Últimas Notícias
Investing Pro 0
Promoção prorrogada! Economize em dados premium com Garanta 60% DE DESCONTO

Últimas Notícias

Desenrola já renegociou R$ 29 bilhões em dívidas

Análise didática: Fundo Bocaina Infra (BODB11)

br.investing.com/analysis/analise-didatica-fundo-bocaina-infra-bodb11-200459895
Análise didática: Fundo Bocaina Infra (BODB11)
Por Carlos Heitor Campani, Ph.D., CNPI   |  28.09.2023 06:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
 
B3SA3
-1,71%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
BODB11
+0,65%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Na última publicação para a qual convidei o pessoal do Leggio Group, falamos sobre os FI Infra, veículos alternativos de investimento para pessoa física. Esses fundos de investimento têm como objetivo investir em debêntures incentivadas que financiem projetos de infraestrutura de longo prazo. Naquele artigo, falamos sobre diversos pontos interessantes do setor, vantagens ao se investir neste tipo de ativo (como, por exemplo, ausência total de impostos), riscos associados e, principalmente, explicamos minuciosamente como fazer uma avaliação deste tipo de investimento.

No artigo de hoje, coescrito novamente com Camila Affonso e Joseph Boukai (Leggio Group), temos como objetivo mostrar uma análise didática para demonstrar o que explicamos naquele artigo original. Para tal, tomaremos como exemplo o Fundo Bocaina Infra (BVMF:BODB11), fundo incentivado de investimento em infraestrutura da Bocaina Capital, negociado na B3 (BVMF:B3SA3) desde o final de dezembro de 2021.

Nesta análise, buscamos avaliar os principais pontos de interesse para que os investidores em geral consigam compreender quais são as informações mais relevantes ao se analisar um FI Infra e, desta maneira, conseguir gerar suporte para eventuais tomadas de decisão em relação aos seus investimentos. É sempre válido lembrar que os resultados financeiros e as avaliações aqui apresentadas não constituem recomendações de investimento, em que pese eu possuir certificação CNPI para tal. Não obstante, nossos objetivos são apenas didáticos e fazemos o disclaimer de que não investimos no fundo muito menos temos qualquer interesse ou relação que poderia gerar conflito de interesses. Importante também ressaltar que utilizamos apenas dados públicos e disponíveis para quaisquer pessoas, em especial, constantes do último relatório de acompanhamento do fundo até o momento (datado de 31/07/2023), disponível no site da gestora.

Inicialmente, devemos obter uma visão geral do fundo em relação ao seu patrimônio líquido, base de investidores e liquidez de negociação. Na data do relatório de referência utilizado, o fundo apresentou um patrimônio líquido de R$ 284 milhões, sendo 93% deste valor alocado em debêntures e 7% alocado em caixa. Nesta mesma data, o BODB11 continha aproximadamente 12 mil cotistas, um aumento expressivo de 10 mil cotistas se comparado ao mesmo mês do ano passado. Já o volume negociado atingido no mês de julho foi de R$ 13,2 milhões, apresentando uma média diária de R$ 628 mil. A cota negociada a mercado na B3 se mostra relativamente estável ao logo do seu histórico com seu preço variando de R$ 9,40 a R$ 10,40 conforme mostra o gráfico abaixo.


Fonte: Relatório de Acompanhamento BODB11 (Jul/23 - acesso em 20/09/2023).

Entretanto, investidores deste ativo não buscam rentabilidade apenas pelo valor do papel, mas igualmente pelos seus proventos distribuídos. Dessa forma, faz-se necessário analisar as distribuições de rendimentos do fundo. Desde janeiro de 2022 (primeiro mês de distribuição de rendimentos), o fundo distribuiu em média R$ 0,12 por cota por mês, somando ao total R$ 2,37 até a data do relatório analisado. Abaixo apresentamos as distribuições históricas mensais e seus respectivos yields anualizados. Percebe-se que as distribuições não oscilaram muito, apresentado um mínimo de R$ 0,10 e um máximo de R$ 0,15 por cota.


Fonte: Relatório de Acompanhamento BODB11 (Jul/23 - acesso em 20/09/2023).

Utilizando como exemplo o mês de julho/23, o fundo distribuiu R$ 0,11 por cota apresentando um yield de 13,9% em relação ao seu preço de mercado. Vale destacar que o yield anualizado total do fundo é de 16,4% (utilizando para este cálculo a cota-base de R$ 10,00 como referência). Lembramos também que tais proventos distribuídos são isentos de IR para pessoa física, assim como eventuais ganhos de capital na alienação das cotas. Com isso, de acordo com o relatório de acompanhamento, se compararmos as distribuições isentas de Imposto de Renda para pessoas físicas com o CDI do período, aplicando a taxa de IR correspondente a cada distribuição, elas corresponderiam a 155% do CDI, algo que pode ser considerado bastante competitivo.

O portfólio de alocação do fundo em 31 de julho encontra-se no quadro abaixo, ordenado de acordo com a representatividade percentual da posição investida em relação ao patrimônio líquido do fundo. Ao todo, são 13 projetos que compunham naquela data a carteira do BODB11. Em agosto, houve uma 14ª alocação em debênture do setor de renováveis (não apresentada na tabela abaixo), a qual correspondeu a uma posição de 4,5% do PL do fundo (R$ 13 milhões). Percebe-se que as 4 maiores posições do fundo (RGRA11, MEZP11, RAHD11, LXIN12) compõem aproximadamente 52% do patrimônio líquido total. Note-se que as debêntures investidas são majoritariamente atreladas ao IPCA, sendo apenas uma atrelada ao CDI. A coluna de “Spread de Aquisição” denota o spread em relação à curva IPCA baseada em títulos públicos (NTN-Bs) ou o spread em relação ao CDI (no caso da debênture atrelada a esta taxa). Observamos que, na data de 31 de julho, o yield atual das debêntures do portfólio se encontrava na taxa equivalente a IPCA+7,99%, com uma duration média de 6,7 anos.

A screenshot of a graph

Description automatically generated
A screenshot of a graph Description automatically generated

Fonte: Relatório de Acompanhamento BODB11 (Jul/23 - acesso em 20/09/2023).

O fundo possui uma alocação setorial bem diversificada, sendo a parte de energia renovável o setor com maior exposição, seguido de transmissão e rodovias, setores que somam aproximadamente 70% do patrimônio do fundo (veja a figura abaixo, onde já contabilizamos o 14º projeto). De acordo com o seu time gestor, com o crescimento planejado do fundo em relação à quantidade de papéis investidos, as posições mais antigas tendem a ser diluídas na medida em que vão se acrescentando novas posições, aumentando também a diversificação dos ativos investidos.


Fonte: Relatório de Acompanhamento BODB11 (Jul/23 - acesso em 20/09/2023).

Outro ponto relevante de análise se refere à performance do fundo relativamente ao mercado. De acordo com os relatórios de acompanhamento, o fundo BODB11 tem como objetivo de performance superar em 1,5% a 2,5% a NTN-B de duration similar à da carteira. Como base de referência comparativa, utiliza-se a NTN-B 2030, benchmark aliás escolhido pela gestão desde o início do fundo. A tabela a seguir apresenta o levantamento do histórico de rentabilidade, já ajustada pelas distribuições de rendimentos do fundo (e pelos pagamentos de cupons, no caso da NTN-B). Em 2022, o fundo conseguiu atingir seu objetivo no ano, performando 1,67% a mais que o benchmark. Em 2023, o fundo vem performando melhor que a NTN-B, em que pese um pouco abaixo do intervalo explicitado acima: 1,38% além da rentabilidade do benchmark. No acumulado, o fundo entregou um spread de 3,38%, o que ao ano representaria algo bem na faixa entre 1,5% e 2,5%. Dessa forma, desde seu início, o fundo vem apresentando retornos correspondentes às expectativas dos gestores, em que pese, claro, se tratar de um período ainda incipiente de menos de dois anos.

A screenshot of a calendar

Description automatically generated
A screenshot of a calendar Description automatically generated

Fonte: Relatório de Acompanhamento BODB11 (Jul/23 - acesso em 20/09/2023).

A fim de comparar tais rentabilidades, o gráfico abaixo apresenta um comparativo do retorno total caso um investidor tivesse investido um montante de R$1.000,00 no BODB11 e na NTN-B 2030 no início de janeiro de 2022. Como esperado através da tabela acima, o investidor do BODB11 teria performado melhor vis a vis o investimento na NTN-B 2030.

A graph of a graph showing the number of rentals

Description automatically generated with medium confidence
A graph of a graph showing the number of rentals Description automatically generated with medium confidence

Fonte: Relatório de Acompanhamento BODB11 (Jul/23 - acesso em 20/09/2023) e cálculos dos autores.

Cabe ainda destacar que, após tomar qualquer decisão de investimento, é necessário realizar um acompanhamento regular do fundo. O BODB11 realiza a produção mensal destes relatórios de acompanhamento, permitindo ao investidor acessar informações atualizadas, bem como os resultados alcançados pela estratégia de investimento do fundo.

Esperamos ter conseguido explicar um pouco mais sobre o funcionamento e a dinâmica que envolve a análise de um FI Infra a partir dos dados fundamentados aqui e disponíveis publicamente. Fiquem à vontade para comentar abaixo o que você achou ou mesmo para fazer perguntas. O nosso maior interesse é fomentar a discussão em prol de boas análises para que cada um de vocês possa tomar as melhores decisões possíveis de investimento.

Não deixe de se conectar a mim (@carlosheitorcampani) no LinkedIn, no Instagram e no Youtube: assim você conseguirá acompanhar todo o conteúdo que produzo com o intuito de sempre contribuir com o seu conhecimento e crescimento profissional enquanto investidor ou em qualquer área de Finanças.

Forte abraço a todos vocês.

* Carlos Heitor Campani é PhD em Finanças, Certificado pelo CNPI e Pesquisador da ENS – Escola de Negócios e Seguros. Além disso, ele é Diretor Acadêmico da iluminus – Academia de Finanças e Sócio-Fundador da CHC Treinamento e Consultoria. Campani pode ser encontrado em www.carlosheitorcampani.com e nas redes sociais: @carlosheitorcampani. Esta coluna sai a cada duas semanas, sempre na quinta-feira.

Análise didática: Fundo Bocaina Infra (BODB11)
 

Artigos Relacionados

Análise didática: Fundo Bocaina Infra (BODB11)

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir esse gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por esse motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (5)
Daniel Stabile
Daniel Stabile 16.11.2023 18:34
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Explicado de maneira simples e objetiva.  Obrigado Carlos.
Leandro Ri
Leandro Ri 28.09.2023 10:03
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Didática ruim. Não atingiu o objetivo. Tudo que foi apresentado é dito por todos analistas em todos os lugares. O segredo, o pulo do gato não foi dito. Em meio a tantas porcentagens, não explicou quando é bom, quando é ruim quando é neutro. Na verdade, todos pagam o mesmo patamar baixo para o investidor pessoa física. Ganham de verdade os emissores que pegam e arriscam seu dinheiro, ganham os bancos que montam a operação sem correrem risco de mercado. TROUXAS INVESTIDORES que pagam para os outros em troca de miseráveis porcentagens sobre um CDI ou IPCA baixo.
Renato unREAL
Renato unREAL 28.09.2023 9:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Porque ...  o objetivo de performance desses fundos de infra SEMPRE estão na banda entre 1,5% a 2,5% a NTN-B de duration similar à da carteira, e não OUTRA BANDA qualquer como 2% a 3%, ou 4% a 5% ??? Pq se nivelar SEMPRE por baixo, no mínimo ???
Carlos Heitor Campani
Carlos Heitor Campani 28.09.2023 9:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Olá meu amigo, novamente muito obrigado. Essa é uma pergunta que o gestor poderá responder. Ele, aliás, é bem aberto e gentil, considere fazer essa pergunta para ele diretamente, através do site da Bocaina. Mas tendo a imaginar que o prêmio de risco desse mercado pode se encontrar nesta faixa. Caso seja isso, aí não tem mesmo como ser diferente e encontrar almoço grátis. A não ser que houvesse uma estratégia com mais risco, o que justificaria mais prêmio de risco em relação às NTN-Bs. Mas note que isso é uma conjectura minha apenas, usando a boa e velha teoria.
Renato unREAL
Renato unREAL 28.09.2023 9:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
"... as distribuições não oscilaram muito, apresentado um mínimo de R$ 0,10 e um máximo de R$ 0,15 por cota ... " >>> 50% de volatilidade entre máx-min é uma variação ... desprezível ? 🙄🤔
Carlos Heitor Campani
Carlos Heitor Campani 28.09.2023 9:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Olá amigo, obrigado por participar. Tudo depende da comparação. Comparativamente a dividendos de ações, essa oscilação pode sim ser considerada pequena. Mas claro, você pode ter um avisão diferente, principalmente se você estiver comparando com outro nível de oscilação. Isso é legal por que não há certo ou errado, apenas diferentes visões. Busquei com esse comentário ampliar horizontes e contribuir. Forte abraço.
Gilberto Carmo
Gilberto Carmo 28.09.2023 7:25
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Muito bom!
Carlos Heitor Campani
Carlos Heitor Campani 28.09.2023 7:25
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Muito obrigado Gilberto.
 
Tem certeza que deseja excluir esse gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar esse comentário

Diga-nos o que achou desse comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail