Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Últimas Notícias

Rússia prevê que preço do gás para exportação mais que dobrará em 2022

Eleições e Recessão Criam Alerta Para a Importância da Vida Financeira em Dólar

br.investing.com/analysis/eleicoes-e-recessao-criam-alerta-para-a-importancia-da-vida-financeira-em-dolar-200450536
Eleições e Recessão Criam Alerta Para a Importância da Vida Financeira em Dólar
Por Celso Roberto Pereira Filho   |  05.07.2022 10:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Sabemos pela história que determinados eventos ou acontecimentos impactam diretamente o valor do câmbio. Os investidores podem ficar mais receosos com períodos de instabilidade no país, que geram incertezas perante às suas decisões. Além disso, o real brasileiro, assim como praticamente todas as moedas do mundo, oscila de acordo com a queda ou escalada do dólar norte-americano, pois situações externas ao Brasil também têm a capacidade de trazer volatilidade à moeda local. Em 2022, o risco de oscilação é alto por dois motivos: as eleições presidenciais e uma possível crise nos mercados internacionais.

No primeiro caso, vale ressaltar que o processo eleitoral por si só não é necessariamente um presságio de movimentações extremas na taxa cambial brasileira, porém é um cenário que propicia a ocorrência de situações políticas marcantes. Especificamente para este ano, essas circunstâncias são muito prováveis devido à polarização a qual o país se encontra, que deve agravar ainda mais no período próximo à escolha do novo presidente da República. A ameaça de uma crise institucional, com os embates frequentes entre os Três Poderes, tem se tornado recorrente nos últimos anos e não deve se dissipar tão rapidamente com os cidadãos divididos entre os candidatos.

Exemplos históricos de como a política abalou o mercado não faltam. Em 2002, a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva gerou uma percepção de risco aos investidores em relação ao novo governo, o que levou a uma rápida escalada do dólar. Ou ainda se olharmos apenas para uma grande movimentação em Brasília, não diretamente ligada a uma eleição, podemos pensar no "Joesley Day"; no dia 18 de maio de 2017, após a divulgação de gravações telefônicas que atingiram o então presidente Michel Temer, o real brasileiro teve a maior desvalorização relacionada a um evento político, com queda de 8.8% em um só dia.

Ou seja, é pouco prudente apostar em um período eleitoral estável em 2022. Somado a esse fator, temos o risco da explosão de diversas crises internacionais, que são historicamente os motivos que causaram os maiores movimentos da taxa de câmbio do Brasil. No país, alguns casos emblemáticos desse teor e que impactaram a economia nacional foram a crise financeira global, em 2008; a queda das ações chinesas, em 2015; a tensão geopolítica entre Estados Unidos e China, em 2018; e a recente pandemia de covid-19.

Atualmente, um dos maiores riscos de instabilidade mundial está atrelado à subida de juros e à retirada de estímulos monetários nos Estados Unidos. Para o mercado, um indicador preocupante é a diferença entre as taxas de juros do Tesouro do país norte-americano de 10 e 2 anos. Quando esse número chega próximo de zero, é um forte sinalizador de recessões na economia da nação em questão, como ocorreu em 1980-1982, 1990-1991, 2001, 2007-2009 e 2020. Hoje, o indicador sugere risco de recessão entre os próximos 12 a 24 meses.

Além disso, a volatilidade do real brasileiro também pode se intensificar por desdobramentos de outras situações externas, como o conflito entre Ucrânia e Rússia, que segue assolando a Europa e tende a trazer ainda mais repercussões negativas para a economia do continente e aos preços globais de commodities. A própria Covid-19 segue como um fator de peso que permeia as ações de investidores, especialmente com os últimos casos registrados na China; em razão da política do país asiático, o governo tem procurado conter a doença com lockdowns massivos.

Dentro deste panorama, o brasileiro não pode ficar apenas na torcida para que o cenário não piore por completo. Ele precisa recorrer a soluções que garantam uma economia sólida em períodos de instabilidade. Uma das principais alternativas que se enquadra nessa característica é a conta bancária e de investimentos gratuitas nos Estados Unidos, o que permite o armazenamento de dólares. Ter uma vida financeira com a principal moeda do planeta garante compras para objetivos pessoais sem incertezas, como viagens, e ajuda a minimizar o risco de grandes desvalorizações do real em eventos políticos ou decorrentes de crises internacionais.

Uma das palavras mais temidas no mercado financeiro é justamente "incerteza". Definitivamente, o futuro do Brasil e do mundo reserva situações em que ela possa vir a ser muito usada. Portanto, não há fórmulas mágicas para lidar com o contexto atual, mas sim ações práticas que preservam recursos. Uma conta internacional na maior potência econômica mundial é uma via que garante estabilidade em meio à volatilidade cambial. Hoje, diversas empresas trazem modelos como esse totalmente digitais e acessíveis. Ou seja, o controle das suas finanças em períodos difíceis deixou de ser uma questão de sorte; basta que o caminho certo seja escolhido.

Eleições e Recessão Criam Alerta Para a Importância da Vida Financeira em Dólar
 

Artigos Relacionados

Eleições e Recessão Criam Alerta Para a Importância da Vida Financeira em Dólar

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (1)
William Mendes
William Mendes 05.07.2022 15:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Compre Bolsa brasileira aos preços atuais e farte-se no futuro.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail