Garanta 40% de desconto
⚠ Alerta de Balanço! Quais ações estão prontas para disparar?
Veja as ações no nosso radar ProPicks. Essas estratégias subiram 19,7% desde o início do ano.
Não perca a lista completa

Gigante militar, Lockheed Martin cortará 1% de seus empregos em tentativa de reduzir custos

Publicado 27.01.2024, 14:37
Atualizado 27.01.2024, 14:40
© Reuters. O logotipo da Lockheed Martin é visto durante o show aéreo Japan Aerospace 2016 em Tóquio, Japão, em 12 de outubro de 2016. REUTERS/Kim Kyung-Hoon/Foto de arquivo

Por Utkarsh Shetti e Mike Stone

(Reuters) - A Lockheed Martin (NYSE:LMT) cortará 1% de seus empregos ao longo do ano em uma tentativa de diminuir custos e agilizar operações, disse um porta-voz da empresa na sexta-feira.

As reduções afetarão posições em todos os seus negócios e operações empresariais, disse o porta-voz em comunicado à Reuters, acrescentando que as ações de corte de custos vão incluir o congelamento de contratações e demissões voluntárias.

A empresa de defesa com sede em Maryland emprega 122 mil pessoas em todo o mundo, de acordo com seu site. As reduções de custos ajudarão a empresa a transformar digitalmente suas operações.

A Lockheed previu na terça-feira seu lucro em 2024 abaixo das expectativas de Wall Street, citando interrupções na cadeia de suprimentos em seu maior segmento aeronáutico, que fabrica jatos F-35.

© Reuters. O logotipo da Lockheed Martin é visto durante o show aéreo Japan Aerospace 2016 em Tóquio, Japão, em 12 de outubro de 2016. REUTERS/Kim Kyung-Hoon/Foto de arquivo

As empresas de defesa dos EUA estão registrando um aumento notável nas encomendas num contexto de crescentes tensões entre a China e as Filipinas e os conflitos em curso entre Rússia e Ucrânia e no Oriente Médio.

No entanto, as perturbações relacionadas com a pandemia de Covid-19 nas cadeias de trabalho e de abastecimento ainda estão pesando sobre o setor.

Os cortes ocorrem no momento em que empresas de diversos setores estão implementando demissões para reduzir custos, com companhias de tecnologia no topo da lista.

Últimos comentários

Sim, 1.200 pobres coitados perderão seus empregos nessa indústria que ganha muito dinheiro com a desgraça alheia.
Tenha dó que informação ridícula os fabricantes de armas dis EUA nunca ganharam tanto
1% de 122.000 aé 1.220 empregos. A nível mundial essa informação foi relevante em que?
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.