política.

"As previsões de que iríamos para uma relação dívida/PIB de 100% e descontrole fiscal não se concretizaram", declarou.

 

(Por Bernardo Caram)

Entorno de Bolsonaro bloqueou reforma administrativa, diz Guedes
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (7)
Marcelo Costa
Marcelo Costa 03.12.2021 8:18
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Países de política ideológica e muita corrupção deveriam fazer reformas via plebicito. Nos EUA a polução decide muitas coisas na urna.
Walber Gonçalves
Walber Gonçalves 03.12.2021 6:25
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bela reforma, que ia proteger juiz, promotor, desembargador, militar,e tirar sangue do gari, da professora, mulher da limpeza, e quem arriscou a vida na pandemia, da saúde.
Mant Neuman
BombeiroAristide 03.12.2021 5:32
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Entorno? O Rei da Rachadinha sempre jogou contra o país. Foi contra todos projetos de reforma da previdência e administrativa. Contra o plano Real. Contra o fim do monopólio da Petro. Contra a privatização da Vale e da Eletrobras. Um eterno corrupto que sempre travou as pautas liberais, votando recorrentemente com o PT.
roberto gadioli
roberto gadioli 03.12.2021 4:54
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
briga de corruptos: moro x bolsonaro. daqui uns dias o #d0id0dob0z0 (vulgo bolsonaro) será ultrapassado e cairá para 3° lugar. #governoDeM.E.R.D.A
Luca Reis
Luca Reis 03.12.2021 4:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Paulo Fezes consegue ser pior que Guido Mantega. Bozo é pior que Dilma. Quando você pensa que chegou no fundo do poço percebe que no Brasil tudo ainda pode piorar... Esse país é nojento. Povo idiota, politicos corruptos, elite estúpida, impresa patética, empresários canalhas, professores burros e por aí vai... Boa sorte aos otimistas!
Adalberto Freitas
Adalberto Freitas 03.12.2021 4:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
então se muda pra Venezuela
Luiz Antônio Ferreira
Luiz Antônio Ferreira 02.12.2021 21:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Falta de competência mesmo !
jose gomez
jose gomez 02.12.2021 21:17
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Executivo é que não fez coordenação com medo do resultado das Eleições
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail