Últimas Notícias
0

17 minutos de carnificina: como o atirador da Nova Zelândia transmitiu seus assassinatos no Facebook

Mundiais15.03.2019 15:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. 17 minutos de carnificina: como o atirador da Nova Zelândia transmitiu seus assassinatos no Facebook

Por Jack Stubbs

LONDRES (Reuters) - Um atirador que matou 49 pessoas em duas mesquitas da Nova Zelândia transmitiu ao vivo os ataques pelo Facebook por 17 minutos, usando um aplicativo desenvolvido para entusiastas de esportes radicais, com cópias das imagens sendo compartilhadas horas depois nas redes sociais.

A cobertura ao vivo dos ataques desta sexta-feira, o pior ataque em massa da história da Nova Zelândia, foi publicada primeiro no Facebook e desde então tem sido compartilhada no Twitter, no YouTube, Whatsapp e Instagram.

Facebook, Twitter e YouTube disseram que tomaram medidas para remover cópias dos vídeos. O Facebook disse que apagou as contas do atirador "logo após o início da transmissão ao vivo", após ser alertado pela polícia.

Mas a Reuters encontrou vídeos do tiroteio em todas as cinco plataformas até 10 horas após os ataques, que começaram às 13h45, hora local, na cidade de Christchurch. O Twitter e o Google (NASDAQ:GOOGL) disseram que estavam trabalhando para impedir que as imagens fossem compartilhadas novamente. O Facebook não respondeu imediatamente a perguntas adicionais.

Em uma janela de 15 minutos, a Reuters encontrou cinco cópias das imagens no YouTube enviadas sob o termo de pesquisa "New Zealand" e marcadas com categorias, incluindo "educação" e "pessoas e blogs". Em outro caso, o vídeo foi compartilhado por um usuário verificado do Instagram na Indonésia com mais de 1,6 milhão de seguidores. O usuário não respondeu a um pedido da Reuters para comentar.

Facebook, Twitter, Google e outras empresas de mídia social reconheceram anteriormente os desafios enfrentados no policiamento de conteúdo em suas plataformas.

Os tiroteios na Nova Zelândia mostram como os serviços que as empresas de mídias sociais oferecem podem ser explorados por grupos extremistas, disse Lucinda Creighton, conselheira sênior do Projeto Contra o Extremismo. Ela disse que os ataques foram mostrados ao vivo no Facebook por 17 minutos antes de serem interrompidos.

"Os extremistas sempre procurarão maneiras de utilizar ferramentas de comunicação para disseminar ideologias e violência", disse ela. "As plataformas não podem impedir isso, mas muito mais pode ser feito por elas para evitar que esse conteúdo se estabeleça e se espalhe."

O atirador filmou e compartilhou os ataques usando um aplicativo de celular chamado LIVE4, que permite aos usuários transmitir diretamente para o Facebook.

O aplicativo costuma ser usado para compartilhar vídeos de esportes radicais e música ao vivo, mas na sexta-feira a gravação recriou a carnificina de um jogo de computador, mostrando a visão em primeira pessoa do atacante enquanto ele dirigia para uma mesquita, entrava e atirava aleatoriamente em pessoas dentro do templo religioso.

Alex Zhukov, fundador e chefe de tecnologia do VideoGorillas, desenvolvedor do LIVE4, disse que os serviços do LIVE4 transmitiram filmagens diretamente para o Facebook e que sua empresa não tem capacidade para analisar as imagens antes de serem divulgadas.

"O vídeo não é analisado, armazenado ou processado pelo LIVE4 de qualquer forma, não temos a capacidade (mesmo se quiséssemos) de olhar para as transmissões ao vivo enquanto elas estão acontecendo ou depois de completas", disse ele em comentários escritos à Reuters.

"A responsabilidade pelo conteúdo do vídeo é completa e exclusivamente da pessoa que iniciou o vídeo."

Ele disse que a empresa condenou "as ações dessas pessoas horríveis e seu uso repugnante de nosso aplicativo para esses propósitos ... Faremos tudo o que for humanamente possível para que isso nunca aconteça novamente."

O Departamento de Assuntos Internos da Nova Zelândia disse que as pessoas que republicarem o vídeo arriscam violar a lei.

"O conteúdo do vídeo é perturbador", disse o departamento. "Estamos trabalhando com plataformas de mídia social, que estão removendo ativamente esse conteúdo assim que tomam conhecimento de uma cópia dele sendo publicada."

Mas as comunidades online privadas dedicadas a conteúdo violento ainda estavam procurando maneiras de compartilhar cópias do vídeo.

Membros de um grupo chamado "watchpeopledie" no site de discussões Reddit, por exemplo, debatiam como compartilhar as filmagens mesmo quando o site tomou medidas para limitar sua disseminação.

O Reddit disse que está monitorando ativamente a situação na Nova Zelândia.

"Qualquer conteúdo que contenha links para o vídeo está sendo removido de acordo com a política de todo o site", afirmou a companhia.

Um usuário do Reddit disse em uma mensagem na plataforma que enviou um vídeo do ataque para mais de 600 pessoas antes de ter sua conta temporariamente suspensa por compartilhar conteúdo violento.

(Reportagem adicional de Fanny Potkin e Tabita Diela em Jacarta, Charlotte Greenfield em Wellington, Munsif Vengattil em Bangalore)

17 minutos de carnificina: como o atirador da Nova Zelândia transmitiu seus assassinatos no Facebook
 

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias ou ataques pessoais dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Registrar-se com Google
ou
Registrar-se com o e-mail