Últimas Notícias
Investing Pro 0
🚨 Nossos dados Pro revelam a melhor ação da temporada de balanços Acesse dados

Protestos na Foxconn ameaçam atingir vendas do iPhone, diz fonte

Ações 25.11.2022 15:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters.
 
AAPL
+2,44%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
IXIC
-1,59%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
2354
-0,18%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
AAPL34
+4,73%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Por Yimou Lee

TAIPÉ (Reuters) - A principal fábrica Foxconn (TW:2354) na China voltada à produção de iPhones deve sofrer uma nova redução de embarques em novembro após protestos de trabalhadores nesta semana na unidade, disse nesta sexta-feira uma fonte com conhecimento direto do assunto. Milhares de funcionários da instalação se demitiram.

A maior fábrica de iPhones do mundo vinha enfrentando dificuldades diante de medidas de isolamento social contra Covid-19 que alimentaram descontentamento entre os trabalhadores e interromperam produção antes dos períodos críticos do Natal e do feriado do Ano Novo Lunar, em janeiro. Muitos trabalhadoresforam colocados em isolamento ou saíram da fábrica.

Após a escalada de insatisfação na quarta-feira, que viu os trabalhadores entrarem em conflito com pessoal de segurança, a Foxconn agora pode ver comprometida mais de 30% da produção de novembro da unidade ante expectativa de até 30%, quando as questões trabalhistas eclodiram no final outubro, disse a fonte.

A fábrica é a única que produz modelos premium do iPhone, o 14 Pro, e a fonte disse que é improvável que retomará produção total até o final deste mês.

"A agitação dos trabalhadores na fábrica da Foxconn na China pode pesar nas vendas de iPhone da Apple (NASDAQ:AAPL) em novembro", disse Victoria Scholar, chefe de investimento na Interactive Investor. Analistas começam a se questionar se a Apple terá capacidade de entregar produtos na quantidade pretendida para o período de compras de fim de ano dos consumidores.

As ações da Apple caíam cerca de 2% às 13h12 (horário de Brasília), enquanto o Nasdaq mostrava recuo de 0,3%.

A rede norte-americana de varejo de eletrônicos Best Buy disse esta semana que espera que iPhones de última geração vão faltar nas lojas neste final de ano. Analistas dizem que iPhones nas lojas da Apple nos Estados Unidos durante a Black Friday também mostravam volume menor que um ano antes, com a empresa demorando mais para reabastecer estoques, informou a Reuters esta semana.

Alguns novos funcionários contratados nas últimas semanas pela Foxconn afirmaram que foram enganados sobre a remuneração da fábrica e outros reclamaram ter que dividir dormitórios com colegas que testaram positivo para Covid.

A Foxconn se desculpou na quinta-feira por um "descuido técnico" relacionado ao erro de pagamento e depois ofereceu 10.000 iuans (1.400 dólares) para os trabalhadores que participaram de manifestações e pediram demissão.

A fonte disse que mais de 20 mil trabalhadores, a maioria novos contratados que ainda não trabalhava nas linhas de produção, pegou o dinheiro e foi embora. Vídeos publicados em mídias sociais da China nesta sexta-feira mostram multidões e longas filas de trabalhadores carregados de bagagem na fila dos ônibus.

A fábrica empregava mais de 200 mil funcionários antes do início dos problemas. A instalação tem dormitórios, restaurantes, quadras de basquete e um campo de futebol na área ocupada de 1,4 milhão de metros quadrados.

Outra fonte da Foxconn familiarizada com o assunto disse que alguns novos contratados deixaram o campus, mas não detalhou quantos. A fonte disse que as pessoas que estão deixando a fábrica não foram treinadas ou começaram a trabalhar e que as saídas delas não vai prejudicar ainda mais a produção atual.

"O incidente teve um grande impacto em nossa imagem pública, mas pouco em nossa capacidade (atual). Nossa capacidade atual não foi afetada", disse a fonte.

"Há um limite para o que as empresas podem fazer na prevenção da pandemia... Já faz um tempo que isso é um problema. Isto é um problema enfrentado por todos", disse a fonte, apontando para outros episódios de agitação dos trabalhadores desencadeada por restrições rígidas, incluindo revolta em outro fornecedor da Apple, a Quanta, em maio.

Protestos na Foxconn ameaçam atingir vendas do iPhone, diz fonte
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail