Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Últimas Notícias

Após ameaça de greve dos caminhoneiros, ainda há protestos pontuais, sem bloqueio

Pessoas querem notícias confiáveis, diz Instituto Reuters

Ações22.06.2021 20:46
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Homem faz compra em banca de jornal em Veneza, na Itália 14/04/2020 REUTERS/Manuel Silvestri

Por Guy Faulconbridge

LONDRES (Reuters) - A pandemia de coronavírus alimentou a fome por notícias confiáveis ​​em um momento de crise global, e uma ampla maioria das pessoas deseja que os veículos de comunicação sejam imparciais e objetivos, disse o Instituto Reuters para o Estudo do Jornalismo.

A confiança nas notícias cresceu durante a pandemia, especialmente na Europa Ocidental, ajudando marcas com reputação de reportagens confiáveis, embora a desconfiança tenha sido particularmente aparente na mídia polarizada dos Estados Unidos.

Uma ampla maioria de pessoas em todos os países acredita que os meios de comunicação devem refletir uma variedade de pontos de vista e tentar ser neutros, disse o instituto em seu relatório anual (https://reutersinstitute.politics.ox.ac.uk/digital-news-report/2021).

"Passamos por um período muito sombrio e grande parte do público reconhece que as organizações de notícias muitas vezes são responsáveis pela luz nessa escuridão", disse Rasmus Nielsen, diretor do Instituto Reuters.

"Tem havido uma maior valorização das notícias confiáveis ​​em geral", afirmou ele à Reuters. "Está muito claro em nossa pesquisa, país por país, faixa etária por faixa etária, que a grande maioria deseja que o jornalismo tente ser neutro."

O relatório é baseado em pesquisas que abrangem 46 mercados e mais da metade da população mundial.

A acelerada revolução tecnológica representa que 73% das pessoas agora acessam notícias por meio de um smartphone, contra 69% em 2020, enquanto muitos usam as mídias sociais ou aplicativos de mensagens para consumir ou discutir notícias. O TikTok agora atinge 24% das pessoas com menos de 35 anos, com taxas de penetração mais altas na Ásia e na América Latina.

O Facebook é visto como a principal via para disseminação de informações falsas, embora aplicativos de mensagens, como o WhatsApp, também desempenhem um papel importante nesse caso.

Mas os gigantes da tecnologia também serviram como uma avenida para a dissidência, disse o Instituto Reuters, citando protestos no Peru, Indonésia, Tailândia, Mianmar e Estados Unidos.

Mais pessoas desconfiavam das notícias do que confiavam nelas nos Estados Unidos, onde a derrota de Donald Trump nas eleições presidenciais de 2020 reduziu a demanda por notícias.

Em termos gerais, as pessoas que sentiram que a mídia foi injusta eram aqueles com uma visão política inclinada à direita. Jovens de 18 a 24 anos, negros e hispano-americanos, alemães orientais e certas classes socioeconômicas britânicas achavam que estavam sendo retratados de forma injusta.

“Embora o jornalismo imparcial ou objetivo seja cada vez mais questionado por alguns, em geral as pessoas apoiam fortemente o ideal de notícias imparciais”, escreveu Craig T. Robertson, pesquisador de pós-doutorado do Instituto, no relatório. "As pessoas querem o direito de decidir por si mesmas."

O Instituto Reuters para o Estudo do Jornalismo é um centro de pesquisa da Universidade de Oxford que acompanha as tendências da mídia. A Fundação Thomson Reuters, braço filantrópico da Thomson Reuters, financia o instituto.

Pessoas querem notícias confiáveis, diz Instituto Reuters
 

Artigos Relacionados

Revisão de 170 mil benefícios do INSS começa em agosto
Revisão de 170 mil benefícios do INSS começa em agosto Por Agência Brasil - 27.07.2021

Agência Brasil - Cerca de 170 mil segurados da Previdência Social que recebem benefícios por incapacidade temporária – o antigo auxílio-doença – devem ficar atentos para agendar...

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (25)
Marco Antonio
Marco Antonio 23.06.2021 12:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não confunda notícia confiável com imparcial. Nada substitui um leitor com senso crítico.
elton szweryda santos
elton szweryda santos 23.06.2021 8:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
o título da matéria está correto, porém a própria reuters não cumpre esse propósito, sendo hoje a maior criadora de fake News, quando vocês irão mudar pra melhor?
Alex Sapucaia
Alex Sapucaia 23.06.2021 7:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Comentários estão sendo censurados.
Alex Sapucaia
Alex Sapucaia 23.06.2021 7:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ou seja , saindo dos meios da grande manipulação dos jornais tradicionais e buscando fontes mais confiáveis que estão atreladas a realidade.
claudio zanatta
claudio zanatta 23.06.2021 7:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Quando é mesmo a missa de sétimo dia do jornalismo isento ???
Fernando Borelli
Fernando Borelli 23.06.2021 7:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Basta começar a processar jornalistas que divulgam notícias falsas, manipuladas e com viés político. Embora no Brasil, parece- me que até a justiça está protegendo essa gente podre.
Mant Newmann
MaNve 23.06.2021 7:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
kkkkkkk. So o desgoverno e sua horda de fanáticos podem mentir e distorcer a verdade?
Gislaine Duarte
Gislaine Duarte 23.06.2021 6:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Nossa, falar o óbvio agora é notícia, pra ver o nível extremamente baixo do jornalismo. Essa é numa profissão que já morreu, mesmos os poucos confiáveis tem que se submeter à agenda do empregador
Mant Newmann
MaNve 23.06.2021 6:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ainda mais neste momento que temos uma horda de ratazanas espalhando mentiras para defender pilitico bandidinho de estimação.
Fernando Borelli
Fernando Borelli 23.06.2021 6:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
"pilitico"? Você é jornalista da Globolixo, UOL ou CNN?
Mant Newmann
MaNve 23.06.2021 6:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não precisa ser jornalista para entender que político não deve ser bajulado com mentiras ou distorções. Muito menos fanáticamente, ainda mais quando é corrupto e incompetente como Lula e Bozo
joas Silva
joas Silva 23.06.2021 5:21
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
por isso q nao leio Reuters
Rafael Rodrigues
Rafael Rodrigues 23.06.2021 1:35
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
como ter algo confiável quando senadores bandidos investigam médicos ?
Mike Wagner
Mike Wagner 23.06.2021 1:35
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
aqueles bandidos senadores bolsonarista né ?
Marco Antonio Wartchow
Marco Antonio Wartchow 23.06.2021 1:32
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Para quem quiser um dia ler, o livro negro do comunismo, entenderá melhor, ou não, os movimentos políticos da atualidade.
Alexsandro Noitel
Alexsandro Noitel 23.06.2021 1:28
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
É muito raro encontrar noticia isenta dentro e fora do pais.
Ruy Cesar Carvalho
Ruy Cesar Carvalho 23.06.2021 0:57
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não foi a pandemia. Mas a decadência do jornalismo.
cassiano braga
cassiano braga 23.06.2021 0:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Precisa toda uma pesquisa pra chegar numa conclusão obvia. Lamentável... a midia morreu faz um tempinho já. Apenas ainda não se deram conta...
Flavio Moura
Flavio Moura 23.06.2021 0:44
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Os principais conglomerados de mídia americanos e brasileiros foram comprados ou tem como sócios os chineses, donos de u. regime de administração baseado em mentiras e ocultar provas e dizer essa mentira várias vezes até que se torne verdade, ou seja pagando bem eu digo até a verdade...Band GIobo Tv Cultura IstoÉ Folha Estado de SP detonavam LuIa por roubo e corrupção ameaça socialista, hj é o salvador da pátria...nesta pandemia só mortos e contra tratamento base ciência e anti-democrático, mas cade a democracia para ouvir a ciencia dos 18 milhões de curados, as denuncias de Covidão dos estados e municipios sem q é tão democratico q pode xingar de gen0cida e sai Iivre, vê se na Venezuela Coreia do Sul tem essa liberdade
ricardo souza
ricardo souza 23.06.2021 0:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
é só não assistir a glo💩
theodor badotti
theodor badotti 23.06.2021 0:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
essa é a piada do ano, logo a reuters falando isso, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Vanderson Junior
Vanderson Junior 22.06.2021 23:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Reuters? kkkkkk
Marco Aurélio
Marco Aurélio 22.06.2021 23:11
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Vcs mesmo adoram uma fake news..... como disse Paulo Figueiredo, a grande Imprensa morreu.
jose eduardo muniz coimbra
jose eduardo muniz coimbra 22.06.2021 23:00
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A grande imprensa , como disse Le Pen , é totalmente fake.
Paulo Lima
Paulo Lima 22.06.2021 22:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
realmente, as noticias tem que ser confiaveis e, principalmente, IMPARCIAIS.E uma vergonha a parcialidade de determinadas setores da midia, principalmente GLOBO e FOLHA UOL. Reauters na fica muito atras.
welington felix
welington felix 22.06.2021 21:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Pô,sério?A Reuters tem instituto pra revelar isso?Aproveita e passa para a imprensa midiática brasileira, francesa,aos esquerdistas e extremistas de direita.Parabéns ao investing e ao Money Times.É lamentável o falecimento do fundador do valor econômico e sua posterior venda para um certo grupo.Alias,deveria mudar o nome para valor político de propaganda eleitoral.
Claudio M Br
Claudio M Br 22.06.2021 21:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mentira. Queremos apenas notícias imparciais.
Francisco Acv
Francisco Acv 22.06.2021 21:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🦧🦧🦧🦧🦧🦧🦧🦧🦧🦧🦧🦧🦧🦧🦧🦧🦧🦧👺🦧🦧🦧🦧🦧
Rodrigo Rigd
Rodrigo Rigd 22.06.2021 21:17
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
No fundo nem quem vê sabe! Os olhos enganam a nós todos!#betmovies by rgm
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail