Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Petróleo: panorama da semana de 14 a 18 de maio

Commodities13.05.2018 08:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Cotação do petróleo registra ganhos na semana após EUA deixar acordo nuclear com Irã

Investing.com - O foco no mercado de petróleo nesta semana irá se manter sobre a tensão geopolítica no Oriente Médio após o presidente Donald Trump ter retirado os Estados Unidos do acordo nuclear iraniano.

A cotação do petróleo subiu acentuadamente na semana passada após Trump ter retirado o país do acordo nuclear internacional com o Irã e voltar a impor "o mais alto nível de sanções econômicas" contra o país.

Alguns analistas disseram que o restabelecimento de sanções poderia levar a um fornecimento mundial mais reduzido de petróleo, uma vez que dificulta a exportação de petróleo pelo Irã.

O Irã, que é um grande produtor de petróleo do Oriente Médio e membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), retomou seu papel como um grande exportador de petróleo em janeiro de 2016, quando as sanções internacionais contra Teerã foram removidas em troca de restrições ao programa nuclear iraniano.

A saída do acordo deixa os EUA em conflito com a Europa e outras partes envolvidas, que tentarão mantê-lo.

Isso também pode aumentar as tensões no Oriente Médio, especialmente entre Israel e o Irã.

Contratos futuros de petróleo bruto WTI, negociados em Nova York, encerraram a semana em alta de cerca de 1,4%, cotados a US$ 70,70 o barril, a quarta semana positiva em um período de cinco. Na quinta-feira, a referência norte-americana chegou à máxima intradiária de US$ 71,89, seu melhor nível desde 28 de novembro de 2014.

Além disso, contratos futuros petróleo Brent, negociados em Londres e referência para preços do petróleo fora dos EUA, fecharam a semana cotados a US$ 77,12 o barril, alta de 2,8% no período. Na quinta-feira, atingiram US$ 78,00, máxima de três anos e meio.

Além da geopolítica, investidores de petróleo também irão continuar a pesar a elevação constante nos níveis de produção dos EUA na semana a seguir, já que o aumento na atividade de extração do país era um dos poucos fatores que pressionavam para baixo a cotação do petróleo em um ambiente de alta.

Exploradores dos EUA acrescentaram 10 sondas de petróleo na semana encerrada em 11 de maio, levando o total para 844, maior número desde março de 2015, conforme afirmou a Baker Hughes da General Electric (NYSE:GE), empresa prestadora de serviços de energia, em seu relatório na sexta-feira.

Foi o sexto aumento semanal consecutivo na contagem de sondas, o que dá destaque às preocupações com o aumento da produção dos EUA.

De fato, a produção doméstica de petróleo, guiada pela extração de shale oil, chegou à máxima histórica de 10,70 milhões de barris por dia na semana passada, afirmou a Administração de Informação de Energia dos EUA.

Apenas a Rússia atualmente tem produção maior, com 11 milhões de barris por dia.

Novos dados semanais sobre os estoques comerciais de petróleo bruto nos EUA na terça e na quarta-feira para avaliar a força da demanda do maior consumidor de petróleo do mundo e a rapidez com que os níveis de produção irão continuar a subir irão capturar a atenção do mercado.

Agentes do mercado também estarão atentos a relatórios mensais da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e da Agência Internacional de Energia na segunda-feira e na quarta-feira para avaliar os níveis globais de oferta e demanda de petróleo.

A Opep e 10 produtores externos ao cartel, incluindo a Rússia, têm reduzido a produção de petróleo em cerca de 1,8 milhão de barris por dia desde o início do ano passado para diminuírem os estoques globais para a média de cinco anos. O acordo tem validade até o final de 2018.

O cartel irá se reunir em junho para decidir se o acordo de cortes na produção deverá ser ajustado com base nas condições de mercado.

Antes da semana que está por vir, a Investing.com compilou uma lista com estes e outros eventos significativos que podem afetar o mercado de petróleo.

Segunda-feira

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo publicará sua avaliação mensal dos mercados de petróleo.

Terça-feira

O Instituto Americano de Petróleo, grupo do setor petrolífero, deverá publicar seu relatório semanal sobre a oferta de petróleo nos EUA.

Quarta-feira

A Agência Internacional de Energia divulgará seu relatório mensal de oferta e demanda globais de petróleo.

Ainda neste dia, a Administração de Informações de Energia dos EUA deve divulgar seus dados semanais sobre estoques de petróleo e de gasolina

Quinta-feira

O governo norte-americano irá divulgar relatório semanal da oferta de gás natural em estoque.

Sexta-feira

A Baker Hughes divulgará seus dados semanais sobre a contagem de sondas de petróleo nos EUA.

Petróleo: panorama da semana de 14 a 18 de maio
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail