Garanta 40% de desconto
⚠ Alerta de Balanço! Quais ações estão prontas para disparar?
Veja as ações no nosso radar ProPicks. Essas estratégias subiram 19,7% desde o início do ano.
Não perca a lista completa

Big Techs: Resultados devem impressionar, mas valuations esticados trazem riscos

Publicado 19.01.2024, 14:30
Atualizado 02.09.2020, 03:05
  • Alphabet, Microsoft, Amazon, Meta Platforms e Apple estão na reta final para apresentar seus resultados trimestrais.
  • O desempenho de lucros e receitas do grupo 'FAAMG', bem como as projeções para o futuro, serão o próximo desafio para os investidores de tecnologia.
  • Veja, a seguir, o que esperar quando as 'Cinco Grandes' ações de tecnologia de revelarem seus números financeiros mais recentes.
  • Quer superar o mercado em 2024? Deixe o trabalho difícil para o ProPicks, que usa IA para revelar os melhores papéis do mercado para você. Saiba mais >>

A temporada de balanços do quarto trimestre em Wall Street entra em sua fase mais aguardada nas próximas semanas, com alguns dos maiores pesos-pesados do mercado prestes a revelar seus números financeiros.

Com o S&P 500 e o Nasdaq Composite rondando suas máximas históricas, a maior parte dos holofotes se voltará novamente para o grupo 'Big 5' de empresas de mega-cap.

Os resultados da Alphabet (NASDAQ:GOOGL) (GOOG), Microsoft (NASDAQ:MSFT), Amazon (NASDAQ:AMZN), Meta Platforms (NASDAQ:META) e Apple (NASDAQ:AAPL) serão relevantes, considerando que essas cinco ações representam uma fatia considerável tanto do S&P 500 quanto do Nasdaq e foram responsáveis pela maior parte de suas valorizações no último ano.

Assim, haverá muita expectativa quando o chamado grupo 'FAAMG' de empresas de mega-cap divulgar seus respectivos balanços nas semanas seguintes.

Alphabet

  • Data de Divulgação de Resultados: Terça-feira, 30 de Janeiro

  • Estimativa de Crescimento do LPA: +52,4% A/A

  • Estimativa de Crescimento da Receita: +12% A/A

A Alphabet, dona do Google, será a primeira empresa do grupo 'FAAMG' a divulgar seus resultados quando apresentar seus números trimestrais mais recentes após o encerramento dos mercados dos EUA na terça-feira, 30 de janeiro.

Os analistas estão cada vez mais cautelosos antes da divulgação, segundo uma pesquisa do InvestingPro: dos 27 analistas consultados, 17 revisaram para baixo suas projeções de lucros do GOOGL, em comparação com dez revisões para cima.Próximos resultados

Fonte: InvestingPro

As estimativas de consenso indicam que a Alphabet registre um lucro de US$ 1,60 por ação no quarto trimestre, um aumento de quase 52% em relação ao LPA de US$ 1,05 no mesmo período do ano anterior, à medida que o gigante das buscas continua a se beneficiar de medidas contínuas de redução de custos.

A receita é prevista para crescer 12% na comparação anual, atingindo cerca de US$ 85,2 bilhões, o que, se confirmado, marcará o maior volume de vendas trimestrais na história da empresa.

Principal métrica

O mercado permanecerá atento às taxas de crescimento do Google Cloud Platform da Alphabet, que viu suas vendas dispararem 22% para US$ 8,41 bilhões no terceiro trimestre. Apesar do avanço de dois dígitos na receita do segmento, o número ficou abaixo das expectativas de US$ 8,64 bilhões.

O gigante das buscas tem investido pesadamente em seu negócio de nuvem, que inclui os aplicativos de produtividade do Google Workspace, além da Google Cloud Platform, enquanto tenta competir com a Amazon Web Services e o Microsoft Azure, os dois líderes do mercado.

Desempenho das Ações do GOOGL

A ação do GOOGL - que subiu 54,2% nos últimos 12 meses - fechou a sessão de quinta-feira a US$ 143,48, não muito longe de sua máxima histórica de fevereiro de 2022 de US$ 151,55.

Nos níveis atuais, a empresa sediada em Mountain View, Califórnia, tem um valor de mercado de US$ 1,80 trilhão, tornando-se a terceira empresa mais valiosa negociada na bolsa de valores dos EUA.Alphabet - dados da ação

Fonte: InvestingPro

Mesmo com a recente alta, as ações do GOOGL podem ver um acréscimo de 9,9% nos próximos meses, segundo o InvestingPro, aproximando as ações de seu preço-justo estimado de US$ 157,66.

ProTips de Alphabet

De acordo com as ProTips do InvestingPro, o perfil de ações da Alphabet é bastante positivo, com vários fatores favoráveis trabalhando a seu favor, incluindo uma robusta perspectiva de rentabilidade e fortes fluxos de caixa livres.ProTips da Alphabet

Fonte: InvestingPro

No lado negativo, as ProTips apontam que a Alphabet negocia a uma relação de preço-lucro (P/L) elevada, considerando os resultados do curto prazo, bem como múltiplos elevados de valuation de receita e uma alta relação preço-valor patrimonial, o que pode indicar que o papel está caro.

Microsoft

  • Data de Divulgação de Resultados: Terça-feira, 30 de Janeiro

  • Estimativa de Crescimento do LPA: +19% A/A

  • Estimativa de Crescimento da Receita: +15,8% A/A

A Microsoft vai anunciar seus resultados financeiros do segundo trimestre fiscal na terça-feira, 30 de janeiro, após o fechamento do pregão nos EUA. A expectativa é de que a empresa de tecnologia registre mais um trimestre de forte crescimento de lucro e receita.

Segundo uma pesquisa do InvestingPro, os analistas estão cada vez mais confiantes nos números da Microsoft, com 23 revisões para cima nas estimativas de lucro por ação (LPA) nos últimos 90 dias, contra apenas duas para baixo.Próximos resultados

Fonte: InvestingPro

A projeção média é de que a Microsoft tenha um LPA de US$ 2,76, um salto de 19% em relação aos US$ 2,32 do mesmo período do ano passado, beneficiada pela redução de custos e cortes de pessoal.

A receita deve avançar 15,8% na comparação anual, para US$ 61,0 bilhões, impulsionada pelo bom desempenho do segmento de nuvem e pelas novas iniciativas em inteligência artificial (IA).

Se confirmados, esses números representarão o maior faturamento trimestral nos 48 anos de história da Microsoft, mostrando a solidez e a resiliência de seu modelo de negócio, bem como uma execução eficiente em toda a companhia.

Principal métrica

O principal foco do mercado estará no segmento Intelligent Cloud da Microsoft, que engloba serviços de nuvem pública Azure, Windows Server, SQL Server, Visual Studio, Nuance, GitHub e Enterprise Services.

Esse segmento teve um aumento de 19% na receita no primeiro trimestre fiscal, para US$ 23,49 bilhões, enquanto a receita do Azure, que a Microsoft não divulga em valores absolutos, cresceu 28%, ante 27% no trimestre anterior.

Desempenho das Ações da MSFT

As ações da MSFT atingiram um novo recorde de US$ 393,87 ontem. Com um valor de mercado de US$ 2,93 trilhões, a Microsoft superou recentemente a Apple (NASDAQ:AAPL) como a empresa mais valiosa negociada na bolsa de valores dos EUA.

As ações têm apresentado uma forte tendência de alta no último ano, com valorização de 71,3% nos últimos 12 meses, à medida que a gigante da tecnologia se beneficia de sua participação crescente no espaço emergente de IA.Microsoft - dados da ação

Fonte: InvestingPro

Contudo, as ações da Microsoft parecem um pouco caras antes da divulgação dos resultados, de acordo com os modelos quantitativos do InvestingPro, que indicam uma possível queda de 6,9% dos níveis atuais.

ProTips de Microsoft

De acordo com as ProTips, a Microsoft está em ótima situação financeira, graças a perspectivas robustas de lucros e uma rentabilidade saudável. Além disso, vale destacar que a empresa aumentou seu pagamento de dividendos por 18 anos seguidos.ProTips

Fonte: InvestingPro

Por outro lado, há preocupações, conforme apontam as ProTips, sobre a alta relação preço-lucro (P/L) da Microsoft em relação ao crescimento de lucros de curto prazo.

Além disso, a empresa enfrenta questionamentos sobre seus altos múltiplos de valuation de receita e uma alta relação preço-valor contábil, levantando dúvidas sobre sua avaliação atual.

Amazon

  • Data de Divulgação de Resultados: Quinta-feira, 1 de Fevereiro

  • Estimativa de Crescimento do LPA: +2.533,3% A/A

  • Estimativa de Crescimento da Receita: +11,3% A/A

A Amazon vai apresentar na quinta-feira, 1 de fevereiro, seus resultados do quarto trimestre, que incluem as vendas de fim de ano. Os analistas estão confiantes no desempenho da líder de e-commerce e nuvem.

Nos últimos 90 dias, 27 analistas elevaram suas projeções de lucro da Amazon, enquanto apenas dois as reduziram, mostrando o otimismo de Wall Street, segundo uma pesquisa do InvestingPro.Próximos resultados

Fonte: InvestingPro

A expectativa é que a Amazon tenha um lucro por ação de US$ 0,79, um aumento de mais de 2.500% em relação ao LPA de US$ 0,03 no mesmo período de 2022, beneficiada por várias iniciativas de corte de custos.

A receita deve crescer 11,3% na comparação anual, atingindo US$ 166,1 bilhões, impulsionada pelo forte desempenho de seus segmentos de nuvem e publicidade. Se confirmado, esse seria o maior faturamento trimestral da história da empresa.

Principal métrica

Os investidores estarão de olho na divisão de nuvem da Amazon para ver se ela mantém seu ritmo de expansão. A receita da Amazon Web Services aumentou 12% no terceiro trimestre, para US$ 23,1 bilhões, acelerando em relação ao trimestre anterior.

A Amazon Web Services é vista como a líder no mercado de computação em nuvem, à frente do Microsoft Azure e do Google Cloud.

Desempenho das Ações da AMZN

As ações da AMZN encerraram a quinta-feira a US$ 153,50, perto de uma máxima de 52 semanas de US$ 157,17, registrada em 11 de janeiro. Com um valor de mercado de US$ 1,59 trilhão, a gigante de tecnologia sediada em Seattle, Washington, é a quarta empresa mais valiosa listada na bolsa de valores dos EUA.

As ações superaram o mercado mais amplo nos últimos 12 meses, com uma valorização de cerca de 64%.Amazon - dados da ação

Fonte: InvestingPro

Apesar do rali impressionante, as ações da Amazon ainda estão relativamente baratas, segundo o modelo do InvestingPro, e podem subir 8,5% a partir dos níveis atuais, chegando perto de seu preço-justo de US$ 166,49 por ação.

ProTips de Amazon

As ProTips do InvestingPro ressaltam a perspectiva positiva da Amazon, destacando sua posição favorável nos setores de e-commerce e varejo, que lhe permitiram ter um modelo de negócios resiliente e forte crescimento de receita.ProTips

Fonte: InvestingPro

Apesar dessas forças, os investidores devem ter cautela, pois preocupações com as métricas de valuation das ações, especialmente uma alta relação preço-lucro, sugerem riscos potenciais de que os papéis estejam caros.

Meta Platforms

  • Data de Divulgação de Resultados: Quinta-feira, 1 de Fevereiro

  • Estimativa de Crescimento do LPA: +180,1% A/A

  • Estimativa de Crescimento da Receita: +21,3% A/A

A Meta Platforms, dona do Facebook, Instagram, Threads e WhatsApp, deve apresentar na quinta-feira, 1 de fevereiro, após o pregão dos EUA, às 16:15 ET, o balanço do quarto trimestre, que pode ser um dos mais rentáveis de sua trajetória de 20 anos.

Segundo levantamento do InvestingPro sobre as revisões das projeções dos analistas, as estimativas de lucro por ação (LPA) foram elevadas 15 vezes nos últimos 90 dias, ante 12 reduções.Próximos resultados

Fonte: InvestingPro

A expectativa de Wall Street é que a Meta registre um LPA de US$ 4,93, um salto de 180% em relação ao LPA de US$ 1,76 no mesmo período do ano passado, refletindo o esforço da companhia de Mark Zuckerberg em aprimorar a eficiência operacional.

Se confirmado, será o trimestre mais lucrativo da história da empresa.

A receita deve crescer 21,3% na comparação anual, para US$ 39,0 bilhões, beneficiada pela recuperação do mercado de publicidade digital.

Principal métrica

Como de costume, os investidores estarão atentos aos números de usuários ativos diários e mensais do Facebook - duas medidas importantes para o desempenho do gigante das redes sociais.

No trimestre anterior, o Facebook reportou que os usuários ativos diários (DAUs, na sigla em inglês) avançaram 5% em um ano, para 2,09 bilhões, enquanto os usuários ativos mensais (MAUs, na sigla em inglês) subiram 3%, para 3,05 bilhões.

Desempenho das Ações da META

As ações da Meta têm disparado às vésperas do relatório de lucros, renovando as máximas de 52 semanas nos últimos dias.

As ações da META encerraram ontem a US$ 376,13, um pouco abaixo do recorde histórico de US$ 384,33 atingido em setembro de 2021. Nos níveis atuais, a Meta vale cerca de US$ 967 bilhões.

As ações tiveram uma valorização impressionante nos últimos 12 meses, com alta de 176%, impulsionadas pelas iniciativas de corte de custos adotadas pelo CEO Mark Zuckerberg nos últimos meses.Meta - dados da ação

Vale ressaltar que as ações da META ainda estão desvalorizadas no momento, de acordo com o InvestingPro, e podem ter uma alta de 9,1% em relação ao valor de mercado atual, chegando mais perto de seu preço-justo de US$ 410,43.

ProTips de Meta Platforms

As ProTips do InvestingPro apontam várias tendências positivas para a Meta, como uma perspectiva robusta de lucros, rentabilidade saudável e crescimento sólido do fluxo de caixa.ProTips

Fonte: InvestingPro

Entretanto, há preocupações com o valuation, conforme indicado pelas ProTips, e os riscos de as ações estarem supervalorizadas merecem atenção dos investidores.

Apple

  • Data de divulgação dos resultados: Quinta-feira, 1 de Fevereiro

  • Estimativa de crescimento do LPA: +11,7% A/A

  • Estimativa de crescimento da receita: +0,9% A/A

A Apple será a última integrante do grupo 'FAAMG' a divulgar seus resultados trimestrais, quando anunciar os números do primeiro trimestre fiscal após o encerramento do pregão, na quinta-feira, 1 de fevereiro. Uma teleconferência com o CEO Tim Cook e o diretor-geral financeiro Luca Maestri está prevista para o fim da tarde.

A gigante de tecnologia, sediada em Cupertino, Califórnia, deve apresentar um crescimento de menos de 1% nas vendas anuais, refletindo o cenário operacional desafiador que afetou a demanda por seus modelos de smartphones premium.

Não à toa, as projeções de lucro foram reduzidas 12 vezes nos últimos 90 dias, de acordo com o InvestingPro, à medida que a fabricante do iPhone enfrenta vários obstáculos.Próximos resultados

Fonte: InvestingPro

Segundo as estimativas de consenso do Investing.com, o lucro por ação da Apple deve ser de US$ 2,10 para o importante trimestre de fim de ano, um aumento de 11,7% em relação ao LPA de US$ 1,88 um ano antes.

A receita deve crescer apenas 0,9% na comparação anual, atingindo US$ 118,3 bilhões, em meio à demanda menor pelos smartphones e computadores de alto padrão da empresa.

Principal métrica

Wall Street vai se concentrar no crescimento do segmento de Serviços da Apple, que foi o mais rápido no quarto trimestre fiscal, com um avanço anual de 16% na receita, chegando a US$ 22,31 bilhões.

O segmento inclui vendas da App Store da Apple, garantias estendidas do AppleCare, taxas de licenciamento, receita de licenciamento de busca e assinaturas mensais como armazenamento iCloud e Apple Music.

Desempenho das Ações da AAPL

As ações da AAPL - que subiram 40,2% no último ano - fecharam a US$ 188,63 na quinta-feira, perto do recorde de meados de dezembro de US$ 199,62.

Nos níveis atuais, o conglomerado de tecnologia com sede em Cupertino, Califórnia, tem um valor de mercado de US$ 2,92 trilhões, sendo a segunda empresa mais valiosa negociada na bolsa de valores dos EUA.Apple - dados da ação

Fonte: InvestingPro

As ações da Apple parecem estar sobrevalorizadas antes da divulgação dos resultados, segundo vários modelos de valuation do InvestingPro: o valor médio de preço-justo para AAPL é de US$ 162,68, uma potencial queda de 13,8% dos níveis atuais.

ProTips de Apple

As ProTips do InvestingPro mostram uma visão principalmente positiva das ações da Apple, citando sua forte presença no mercado e ecossistema de produtos inovadores como pontos fortes.

A Apple também se destaca com as ProTips ressaltando seus altos níveis de fluxo de caixa livre, dividendos consistentes e crescimento estável de lucros.ProTips

Fonte: InvestingPro

No entanto, recomenda-se cautela, pois as ProTips apontam preocupações com as métricas de valuation da Apple, incluindo uma alta relação preço-lucro (P/L) em relação ao seu crescimento de lucros de curto prazo e múltiplo preço-valor patrimonial elevado.

***

Você já se perguntou: quais são as melhores ações para o atual ambiente de mercado?

Para os usuários do ProPicks, essa dúvida não existe. Graças ao uso de tecnologia de IA avançada, o ProPicks oferece seis estratégias de seleção de ações que batem o mercado, incluindo “Titãs da Tecnologia”, que superou o mercado em 670% na última década.

Tenha 10% de desconto adicional na promoção de Ano Novo, que já possui preços até 50% OFF. Use o cupom "INVESTIR" para o plano Pro+ anual ou “investirmelhor1” para o plano Pro+ 2 anos. Apenas até 31 de janeiro!

Aviso: este artigo tem fins meramente informativos e não constitui qualquer recomendação ou oferta de investimento.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.