Garanta 40% de desconto
🚀 6 ações que subiram +25% no 1º tri selecionadas pela nossa IA. Quais ações vão subir no 2º tri?Não perca a lista completa

Juro real está mais perto da taxa neutra do que o de outros emergentes, diz Campos Neto

Publicado 21.02.2024, 07:49
Atualizado 21.02.2024, 11:10
©  Reuters Juro real está mais perto da taxa neutra do que o de outros emergentes, diz Campos Neto

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, disse nesta quarta-feira, 21, que os juros do Brasil, em termos reais, estão mais perto da taxa neutra do que os de outras economias emergentes. Durante participação no café da manhã da Frente Parlamentar da Economia Verde, em Brasília, Campos Neto salientou que a diferença entre os juros reais e a taxa de equilíbrio aproximou-se - "está bem perto" - da observada no mundo avançado.

Quando a referência são pares emergentes, os juros do Brasil, disse Campos Neto, estão mais perto da taxa de equilíbrio do que outros países.

Ele citou como exemplo, nessa comparação, o Chile. Ao explicar por que os juros no país vizinho estão mais baixos do que os do Brasil, Campos Neto observou que a taxa de equilíbrio no Chile, em termos reais, está entre 1% e 1,5%, enquanto no Brasil ela gira entre 4,5% e 5%. "A questão é: por que nossa taxa de equilíbrio é tão alta?", assinalou Campos Neto.

Debate sobre ligação de preços aos riscos climáticos

O presidente do Banco Central disse ainda que as autoridades monetárias do mundo inteiro estão debatendo como seus mandatos de estabilidade de preços estão associados aos riscos climáticos. Ele observou que os choques climáticos afetam não só os preços de alimentos e energia, mas também provocam prêmios de risco e atingem a estabilidade financeira, os balanços de bancos e as cadeias de suprimento.

Na abertura de sua palestra, Campos Neto ressaltou que o tema da economia verde tornou-se importante no debate global, incluindo nas reuniões do G20, junto com a geopolítica e a reorganização de cadeias de produção.

Segundo o presidente do BC, a transição verde, conforme mostram pesquisas, leva a uma maior eficiência das cadeias produtivas, porém com aumento de custos no caminho, dada a compensação dos pesados investimentos realizados no processo. "É importante ter processo de produção mais sustentável, mas tem um aumento de custo no meio do caminho", pontuou.

Custo de logística em meio a tensões geopolíticas no mundo

Campos Neto também chamou a atenção para o aumento do custo de logística em meio a tensões geopolíticas no mundo. Ele observou ainda que a reorganização das cadeias globais de produção, influenciada por riscos na geopolítica, está custando dinheiro. Ao mesmo tempo, a transição verde não é linear ao longo do tempo, levando a aumentos de custo nas cadeias produtivas antes de resultar, no final, em ganhos de eficiência.

Durante o evento, o presidente do BC avaliou que a economia global segue o curso desinflacionário - com continuidade da flexibilização monetária em emergentes e indicações de cortes de juros em breve nas economias desenvolvidas -, porém sem a mesma contribuição de antes da desinflação de alimentos e energia.

Campos Neto destacou aos parlamentares que, enquanto os preços de bens têm comportamento positivamente influenciado pela China, que está "exportando deflação", a inflação de serviços está muito alta no mundo, dado o efeito do mercado de trabalho aquecido.

Últimos comentários

O juro real verdadeiro está negativo!!
Eu li até o fim para saber se tinha resposta do por que nossa taxa de equilíbrio  é 4,5/5% mas não houve. Soa até hipócrita o presidente do BC fazer essa pergunta, já que ele sabe a resposta "lugar comum", e a verdadeira que o mercado financeiro com suas chantagens impõem. O Brasil  já conseguiu se livrar da crise da divida externa, da inflação que diziam não ter jeito, mas com relação ao padrao de juros escorchantes não. É a proxíma batalha fundamental para o país, poder crescer e distribuir renda.  Eles preferem perder os anéis, mas manter os dedos, todos os 5, haja visto aceitarem tabelamento de juros de cheque especial, cartão de credito, desde que o cartel continue a faturar.
Se livrou da dívida externa criando uma dívida interna com juros mais altos. Inflação controlada graças aos altos juros, política monetária não é simples como você imagina.
Quem vai ao mercado de pires na mão para pegar dinheiro emprestado para cobrir os excessos de gasto é o Estado, os ditos chantagistas apenas impõem suas condições (Juros), ou você pessoa física chega no banco e pede empréstimo e diz quanto quer pagar? Óbvio que não! Não quer ceder as chantagens do mercado com seus juros? CONTROLE OS GASTOS!!! E esse é apenas uma pequena parte, política monetária é bem mais complexa.
Excelente explanação. 👏🏻👏🏻👏🏻
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.