Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Últimas Notícias

Invesco em alta depois que reportagem divulga fusão com a State Street

Canhões Disparam Contra FIIs, mas o Mercado Tende a Recompensar os Pacientes

Por Maicon MeloAções31.07.2021 15:05
br.investing.com/analysis/canhoes-disparam-contra-fiis-mas-o-mercado-tende-a-recompensar-os-pacientes-200443674
Canhões Disparam Contra FIIs, mas o Mercado Tende a Recompensar os Pacientes
Por Maicon Melo   |  31.07.2021 15:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

De tempos em tempos o mercado abre brechas de oportunidades para nós investidores. Em vários momentos são distorções que abalam a confiança de um grupo de investidores ou toma conta do mercado, porém balanceiam o risco-retorno para quem está atento.

Recentemente, tivemos uma bomba caindo sobre os fundos imobiliários (FIIs), o que o investidor antes via como uma fortaleza e muitas vezes até uma forma de se expor a renda variável, porém com menor volatilidade e ainda com uma distribuição do aluguel não tributada foi colocada em cheque.

Depois de passar por várias situações que movimentam o mercado dessa forma, o investidor tende a olhar de forma mais racional esse tipo de movimento.

Uma coisa é entrar em pauta a tributação e outra bem diferente é passar e ser aprovada.

Como temos visto nos últimos dias, o mercado vem retomando a consciência de que o cenário extremo no qual a isenção de tributação na distribuição caia por terra não é mais tido como o cenário base.

No maior estilo “compre ao som de canhões”, esse pânico todo gerado por essa alteração na tributação dos FIIs trouxeram grandes oportunidades, ou sendo o mais conservador na colocação, aumentaram bem a margem de segurança quando olhamos o risco da alocação.

Alguns setores já vinham sofrendo mais que outros devido ao impacto que todo o cenário coronavírus causou no próprio estilo de vida e na forma como as pessoas se utilizam de algumas estruturas.

Uma delas foram os escritórios. Inicialmente, e aqui abro parênteses para novamente o extremo, todos achavam que os escritórios estavam mortos. Era o fim dos escritórios, o home- office foi tido como o cisne no lago. Moderno, casa com o discurso da empresa deixar o colaborador produzir em um ambiente amigável já a ele que é seu lar, horas mais flexíveis, porém o que se tem visto é uma volta gradativa conforme a situação passa de estável para controlada.

No segundo trimestre de 2021, foi a primeira vez de saldo positivo entre áreas contratadas x áreas devolvidas nas principais regiões de são Paulo, segundo o Valor Investe.

Por terem passado já por um estresse e sim, várias empresas entregaram escritórios e isso aumentou a vacância de vários FIIs de lajes corporativas, reduzindo também o pagamento por cota e o acúmulo de mais essa questão tributária, trouxe alguns fundos a valores para um patamar ao meu ver “interessantes”.

Fundos abaixo do seu valor patrimonial e pagando yields de 6,7,8% ano.

Se projetarmos um cenário controlado onde novas variantes mais difíceis sejam controladas e o ambiente volte aos poucos ao normal, o setor de lajes corporativas tende a ter uma atratividade.

Essa semana tivemos duas grandes empresas, a Amazon (NASDAQ:AMZN) (SA:AMZO34) e a Shopee, na reta final para locar a maior parte do Faria Lima Plaza, e o mercado tem cada vez mais olhado por esse retorno, de empresas de médio, grande porte para a parte física em escritórios, mesmo que em uma hipótese de atuação hibrida de seus funcionários.

Vale ficar atento a esse movimento.

Canhões Disparam Contra FIIs, mas o Mercado Tende a Recompensar os Pacientes
 

Artigos Relacionados

Thiago Bisi
Ibovespa Fecha em Queda de 1,10%   Por Thiago Bisi - 16.09.2021

Análise gráfica (técnica) de Ibovespa, Índices, Dólar e Ações. Papéis em destaque: Ibovespa, Mini Índice, ETF iShares Small Cap (SA:SMAL11), ETF iShares MSCI Brazil (NYSE:EWZ), S&P...

Canhões Disparam Contra FIIs, mas o Mercado Tende a Recompensar os Pacientes

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (8)
Paulo Murta
Paulo Murta 02.08.2021 7:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Difícil imaginar lages corporativas sendo simplesmente abandonadas. o mercado se adapta e modelo home office, apesar de trazer alguns benefícios pessoais, por enquanto não é um modelo unânime para as empresas. Um modelo híbrido, talvez mais provável, implica em ter espaços em ambiente de escritório. Qualquer que seja o cenário de selic, IR, redução de custo, etc, não podemos esquecer que as empresas são feitas por pessoas e é o comportamento delas que vai ditar o ritmo das coisas. Boas oportunidades estão aí para os olhos mais atentos!
José Lucatelli
José Lucatelli 02.08.2021 7:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Home Office veio para ficar . Na minha empresa uma gigange montadora ja devolveu um predio inteiro na Vila Olimpia e adotou o modelo 70% home office e 30% presencial. FII lages corporativas ja eram ….
Paulo Murta
Paulo Murta 02.08.2021 7:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Difícil imaginar lages corporativas sendo simplesmente abandonadas. o mercado se adapta e modelo home office, apesar de trazer alguns benefícios pessoais, por enquanto não é um modelo unânime para as empresas. Um modelo híbrido, talvez mais provável, implica em ter espaços em ambiente de escritório. Qualquer que seja o cenário de selic, IR, redução de custo, etc, não podemos esquecer que as empresas são feitas por pessoas e é o comportamento delas que vai ditar o ritmo das coisas. Boas oportunidades estão aí para os olhos mais atentos!
Osmar Pires
Osmar Pires 01.08.2021 18:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A verdade é que a COVID virou tudo ao avesso e muitas práticas, métodos, processos, hábitos e costumes mudaram ou estão em fase de mudança. O cenário ainda é de muitas incertezas e isso vai perdurar por algum tempo ainda.
Mauro Figueiredo Pinto
Maurof 01.08.2021 14:49
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
caro, em qualquer grande cidade é fácil ver que todas as empresas que tem oportunidades.de redução de custo em estrutura fisica-escritos estão nessa linha. Básico e nítido. logo, vão sobrar espaços, como já estão...
Nathan Silva
Nathan Silva 01.08.2021 14:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Problema maior acredito, são selic, juros longos e NTN-B longas. Na sexta os juros longos subiram mais de 30 pontos e as NTN-Bs mais de 10 e essas últimas costumam subir mais depois do evento. Difícil para os FIIs com juros e NTN-Bs nesses preços. Acho um exagero do mercado essas taxas. Precificam selic acima de 10 por longo prazo. Duvido que fiquem tanto tempo selic tão alta. Mas o mercado é soberano. Então fica muito difícil para os FIIs melhorarem com essa concorrência.
Willian Lopes
Willian Lopes 01.08.2021 14:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
acredito que galpões de distribuição tenho um espaço maior no cenário de locação
George Aidan Lago
George Aidan Lago 31.07.2021 21:44
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
os juros continuarão subindo, infelizmente sem perspectiva para fii.
Luiz Eduardo
Luiz Eduardo 31.07.2021 21:44
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
FIIs competem com IPCA+ de longo prazo e N Selic. No Max dá pra falar em juros longos, mas msm assim esses N aumentaram tanto. Pelo contrário, a tendência é cair com o aumento da Selic no curto prazo. Imóveis são corrigidos pela inflação. O grande erro dos investidores é compararem ativos que N tem nad a ver um com outro.
José Carlos Zavatieri
José Carlos Zavatieri 31.07.2021 21:44
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Luiz Eduardo , sou investidor de FII desde 2012 e já tive 21 FII em minha carteira. Veja o que aconteceu com o IFIX do inicio de 2016 até final de 2018 quando as taxas de juros estavam em ascendência. O mercado faz uma correlação direta entre Tesouro direto, renda fixa e a renda dos FII, apesar de serem ativos diferentes, quando um cai o outro sobe e vice-versa.
Rennan Damásio
Rennan Damásio 31.07.2021 21:44
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ai na epoca que eles descerem, vao querer correr pros fiis
Eduardo Dalrosso
Eduardo Dalrosso 31.07.2021 21:44
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Temos perspectivas sim … e elas são péssimas ! Kkkk
Mant Newmann
MaNve 31.07.2021 17:14
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Entendo que as perspectivas para FIi, em especial lajes corporativas é sombria. Aliado a alta dos juros e ao cenário interno e externo instável, o nível de ocupação deve demorar bastante para atingir os patamares pré pandemia. Muitas empresas já vislumbram uma economia com a inclusão do trabalho semipresencial e, também, muitas pessoas já estão recusando trabalhos em empresas que exigem presença no escritório.
José Artur Medina
José Artur Medina 31.07.2021 17:14
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Perfeito
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail