Últimas Notícias
Investing Pro 0
❤️ Ajude as vítimas do terremoto na Síria e na Turquia Doar

PT cobra cargos de Lula no primeiro escalão, mas enfrenta disputa interna

Política 08.12.2022 12:11
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. PT cobra cargos de Lula no primeiro escalão, mas enfrenta disputa interna

O PT cobra do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva mais cargos no primeiro escalão. Até agora, o plano de Lula de fazer um governo com "menos PT" tem provocado divergências e queixas no partido. O Ministério da Saúde, por exemplo, um dos mais cobiçados da Esplanada, é alvo de uma disputa interna. De um lado, o deputado Alexandre Padilha (SP) defende o nome da presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima, para a vaga. De outro, o senador Humberto Costa (PE) quer indicar Arthur Chioro. Nísia é hoje a mais cotada para assumir a Saúde.

A lista do PT será discutida nesta quinta-feira, 8, durante reunião do Diretório Nacional, quando o partido baterá o martelo sobre os nomes que vai apresentar a Lula. No Ministério da Educação, as bancadas de deputados e senadores do PT tentam emplacar o líder do partido na Câmara, Reginaldo Lopes (MG). O núcleo de Educação e Cultura aprovou a indicação de Reginaldo por unanimidade.

O petista disputa a cadeira com a governadora do Ceará, Izolda Cela (sem partido). Neste ano, ele tentou concorrer ao Senado, mas abriu mão da candidatura em prol de uma aliança do PT com o PSD em Minas. Foi escalado pela campanha de Lula para falar sobre educação em entrevistas e sabatinas durante o período eleitoral.

Mesmo assim, Izolda Cela desponta como uma das favoritas para o MEC. A atual governadora do Ceará foi secretária de Educação de Sobral e também do Estado. O Ceará é considerado exemplo nos índices de avaliação de educação básica. Izolda conta com o apoio público de organizações como o Todos Pela Educação e a Fundação Lemann. Ela foi filiada ao PDT do ex-ministro Ciro Gomes, que disputou sem sucesso o Palácio do Planalto, mas hoje está sem partido.

Além do PT

Lula já disse mais de uma vez que seu governo irá além do PT e será composto por quadros que representem as forças políticas da campanha e os apoios recebidos. A conta não fecha porque integrantes do partido pedem espaço em quase metade dos ministérios. O novo governo deve ter entre 30 e 33 pastas.

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad é dado como certo para a Fazenda. A chamada "cozinha" do Planalto também ficará com o PT. Para a Casa Civil, o mais cotado é o governador da Bahia, Rui Costa, que termina o segundo mandato neste mês.

Na configuração planejada por Lula, a Casa Civil terá um perfil mais gerencial. Ex-ministro da Saúde no governo Dilma Rousseff, Alexandre Padilha pode comandar Relações Institucionais, cargo que também já ocupou, e ficar responsável pela articulação política do Planalto com o Congresso.

Interlocutor de Lula em várias áreas e com trânsito no meio empresarial, Padilha tem insistido na indicação de Nísia Trindade Lima para a Saúde. Socióloga, ela ganhou notoriedade ao comandar a Fiocruz, instituição que auxiliou nas pesquisas para desenvolver as vacinas contra covid-19. A exemplo de Padilha, o senador Humberto Costa, Arthur Chioro e José Gomes Temporão compõem o gabinete de transição, instalado no Centro Cultural Banco do Brasil (BVMF:BBAS3) (CCBB), e são ex-ministros da Saúde.

O presidente eleito deu sinais de que pretende nomear uma mulher para esse cargo. A cardiologista Ludhmila Hajjar também está na equipe de transição e é lembrada para a vaga, mas, ao que tudo indica, não integrará a Esplanada.

A Secretaria-Geral da Presidência tem na lista nomes como o do deputado Emídio de Souza e o do advogado Marco Aurélio de Carvalho, coordenador do grupo Prerrogativas.

O Ministério do Desenvolvimento Social, que coordenará o novo Bolsa Família de R$ 600 e outros programas sociais, também é cobiçado pelo PT. Se depender do partido, essa cadeira ficará com Tereza Campello, que já foi titular da pasta no governo Dilma. Lula, porém, está inclinado a entregar o ministério para a senadora Simone Tebet (MDB-MS), que ficou em terceiro lugar na disputa presidencial e o apoiou no segundo turno da eleição.

PT cobra cargos de Lula no primeiro escalão, mas enfrenta disputa interna
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (6)
Carlos Andre
Carlos Andre 08.12.2022 16:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
começou a briga entre os ladrão .
Patrick De Traglia
Patrick De Traglia 08.12.2022 13:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Faz o L, essa conta não ficará na minha consciência
Alexandre Pelisson
Alexandre Pelisson 08.12.2022 12:53
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
só ratazana.... que país lixo!!!!!!!!!!
Ederaldo Semioni
Ederaldo Semioni 08.12.2022 12:47
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Enquanto isso em SP e outros,,, os bozos tentam arrumar uma boquinha,,,,
Hector Bonilla
Hector Bonilla 08.12.2022 12:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
briga pra ver quem vai meter a mão no dinheiro primeiro. Faz o L!
Solano Euzébio
Solano Euzébio 08.12.2022 12:34
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Os ratos brigando entre si.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail