😎 Promoção de meio de ano - Até 50% de desconto em ações selecionadas por IA no InvestingProGARANTA JÁ SUA OFERTA

Moedas Globais: euro recua, com política da França em foco; dólar oscila antes de CPI e Fed

Publicado 11.06.2024, 17:57
© Reuters.  Moedas Globais: euro recua, com política da França em foco; dólar oscila antes de CPI e Fed
EUR/USD
-
GBP/USD
-
USD/JPY
-
DXY
-

O euro recuou pelo segundo dia ante o dólar nesta terça-feira, 11, novamente pressionado diante de incertezas sobre o quadro político da França, após no fim de semana o presidente Emmanuel Macron convocar eleições antecipadas para o Legislativo, diante da derrota de seu partido em disputa para o Parlamento Europeu. Além disso, a divisa americana chegou a ficar apoiada pela expectativa com a divulgação na quarta-feira do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) e da decisão do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), mas não teve sinal único, com a libra retomando fôlego ao longo do dia.

No fim da tarde em Nova York, o dólar subia a 157,06 ienes, o euro recuava a US$ 1,0745 e a libra tinha alta a US$ 1,2744. O índice DXY, que mede o dólar ante uma cesta de moedas fortes, registrou alta de 0,08%, a 105,230 pontos.

Na França, partidos de esquerda e de direita buscavam coalizões, antes da disputa nas urnas em dois turnos, em 30 de junho e 7 de julho. A extrema-direita, com o partido Reagrupamento Nacional, teve resultado forte na votação pelo Parlamento Europeu, mas Macron aposta que o resultado em nível nacional pode favorecê-lo. Nesta terça, o presidente descartou renunciar, seja qual for o veredicto na disputa legislativa.

O ING comenta, em relatório a clientes, que a incerteza política francesa pressiona mercados de bônus no país e também contém o euro diante do dólar. A Eurasia ponderava que um Parlamento francês eventualmente comandado pela extrema-direita poderia ameaçar a aprovação de financiamento para interesses comuns da União Europeia, como em defesa ou para ajuda à Ucrânia na guerra contra a Rússia.

Já na agenda do Reino Unido, a taxa de desemprego subiu de 4,4% nos três meses até abril. Nos três meses até março, estava em 4,3%, e analistas projetavam manutenção. O salário semanal médio no país, excluindo-se bônus, subiu 6,0% na comparação anual no trimestre até abril, repetindo a variação vista no trimestre até março, quando se esperava alta de 6,1%. O BBH comentava, após os dados, que o quadro no mercado de trabalho britânico desacelera, mas mercado ainda não precificava no nível que o banco de investimentos considera adequado a possibilidade de corte de juros em agosto, pelo Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês).

Nos EUA, há expectativa pelo CPI de maio na próxima manhã, com analistas em geral esperando manutenção do quadro do mês anterior ou desaceleração apenas modesta em relação aos dados de abril, a depender do componente. Com a inflação persistente, os analistas também esperam que o Fed reveja para baixo a quantidade de cortes de juros até o fim deste ano, com prováveis ajustes também em horizontes mais longos, enquanto a política monetária deve ser mantida amanhã.

Ante moedas emergentes, o dólar subia a 18,5327 pesos mexicanos. A moeda do México continuava a ser pressionada pelo quadro político local, com a possibilidade de aprovação de reformas constitucionais que desagradam investidores. Hoje, a presidente eleita, Claudia Sheinbaum, minimizou a reação dos mercados às discussões sobre essa reforma, ao considerar que a economia do país segue "sólida" e com mercado consumidor doméstico fortalecido.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.