🚀 Ações escolhidas por IA em alta. PRFT com alta de +55% em 16 dias. Não perca as ações de junho!Acessar lista completa

Lula cobra mais produção da indústria automotiva e retorno do Salão do Automóvel

Publicado 12.04.2024, 20:01
Atualizado 12.04.2024, 20:05
© Reuters. Vista aérea de veículos novos estacionados em espaço da fábrica da Volkswagen em São José dos Campos, São Paulo, Brasil
07/01/2015 
REUTERS/Roosevelt Cassio

Por Fabricio de Castro

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou nesta sexta-feira um evento com executivos da indústria automotiva para cobrar o aumento da produção de veículos no Brasil e o retorno do Salão do Automóvel, realizado pela última vez em 2018.

Em fala na inauguração da nova sede da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), em São Paulo, Lula lamentou que a produção de veículos no Brasil tenha caído nos últimos anos.

“Estamos produzindo metade dos veículos que produzíamos em 2010. Quem errou?”, questionou Lula, para uma plateia que contava com alguns dos presidentes das maiores fabricantes de veículos do país.

Lula pontuou que em 2010, no fim de seu segundo mandato, havia a projeção de produção de 6 milhões de veículos no Brasil em 2015, número que acabou não sendo alcançado pela indústria.

Dados da Anfavea mostram que em 2015 foram produzidos 2,4 milhões de veículos, bem menos que a projeção citada pelo presidente. No ano passado -- o primeiro do terceiro mandato de Lula -- foram fabricados 2,3 milhões de veículos.

© Reuters. Vista aérea de veículos novos estacionados em espaço da fábrica da Volkswagen em São José dos Campos, São Paulo, Brasil
07/01/2015 
REUTERS/Roosevelt Cassio

“Uma das tarefas do Estado... é fazer com que o trabalhador possa ganhar um pouco mais para comprar um carro, é fazer com que a taxa de juros seja menor”, disse Lula no evento, ao defender a produção de veículos para o mercado interno.

Em sua fala, o presidente pediu ainda que a Anfavea volte a apoiar a realização do Salão do Automóvel, evento tradicional da indústria automotiva brasileira que não é realizado há cinco anos. Lula disse que era frequentador do evento, considerado por ele importante para que o setor exponha novas tecnologias e faça negócios.

Lula participou nesta sexta-feira da cerimônia de inauguração da nova sede da Anfavea, em São Paulo, ao lado do vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, e dos ministros da Fazenda, Fernando Haddad, de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, e da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.