Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Que Venha o Banco Central Autônomo

Por Alvaro BandeiraResumo do Mercado24.11.2020 13:13
br.investing.com/analysis/que-venha-o-bacen-autonomo-200438595
Que Venha o Banco Central Autônomo
Por Alvaro Bandeira   |  24.11.2020 13:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Recentemente o Senado votou e conseguiu aprovar a autonomia do Banco Central, em modelagem bastante semelhante ao que acontece com o FED americano: mandato descasado com o do presidente da República, mas também com outros atributos como preocupação com a expansão econômica e também o emprego, além, claro, de controlar a inflação. O projeto ainda carece da aprovação pela Câmara e, até onde se sabe, deve sofrer alterações de conteúdo, tendo que voltar e ser votado novamente pelo Senado.

Certamente não é o projeto mais importante que o Congresso e o governo deveriam se debruçar, até por conta de, nas duas últimas gestões da Bacen, na prática, a autonomia ter sempre sido exercitada, o que só aumentou a confiabilidade da autarquia perante as instituições financeiras locais e internacionais. Ilan Goldfajn teve excelente performance na condução do Bacen, seguida também pelo atual presidente Roberto Campos Neto.

Ocorre que, aparentemente, o Bacen agora volta a ficar sob tensão, depois de tudo que foi feito para mitigar os efeitos da pandemia na economia, com elevado nível de endividamento interno, taxa Selic no piso histórico e inflação começando a mostrar sua cara perversa. Inicialmente sobre itens alimentícios e commodities (afetada pela taxa cambial), mas também começando a se dispersar pelos preços no atacado, via aumento de custos de produção e recuperação desigual de setores da atividade como, por exemplo, embalagens.

Há quem argumente que a grande capacidade ociosa, taxa de desemprego elevada e ainda em alta e redução/extinção dos auxílios emergenciais são fatores inibidores da expansão mais consistente da inflação, e que a visão do Bacen está correta ao indicar Selic estabilizada em 2% por um longo período. Porém, as sinalizações dadas pela curva de juros nos títulos de mais longo prazo não podem ser desprezadas, assim como os alerta constantes do Bacen e da unanimidade dos economistas sobre o risco fiscal e a necessidade de reformas profundas e aprovadas com rapidez.

Sem que reformas estruturantes profundas sejam feitas, é de se prever que o real irá se desvalorizar, ainda mais acrescentando maior inflação futura. Tanto isso é verdade que já há quem preveja taxa de inflação superior a 4% em 2021, quando o centro da meta está em 3,75%. A pesquisa semanal Focus traz outras evidências na constante reavaliação para cima da inflação. Na Focus dessa semana, o IPCA projetado para 2020 subiu de 3,25% para 3,45%, enquanto em 2021 foi para 3%, de anterior projetado em 2,75%.

Também não é por outra razão que passamos a discutir com maior insistência a dominância fiscal, quando o banco central perde muito da capacidade de administrar a inflação, a partir exatamente da dívida alta e chegando próxima de 100% do PIB, Selic no piso e governo começando a flertar com o populismo, preocupado com a reeleição. Tudo isso vai ficar ainda mais evidente se tivermos uma segunda onda de contágio também por aqui (e porque não?), com o governo sendo forçado a estender auxílios e novas políticas que comprometam os dados de conjuntura e adiem mais ainda as reformas.

Tudo isso junto nos remete à urgência de termos um banco central independente, com presidente não demissível pelo presidente da República, para que se possam formular as políticas mais corretas para manter a inflação controlada, e não como já ocorreu no passado não muito remoto, de um presidente à serviço integral do presidente.

Não era tão importante assim termos um banco central liberto, mas agora passou a ser, diante das possibilidades que se apresentam. E olha que passar isso no Congresso não é tão difícil como outras coisas que teremos que fazer no curto prazo para garantir que esse Brasil trilhe caminhos melhores.

Que Venha o Banco Central Autônomo
 

Artigos Relacionados

Que Venha o Banco Central Autônomo

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (1)
Uelton de Jesus Torrecilla
Uelton de Jesus Torrecilla 24.11.2020 17:44
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Concordo plenamente
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail