Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Odebrecht fecha acordo de R$ 660 mi por 'ilícitos confessados' em obras no Rio

Ações25.01.2022 19:49
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Odebrecht fecha acordo de R$ 660 mi por 'ilícitos confessados' em obras no Rio

A Procuradoria Geral do Estado e a Controladoria Geral do Estado do Rio de Janeiro assinaram nesta segunda-feira, 24, acordo de leniência em que a Novonor S.A. - antiga Odebrecht - se compromete a desembolsar cerca de R$ 660 milhões, entre pagamentos e desistência de cobranças.

Segundo a PGE, ao longo dos próximos 23 anos, a empresa vai pagar R$ 330 milhões ao Estado referentes a restituição de lucro e pagamento de multa por 'ilícitos confessados' em contratos de obras de infraestrutura.

O órgão citou contratos ligados ao PAC Favelas, ao Arco Metropolitano, à obra e concessão do Maracanã, à construção da Linha 4 do Metrô, e a obras de reparos dos estragos provocados pelas enchentes dos rios Muriaé e Pomba, no noroeste do Rio.

Ainda de acordo com a Procuradoria, o acordo com a Novonor também prevê a desistência da arbitragem que discute a concessão do Maracanã e na qual a empresa cobra R$ 330 milhões do Estado por alegados prejuízos.

A empreiteira ainda apresentará provas que tornarão possível a anulação do contrato da linha 4 do metrô, propiciando que o Estado possa fazer nova licitação para concluir a obra, diz o órgão.

A Procuradoria Geral do Estado também indicou que a Novonor se comprometeu a apresentar provas contra agentes públicos e privados 'que ajudarão no combate à corrupção e na recuperação de outros ativos'.

O acordo foi assinado pelo Procurador-Geral do Estado, Bruno Dubeux, pelo Controlador-Geral do Estado, Jurandir Lemos Filho, e pelo diretor superintendente das operações da Novonor no Brasil, Raul Ribeiro, e a advogada Luciana Levy.

Trata-se terceiro acordo de leniência assinado pelo Rio de Janeiro com empresas denunciadas no âmbito da Operação da Lava Jato. O primeiro foi celebrado em janeiro de 2021 com a Andrade Gutierrez e envolveu R$ 66,5 milhões. O segundo, fecho em setembro com a Carioca Engenharia, devolverá R$ 132 milhões aos cofres do Estado.

A PGE diz que há, no âmbito dos acordos, mais de R$ 500 milhões em dinheiro a serem devolvidos, além de outros R$ 400 milhões referentes à desistência de ações de cobrança propostas pelas empreiteiras contra o Estado.

COM A PALAVRA, A NOVONOR

Até a publicação deste texto, a reportagem buscou contato com a empreiteira, mas sem sucesso. O espaço está aberto para manifestações.

Odebrecht fecha acordo de R$ 660 mi por 'ilícitos confessados' em obras no Rio
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (11)
Nivaldo Silva
Nivaldo Silva 26.01.2022 23:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Nossa! estranho o STF não puniu nenhuma corrupção envolvendo o governo da época, inclusive ele quer voltar pra oubsr o restante.
Mamoru Uehara
Mamoru Uehara 26.01.2022 6:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Messias liberou geral tudo. verbas wue nao precisam descrever pra que foram destinadas. claro que a maioria colocou no bolso né. politica podre. mas ninguem vai midar isso pq quem entra la tambem quer a mamata.
Mamoru Uehara
Mamoru Uehara 26.01.2022 6:49
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
kkk roubou mas agora pagou...ja esta tudo limpo.
Mant Neuman
BombeirAristides 26.01.2022 6:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Isso de roubar usando empreiteira é coisa de 9 dedos. Agora, com o dez dedos, o bandido saqueia os cofres públicos direto do orçamento, com seu mensalão de 18bi. A única coisa aque não mudou foram os isquirdistas bozolistas e lulistas. Estes continuam defendendo cegamente a roubalheira do seu bandidinho de estimação.
Mamoru Uehara
Mamoru Uehara 26.01.2022 6:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
mudou é que foi legalizado entre aspas a roubalheira kkk. agora é legal. messias ai so no nome. pq ta pior que tiradentes.
karl peter Baendereck
karl peter Baendereck 26.01.2022 1:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
surreal,este acordo !! e a Odebrescht não falou.viva ...os caras são muuuuito competentes
Rafael Sabbag
Rafael Sabbag 26.01.2022 1:32
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
E o 9 fingers? Aquele bonitão? Roubou para um cac3te e o jornal mam4ndo forte!
Adriano Rocha
Adriano Rocha 26.01.2022 0:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Engraçado que a matéria não fala do ladrão do dinheiro...oh mídia comprada!!!
Jean Patrick
Jean Patrick 25.01.2022 23:30
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
em um país sério essa empresa ja estava fechada, mas aqui é o brazil pode roubar, se der ruim é só confessar pagar parte do roubo parcelado
Renato ccc
Renato ccc 25.01.2022 22:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
estranho tantos ilícitos, a empresa sendo penalizada por pagar certos políticos, e esses mesmos deveriam continuar na cadeia mas estão se candidatando a presidente. coisa de doido
Ricardo P Silveira
Ricardo P Silveira 25.01.2022 22:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mas os políticos (os que de fato receberam propina na cueca) continuam presos (Antonio Palocci)
zeni moura
zeni moura 25.01.2022 21:57
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Cade os edquerdinhas ai reclamando do atual governo?! Antes estava melhor!!?
Ricardo P Silveira
Ricardo P Silveira 25.01.2022 21:57
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Temos mesmo que agradecer. Muito obrigado 😎👉👉 Sérgio Moro 2022
João Jorge
João Jorge 25.01.2022 21:57
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Sergio Moro 2022 !!
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail