Últimas Notícias
Investing Pro 0
🚨 Nossos dados Pro revelam a melhor ação da temporada de balanços Acesse dados

Últimas Notícias

Camil cancela 10 milhões de ações ordinárias

“O Crash Inevitável”; saiba o que pensa Nouriel Roubini sobre a economia global

Ações 07.12.2022 20:20
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Por Alessandro Albano

Investing.com – Nouriel Roubini, renomado economista e professor emérito da Universidade de Nova York, ganhou notoriedade por suas previsões bastante pessimistas sobre o estado da economia global e dos mercados financeiros. Mas seu artigo de opinião no Project Syndicate, intitulado “O Crash Inevitável”, foi além, ao dizer que o mundo globalizado sofrerá um colapso inevitável daqui a alguns meses, o qual nem mesmo os bancos centrais serão capazes de evitar.

“Depois de anos de políticas fiscais, monetárias e de crédito ultrafrouxas e o início de grandes choques negativos de oferta, as pressões estagflacionárias estão agora exercendo pressão sobre a enorme montanha de dívidas do setor público e privado”, escreveu o economista, alertando que “a mãe de todas as crises está chegando, e as autoridades pouco poderão fazer”.

Em seus argumentos, Roubini aponta dados sobre o endividamento, descritos como “assombrosos”. Em suas palavras: “Em todo o mundo, o endividamento total dos setores público e privado como porcentagem do PIB cresceu de 200% em 1999 para 350% em 2021. A proporção atingiu agora 420% nas economias avançadas e 330% na China. Nos Estados Unidos, é de 420%, número maior do que durante a Grande Depressão e no pós-Segunda Guerra Mundial”.

Esse excesso de endividamento vem ocorrendo há bastante tempo e, de acordo com o artigo, os juros baixos mantiveram de pé “zumbis insolventes”, como “famílias, corporações, bancos, instituições financeiras paralelas, governos e até mesmo países inteiros” durante a crise de 2008 e no biênio da Covid.

Mas agora a inflação, alimentada pelas mesmas políticas fiscais, monetárias e de crédito ultrafrouxas, encerrou “esse Renascer dos Mortos Financeiros”, na avaliação de Roubini. Com os bancos centrais forçados a aumentar os juros, “os zumbis estão enfrentando um forte aumento dos custos de serviço das suas dívidas”.

Essa mudança radical representa “um triplo golpe”, na medida em que a inflação já está deteriorando a renda real das famílias e reduzindo o valor do seu patrimônio, como propriedades imobiliárias e ativos financeiros. “O mesmo se aplica às frágeis e superalavancadas corporações, instituições financeiras e governos: eles estão enfrentando uma intensa alta dos custos de crédito, uma queda da renda e da receita, bem como a desvalorização de seus ativos, tudo isso a um só tempo”.

Ao contrário das crises mencionadas anteriormente, as políticas ultrafrouxas não podem ser mais implementadas, já que jogariam mais lenha na fogueira da inflação, e isso, aponta o economista, levará a uma recessão profunda e prolongada, bem como a uma grave crise financeira.

“Com o estouro das bolhas dos ativos, a disparada na taxa de serviço das dívidas e a queda da renda ajustada pela inflação por parte das famílias, corporações e governos, a crise econômica e o crash financeiro se retroalimentarão”, vaticina o artigo.

“Sem dúvida”, escreve Roubini, “as economias avançadas que se endividaram em suas próprias moedas podem usar um episódio de inflação inesperada para reduzir o valor real de algumas dívidas de longo prazo a taxas fixas. Diante da indisposição dos governos de elevar os impostos ou cortar os gastos para reduzir seus déficits, a monetização do déficit dos bancos centrais novamente será vista como o caminho de menor resistência. Mas é impossível enganar todas as pessoas o tempo todo”.

“A mãe de todas as crises de dívida estagflacionária pode ser adiada, mas não evitada”, conclui Roubini no Project Syndicate.

“O Crash Inevitável”; saiba o que pensa Nouriel Roubini sobre a economia global
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (48)
Isaac Alves
Isaac Alves 09.01.2023 14:21
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Com o Bolsa-Esmola e a Picanha não crise que abale o Brasil. Rumo ao padrão Finamarca com Lula...
05.01.2023 14:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Doutor CAOS! Para esse cara todo ano vai ser o fim do mundo.
Alex Seixas
Alex Seixas 26.12.2022 17:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O Nine vai roubar a cena. Relax
Paulo Russomanno
Russom 26.12.2022 17:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Em se tratando de roubo o “ home” é um assombro
Cristiano Fox
Cristiano Fox 21.12.2022 11:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
só ficar 72hs na porta do quartel e não aceitar que tudo se resolve... tomando muita Cloroquina e ivermectina
Fernando Portella
Fernando Portella 10.12.2022 12:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Artigo interessante é preocupante. O contexto está muito complicado. 2023 não será um ano de “arroubos” de novos investimentos. Na carteira atual de investidas foco deve ser no “pacing” do Capex e fluxo de caixa (FCO). Ano será dificílimo para quem está muito alavancado.
Guilherme Duarte
Guilherme Duarte 09.12.2022 17:44
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Relaxa, meu amigo que estuda economia falou que com o lula vai ser sucesso!
GERMANO QUEIROZ
GERMANO QUEIROZ 08.12.2022 21:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
E o Brasil que vinha no caminho certo, resolveu pular na ribanceira. Todo povo tem o governo que merece! Faz o L
Bruno Ferreira Motta Teixeira
Bruno Ferreira Motta Teixeira 08.12.2022 21:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
o caminho da fome, do privilégio dos milicos, da falta de verba para saúde e educação....que pena . qualquer desvio desse paraíso verde e amarelo...é de se se lamentar
João Marcos
João Marcos 08.12.2022 19:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ele usou questões que define muitas economias atualmente, mas trata-se de uma visão generalizada.
José Artur Medina
José Artur Medina 08.12.2022 11:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O PT precebeu que no Brasil a luta de classes não se dava entre ricos x pobres, e sim entre funcionários públicos e o resto da população que sustenta os supersalários desta aristocracia, que fez para si, uma legislação trabalhista. O PT ocupou estes cargos e agora irá saquea-los, de novo, as estatais como a  Petro estão na mira, o momento é de operar vendido/CDB pós ficado e dólar. Por quê? Por quê nosssas empresas exibirão balanços piores, não pagarão dividendos e irão abraçar os gastos públicos, como a Petro que ficará com o prejuízo da gastança. Petro agora é mantida por meio de manipulação, á revelia dos fundamentos.
Samdro Machado da Costa
Samdro Machado da Costa 08.12.2022 11:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O PT e a maior parte da população perceberam GADOZÉ que a luta não estava entre classes, mas sim entre os mais ricos... Por isso elegeram o Luladrão acreditando que faria diferente do CAPETÃO PEDÓFILO...
Luciana Bezerra
Luciana Bezerra 08.12.2022 10:49
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Faz o L e aguenta a gastança do Brasil, com PECs e PECs... crise mundial e escolheram um presidente que gosta de distribuir dinheiro com seus companheiros... e venha PEC DO ESTOURO e etc... falaram do melhor governo que foi o de Bolsonaro que reduziu ministérios,que acabou com a safadeza de gastança pública, lei ruanet entre outras...agora vejam o Brasil afudar e vcs vão vê quem realmente perdeu, mané!
Ricardo de Oliveira
Ricardo de Oliveira 08.12.2022 10:49
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Fizeram arminha em 2018 e entre 2019 e 2022 o atual governo furou o teto de gastos em 795 bilhoes, e o rimbo no orçamento está em 400 bilhoes. Contra fatos nao há argumentos. A economia real é feita de dados reais e estatisticas, e nao de paixoes, ideologias e achismos. Precisa se informar mais e corretamente, se nao, voce nao irá muito longe no mercado financeiro caso esteja nele ou pensando em entrar.
Luciana Bezerra
Luciana Bezerra 08.12.2022 10:49
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Vc não sabe de nada é melhor fazer arminha com bandidos que deixar eles fazerem arminha com agente... se vc não sabe fica sabendo que quando Bolsonaro assumiu ja estava no rombo deixado pelo teu partido o PT, e se toda crise do covid, guerra, hídrica fosse com o PT estavamos ferrados! O atual governo foi o melhor em passar por todas essas crises... vc ta muito alienado na GLOBO, acorda... não! Melhor aguarde o futuro e verá o que o PT nos reserva. Fica na paz!
José Artur Medina
José Artur Medina 08.12.2022 10:49
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ricardo de Oliveira  , caro, quando se gasta mais do que se arrecada, cria-se inflação. Não houve inflação no governo Bozo e sim deflação. As reservas existem para serem gastas em situações de emerg~enciais, como a pandemia, não porquê simplesmente o PT quer gastar sem cortar gastos.
Samdro Machado da Costa
Samdro Machado da Costa 08.12.2022 10:49
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Inflação de 2 dígitos GADOZÉ e vc diz que não houve inflação? Teve uma trégua apenas por causa das medidas não eleitoreiras do CAPETÃO PEDÓFILO....
Gandhi Pavezi
Gandhi Pavezi 08.12.2022 10:49
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
vc tirou essa informação da onde, Zé? acho q é preciso fazer uma pesquisa em fontes fidedignas, pq essa q vc tá usando tá te enganando.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail