Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Crédito Imobiliário: Risco Ajustado Leva a Maior Rentabilidade em CRIs

Por Rodrigo ArruyResumo do Mercado24.05.2022 10:55
br.investing.com/analysis/credito-imobiliario-risco-ajustado-leva-a-maior-rentabilidade-em-cris-200449675
Crédito Imobiliário: Risco Ajustado Leva a Maior Rentabilidade em CRIs
Por Rodrigo Arruy   |  24.05.2022 10:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Com remuneração atrativa e riscos controlados, os CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários) tem atraído a atenção dos investidores. No ano passado, o volume de emissão de CRIs atingiu R$ 34 bilhões, um crescimento de 120,92% em relação a 2020, segundo dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Mas, é preciso ter alguns critérios e cuidados importantes ao atuar na área de crédito estruturado, que vai impactar na rentabilidade do fundo imobiliário ou no bolso de quem investe diretamente.

O setor de incorporação é intensivo em capital. A demanda por recursos é pesada, tanto para comprar terrenos quanto para executar as obras, e isso é mais forte ainda em momentos de pujança de mercado, o que não estamos vendo agora. O momento atual é mais desafiador. A alta da inflação elevou a taxa Selic e isso encareceu o crédito para o comprador de imóveis. Esse movimento de aumento dos juros e, por consequência, de encarecimento do crédito, reduziu a demanda e comprimiu as margens do segmento.

As empresas começaram a desacelerar seus lançamentos e a comprar menos terrenos. Com velocidade menor nas vendas das unidades prontas e em construção, elas precisam de mais crédito para seguir com as obras em andamento e o pagamento dos terrenos compromissados. Diante da alta demanda por financiamentos, os riscos se elevam para os investidores, o que requer uma avaliação mais criteriosa e exigência de margens maiores.

Neste cenário, aumenta a necessidade de curadoria da obra e o acompanhamento da carteira de perto, o que só é possível quando há um relacionamento de longo prazo com a empresa investida e seu controlador. Outro critério importante para evitar perdas é só renovar o empréstimo após a quitação de todo crédito acordado anteriormente.

Mas, mesmo com o aumento dos riscos, vale a pena investir em crédito imobiliário? A resposta é sim, desde que haja o alinhamento de interesses entre os gestores da carteira e o investidor. Portanto, o ideal é a busca por gestores que também tenham participação nas carteiras.

A alta da Selic tem tornado a renda fixa cada vez mais atrativa e, esse tipo de investimento oferece um spread ainda maior que os títulos tradicionais, seja um CDB ou Tesouro Direto. Isso porque, ao correr o risco empresarial, cobra-se um spread over treasury, o que corresponde a até 1% a 3% ao ano acima do CDI ou NTN-B, quando é uma empresa grau de investimento e fica entre 4 e 8% ao ano acima do CDI ou NTN-B, no caso de uma empresa de menor grau de crédito.

Este retorno maior não necessariamente quer dizer que a probabilidade de perda é muito mais elevada, pois os riscos são controláveis. Ao emprestar apenas uma fração do que a companhia precisa, por exemplo, o risco é ajustado com ganho superior.

A principal equação é não ter intermediários bancários, conceder o crédito de forma completa, sem risco de captação no humor de mercado e principalmente empresas menos bancarizadas, mas com muito patrimônio e histórico empresarial.

Para o investidor, no entanto, a questão é descobrir qual fundo ou oferta pública oferece o melhor ganho em relação ao risco que ele corre. Uma dica já foi dada aqui que é dar preferência àqueles cujos gestores/estruturadores também têm co-investimento. Pela lógica, o gestor/estruturador não colocaria o dinheiro dele ali se não tivesse confiança plena no retorno.

Outro ponto é a estruturação da operação que deve levar em conta os diferentes cenários – pessimista, base e otimista. Há também indicadores que ajudam nessa tarefa e que são divulgados por sites especializados juntamente com o valor das cotas todos os dias, o que facilita muito o trabalho de análise.

Por último, um dos pilares que buscamos como gestores é priorizar operações que pagam mensalmente juros + inflação, deixando a razão de garantia sempre estática, trazendo assim, menos volatilidade na qualidade do crédito.

Em suma, seja qual for o cenário político e econômico, investir em crédito imobiliário é uma boa opção na estratégia de diversificação da carteira. Mas como em tudo, é preciso pesquisar bem e contar com um bom parceiro.

Crédito Imobiliário: Risco Ajustado Leva a Maior Rentabilidade em CRIs
 

Artigos Relacionados

Yago Prates
Todos os Caminhos Levam à Inflação Por Yago Prates - 21.06.2022

A maior economia do mundo vem dando sinais de que está perdendo o fôlego e, dia após dia, a tese de que a economia norte americana irá entrar em recessão ganha mais adeptos. A...

Fabio Pestana Bezerra
Brasil, Investir ou Correr? Por Fabio Pestana Bezerra - 17.06.2022 2

Quando falarmos sobre o Brasil, certamente o nível de incerteza excederá o preço computado dentro das probabilidades de inadimplência e risco país. Os Swaps de Credit Default de...

Crédito Imobiliário: Risco Ajustado Leva a Maior Rentabilidade em CRIs

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (1)
Eduardo Bernhardt
Eduardo Bernhardt 28.05.2022 10:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ótimo artigo. gostaria de saber onde pesquisar e como escolher uma empresa pra investir através de CRI. Podes ajudar?
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail