Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Podemos almejar "bastante mais" em redução de compulsório, diz Serra do BC

Economia14.10.2021 11:46
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Homem caminha em frente à sede do Banco Central, em Brasília 04/10/2021 REUTERS/Adriano Machado

Por Marcela Ayres

BRASÍLIA (Reuters) -É possível almejar "bastante mais" na redução de compulsório no país, disse nesta quinta-feira o diretor de Política Monetária do Banco Central, Bruno Serra, ressalvando que o processo tem que ser seguro e está atrelado, na visão da autoridade monetária, à implementação ampla das chamadas linhas financeiras de liquidez (LFL).

Ao participar de congresso sobre gestão de riscos organizado pela Febraban (Federação Brasileira de Bancos), ele frisou que a alíquota efetiva de compulsório já é hoje por volta da metade do que era em 2019

Mas o nível de compulsório no Brasil como percentual do Produto Interno Bruto (PIB) ainda é elevado na comparação com outros países, disse Serra, embora também tenha caído: estava acima de 6% em 2019 e está hoje por volta de 4,5%.

Quando um depósito é feito numa instituição financeira, parte do valor é recolhido compulsoriamente no BC. Na prática, esta é uma ferramenta à disposição da autoridade monetária para regular a quantidade de moeda na economia, afetando diretamente o volume de recursos disponíveis para as instituições emprestarem.

"A gente pode almejar bastante mais dessa agenda, mas tem que ser um processo seguro como foi até aqui", afirmou Serra.

"O que limita reduções adicionais de compulsório a prazo nesse momento ainda é a construção da agenda perene, a gente ver as linhas de liquidez funcionais e a gente principalmente ampliar o escopo de ativos", completou.

No início de julho, o BC regulamentou as LFL, em um aperfeiçoamento de sua função clássica de emprestador em última instância. Por meio das LFL, as instituições financeiras poderão, a partir de 16 de novembro, usar debêntures e notas comerciais como garantia para obter empréstimos junto ao BC.

Este é um universo restrito de ativos, reconheceu Serra, mas a ideia é que novos ativos sejam incorporados depois e "relativamente rápido".

Segundo o diretor, a agenda evolutiva para as LFL deve incluir módulo de leilão e priorização das CCB (Cédulas de Crédito Bancário) entre os ativos elegíveis. Para Serra, as CCB, inclusive, deverão ser "game changer" neste processo.

O BC também estuda como inserir formas de ativos sustentáveis nesse escopo, indicou ele.

As LFL representam o projeto estruturante do BC para as LTEL-LFG, linhas que foram colocadas em operação de maneira extraordinária durante a crise de coronavírus para prover liquidez ao sistema, utilizando o crédito bancário das instituições como garantia.

Serra pontuou que o aprimoramento das linhas financeiras de liquidez e a redução estrutural dos recolhimentos compulsórios já estavam na agenda institucional do BC antes mesmo da crise, e são medidas intimamente ligadas.

"Esse é o jeito mais eficiente que o Banco Central tem para atuar em crises de liquidez e, dispondo desse instrumento, a gente vai conseguir ver estruturalmente menos compulsório, bastante menos compulsório do que tínhamos antes da crise", defendeu o diretor.

(Por Marcela Ayres; Edição de Camila Moreira e Isabel Versiani)

Podemos almejar "bastante mais" em redução de compulsório, diz Serra do BC
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (2)
Anderson santos
Anderson santos 14.10.2021 22:04
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bancos Lua!
Bruno El
Bruno El 14.10.2021 10:03
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Lá vem kkkkkkk
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail