Libere dados premium: até 50% de desconto InvestingProGARANTA JÁ SUA OFERTA

Designer da Valentino deixa a empresa após 25 anos

Publicado 22.03.2024, 14:33
© Reuters. Modelos apresentam criações do designer Pierpaolo Piccioli em desfile de alta costura para a grife Valentino, no Chateau de Chantilly, perto de Paris, França
05/07/2023
REUTERS/Sarah Meyssonnier
BARC
-
PRTP
-

Por Elisa Anzolin e Mimosa Spencer

MILÃO (Reuters) - O diretor criativo da Valentino, Pierpaolo Piccioli, está deixando a grife italiana, marcando a mais recente de uma série de mudanças de estilistas de alto nível no setor.

A grife informou nesta sexta-feira que havia concordado com Piccioli em encerrar sua colaboração, acrescentando que uma nova "organização criativa" seria anunciada em breve.

A enxurrada de mudanças recentes de design ocorre em um momento em que o setor de luxo se ajusta a um crescimento menor após um frenesi de gastos pós-pandemia.

O Barclays (LON:BARC) projeta que as vendas do setor aumentarão cerca de 5% neste ano, abaixo dos quase 9% registrados no ano passado, à medida que os consumidores mais jovens controlam as compras em meio ao aumento dos custos.

Conhecido por seus designs de alta costura dramáticos e populares no tapete vermelho, Piccioli começou na Valentino em 1999 e assumiu o cargo de único diretor criativo em 2016.

"Sua contribuição nos últimos 25 anos deixará uma marca indelével", disse o presidente da Valentino, Rachid Mohamed Rachid.

Piccioli afirmou na mesma declaração: "Estou nesta empresa há 25 anos, e há 25 anos existo e convivo com as pessoas que teceram as tramas dessa linda história que é minha e nossa".

O grupo de luxo francês Kering (EPA:PRTP) comprou uma participação de 30% na Valentino no ano passado do fundo de investimentos Mayhoola, do Catar, com a opção de comprar o restante em cinco anos.

A principal marca da Kering, a Gucci, passa por uma revisão de design, sob a direção criativa de Sabato de Sarno -- que já trabalhou ao lado de Piccioli e foi recrutado no ano passado para substituir Alessandro Michele -- enquanto sua marca menor, Alexander McQueen, substituiu a diretora criativa de longa data Sarah Burton por Sean McGirr no final do ano passado.

© Reuters. Modelos apresentam criações do designer Pierpaolo Piccioli em desfile de alta costura para a grife Valentino, no Chateau de Chantilly, perto de Paris, França
05/07/2023
REUTERS/Sarah Meyssonnier

Outro estilista de alto nível, Dries Van Noten, anunciou no início desta semana seus planos de se aposentar de sua marca, que pertence ao grupo espanhol Puig.

Enquanto isso, a Givenchy, de propriedade da LVMH, ainda não substituiu Matthew M. Williams, que saiu no início do ano.

(Reportagem de Elisa Anzolin e Mimosa Spencer)

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.