Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Furacão Ida Afeta Indústria Petrolífera nos EUA e Distorce Dados do Mercado

Por Ellen R. Wald, Ph.D.Commodities02.09.2021 09:02
br.investing.com/analysis/furacao-ida-afeta-industria-petrolifera-nos-eua-e-distorce-dados-do-mercado-200444436
Furacão Ida Afeta Indústria Petrolífera nos EUA e Distorce Dados do Mercado
Por Ellen R. Wald, Ph.D.   |  02.09.2021 09:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Publicado originalmente em inglês em 02/09/2021

O furacão Ida passou por Louisiana no início desta semana, causando grandes transtornos à indústria de exploração e refino de petróleo nos EUA. Ao tocar a terra com Categoria 4, o furacão provocou uma devastação considerável em Nova Orleans, bem como em diversas comunidades ao longo da costa do Golfo.

Apresentamos a seguir como está a situação atual, do ponto de vista do mercado de energia, e o que os investidores podem esperar quanto ao seu impacto na produção e nos estoques petrolíferos:

WTI semanal
WTI semanal

Produção petrolífera em alto-mar

Praticamente toda a produção americana de petróleo no Golfo do México (1,74 milhões de barris por dia, ou 17% da oferta nos EUA) foi suprimida pela chegada do furacão Ida. Até o meio-dia de quarta-feira, segue fora do mercado 1,45 milhão de barris por dia (mbpd), ainda que, aparentemente, as plataformas e sondas marítimas não tenham sofrido grandes danos. A produção continua parada, em parte porque as equipes evacuadas não conseguiram retornar às plataformas offshore. Os heliportos utilizados para levar os profissionais a essas instalações em alto-mar foram danificados e não estão acessíveis.

A expectativa é que essa queda de produção offshore apareça no relatório da próxima semana da EIA, agência americana de informações energéticas, além de impactar os dados de produção e exportação nos EUA. Os EUA vinham produzindo cerca de 11,3 mbpd, portanto a expectativa é que os investidores vejam uma queda na oferta de cerca de 1,7 mbpd nos dados a serem divulgados na próxima semana e enquanto durar a paralisação das plataformas.

Portos

Outra situação que está evitando a retomada da produção petrolífera é que importantes portos em Louisiana sofreram danos por causa do furacão. Foi impactado o armazenamento de petróleo em portos como o Port Furchon, que geralmente atende 270 grandes navios petroleiros e 1200 caminhões-tanque por dia, abastecendo mais de 250 empresas. O furacão Ida atingiu a terra nessa região, gerando tempestades e inundações de 12 a 15 pés.  As estradas até o porto ainda estão bloqueadas, portanto ainda é preciso avaliar toda a extensão dos danos.

O Porto Petrolífero em Alto-Mar de Louisiana (LOOP, na sigla em inglês), que está associado ao Port Furchon, também está fora de operação. Tudo indica que não sofreu grandes abalos, mas ainda não retomou as operações, pois o acesso continua restrito. A infraestrutura terrestre relacionada está comprometida. O LOOP é o único terminal de águas profundas capaz de descarregar superpetroleiros nos EUA. Não há previsão de quando as operações serão restabelecidas, mas algumas estimativas indicam que levará semanas até o início dos reparos no Port Furchon e outra dezena de portos em Louisiana, que continuam fechados neste momento.

O fechamento dos portos provocou um congestionamento de embarcações no Golfo do México. Cerca de 30 navios-tanque estão atracados na costa de Louisiana aguardando carregamento ou descarga. Os maiores gargalos estão perto de Baton Rouge e Lake Charles. O porto em Lake Charles foi reaberto e a expectativa é que parte da paralisação seja aliviada em breve. Não se sabe ainda se esses navios podem ser deslocados para portos no Texas.

Esses obstáculos devem provocar uma queda nos números de exportação e importação de petróleo nos EUA.

Refinarias

Na preparação para os furacões, as refinarias em Louisiana interromperam cerca de 2,7 mbpd de capacidade de refino. Isso equivale a cerca de 14% do volume refinado nos Estados Unidos. Os danos ainda estão sendo avaliados, e a maioria das refinarias ainda está sem energia ou acesso a insumos, mesmo não tendo sido abaladas pelo furacão ou inundações.

Tanto a refinaria da ExxonMobil em Baton Rouge, que processa 500.000 bpd de petróleo bruto, quanto a refinaria da Marathon Petroleum (NYSE:MPC) em Garyville, com capacidade para refinar 565.000 bpd, não sofreram danos. A ExxonMobil (NYSE:XOM) disse que está restabelecendo as operações da sua refinaria, e a Marathon deve retomar as atividades assim que a energia e os insumos estiverem disponíveis. Tudo indica que 2 mbpd de capacidade de refino devem ser retomados em três semanas.

Com esses fechamentos de refinarias, a expectativa é que os investidores vejam um acúmulo nos estoques petrolíferos nos EUA nos relatórios da EIA na próxima semana. Por outro lado, os estoques de gasolina devem cair, pois as refinarias não estão conseguindo fornecer mais produtos ao mercado.

Algumas regiões podem ser mais impactadas do que outras. Por exemplo, de acordo com Patrick DeHaan, da GasBuddy, a expectativa é que vejamos uma grande retirada de estoques na região PADD 3. Os estoques da região PADD 1 caíram 30% nos últimos 2 meses e, segundo a GasBuddy, veremos a entrada de mais gasolina nessa região a partir do exterior.

A distorção nos dados de petróleo e gasolina dos relatórios da EIA deve persistir por 3 ou 4 semanas, dependendo do tempo necessário para que as refinarias voltem a operar.

Preços da gasolina

Os preços da gasolina haviam começado a cair nos EUA antes do impacto do furacão Ida, mas houve uma reversão dessa tendência.

Gasolina Futura semanal
Gasolina Futura semanal

Segundo dados da EIA divulgados na quarta-feira, a quantidade total de produtos petrolíferos fornecidos nos EUA (usada para estimar a demanda implícita) foi de 21,4 mbpd em média, maior valor desde setembro de 2019. Isso pode estar levemente distorcido em razão dos preparativos para o furacão na semana passada, já que a demanda de gasolina geralmente dispara nas regiões que podem ser impactadas.

No entanto, a partir de 15 de setembro, os postos de combustíveis nos EUA poderão começar a vender a mistura de gasolina de inverno, que é mais barata para produzir (e geralmente custa menos para o consumidor). As regiões impactadas pelo furacão já tiveram liberação da agência americana de proteção ambiental para usar a mistura da gasolina de inverno antes dessa data, a fim de mitigar qualquer escassez do produto. Essa mudança, aliada à volta das refinarias, pode ajudar a arrefecer os preços da gasolina nos EUA nas próximas semanas.

Furacão Ida Afeta Indústria Petrolífera nos EUA e Distorce Dados do Mercado
 

Artigos Relacionados

Furacão Ida Afeta Indústria Petrolífera nos EUA e Distorce Dados do Mercado

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (3)
Dirceu Machado
Dirceu Machado 04.10.2021 11:26
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ANP autorizou o Porto Sudeste (PSVM11 - Mubadala & Trafigura) a operar graneis líquidos - Petróleo e derivados, na modalidade "Ship to Ship" atracado . Fato Relevante publicado 17/09/2021- diário oficial da União 16/09/2021.
Alexandre Freitas
Alexandre Freitas 02.09.2021 15:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ela é sinistra
Oswaldo Romualdo
Oswaldo Romualdo 02.09.2021 11:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Excelente overview sobre o impacto do furacão no produção de petróleo nos EUA. Faz jus ao título de Ph.D.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail