Junte-se a +750 mil investidores que copiaram as ações das carteiras dos bilionáriosAssine grátis

Quer Ter Exposição ao Mercado Imobiliário dos EUA ou Global? Confira estes 2 ETFs

Publicado 23.08.2021, 11:13
PLD
-
PSA
-
SPG
-
EQIX
-
IRM
-
CIM
-
VER
-
DLR
-
VNQ
-
REZ
-
MORT
-
SRET
-
XLRE
-
ILPT
-
SRVR
-
BBRE
-
D1LR34
-
EQIX34
-
SIMN34
-
I1RM34
-
P1LD34
-
P1SA34
-
CWYUF
-

Os fundos de investimento imobiliário, conhecidos pela sigla REITs nos EUA, permitem que os investidores participem de um dos setores mais importantes da economia. De acordo com a Associação Americana de Fundos de Investimento Imobiliário (NAREIT, na sigla em inglês):

“Os REITs investem na maior parte dos tipos de propriedades imobiliárias, como escritórios, edifícios de apartamentos, galpões logísticos, centros de varejo, centros hospitalares, data centers, torres de celulares, infraestrutura e hotéis”.

Os fundos com cotas negociadas em bolsa (ETFs) com foco em fundos imobiliários oferecem, como benefício, maior liquidez em relação ao investimento direto em imóveis. Além disso, os investidores não precisam se preocupar com os diversos custos e questões legais de ter um imóvel, como hipoteca, corretores, inquilinos etc.

A PGIM, empresa de gestão de investimentos da Prudential Financial, ressalta que no 2º tri:

“Quem apresentou o melhor desempenho durante o trimestre foram as empresas que oferecem espaços de armazenamento individual e operadoras de shoppings. No primeiro caso, o aumento da demanda se deveu à pandemia, e o mercado está bem posicionado em um ambiente reflacionário com aluguéis mensais e baixas despesas com mão de obra. Os shoppings continuam se beneficiando da demanda reprimida dos consumidores. Os setores com pior desempenho durante o trimestre foram o de acomodação e saúde”.

Os leitores regulares desta coluna sabem que cobrimos regularmente o setor. Nos últimos meses, por exemplo, discutimos os seguintes ETFs:

  • iShares Residential & Multisector Real Estate ETF (NYSE:REZ) — acumula alta de 30,5% no ano;
  • Pacer Benchmark Data & Infrastructure Real Estate SCTR (NYSE:SRVR) — acumula alta de 15,4% no ano;
  • The Real Estate Select Sector SPDR Fund (NYSE:XLRE) — acumula alta de 28,5% no ano;
  • VanEck Vectors Mortgage REIT Income ETF (NYSE:MORT) — acumula alta de 12,4% no ano;
  • Vanguard Real Estate Index Fund ETF Shares (NYSE:VNQ) — acumula alta de 25,5% no ano.

Hoje, vamos ampliar a discussão para outros dois fundos.

1. JP Morgan BetaBuilders MSCI US REIT

  • Preço atual: US$100,35
  • Média de 52 semanas: US$68,76-101,86
  • Retorno do dividendo (Yield): 1,98%
  • Taxa de administração: 0,11% ao ano

Nosso primeiro fundo, o JPMorgan BetaBuilders MSCI US REIT (NYSE:BBRE), tem como foco o mercado imobiliário nos EUA. Como diz a NAREIT:

“A recuperação no mercado imobiliário comercial, assim como ocorre no resto da economia, deve ser desigual entre os setores e sujeita a atrasos e baixo desempenho”.

A PwC adota visão similar a esse respeito:

“Propriedades industriais, data centers e casas unifamiliares devem se valorizar, ao passo que propriedades de varejo e hospitalidade sofrerão os maiores declínios”.

O fundo BBRE possui 138 participações e rastreia os retornos do índice MSCI US REIT Capped. O fundo começou a ser negociado em junho de 2018. As 10 principais participações respondem por quase 40% do seu patrimônio líquido de US$1,42 bilhão.

BBRE - gráfico semanal

Em termos de alocação subsetorial, o segmento de apartamentos responde pela maior parcela, com 24,6%, seguido de propriedades diversificadas (19%), indústria (12,9%), saúde (10,9%), escritórios (105%), armazenamento (9,2%), shoppings regionais (3,9%) e hotéis (3,7%).

Entre os destaques da carteira estão: Prologis (NYSE:PLD) (SA:P1LD34), que investe em infraestrutura logística; o grupo de infraestrutura digital Equinix (NASDAQ:EQIX) (SA:EQIX34); o fundo de instalações para armazenamento individual Public Storage (NYSE:PSA) (SA:P1SA34); o fundo imobiliário Simon Property (NYSE:SPG) (SA:SIMN34) e Digital Realty Trust (NYSE:DLR) (SA:D1LR34), que investe em data centers.

No último ano, o fundo subiu 35.5% e acumula alta de 26,8% em 2021. Sua máxima histórica foi tocada em 2 de agosto. Em vista do seu forte desempenho em 2021, não se pode descartar alguma realização de lucros. Os investidores interessados encontrariam um melhor ponto de entrada em US$95.

2. Global X SuperDividend REIT

  • Preço atual: US$9,65
  • Média de 52 semanas: US$7,43-10,34
  • Retorno do dividendo (Yield): 6,58%
  • Taxa de administração: 0,58% ao ano

O Instituto Aberdeen de Pesquisa em Investimentos Padrão (ASIRI, na sigla em inglês) prevê “retornos razoáveis de um dígito para o mercado imobiliário global nos próximos três anos, à medida que os preços caem e os aluguéis se recuperam na esteira da reabertura econômica”.

Nosso próximo fundo, o Global X SuperDividend® REIT (NASDAQ:SRET), pode interessar a aqueles leitores que buscam renda passiva e também gostariam de aproveitar as tendências mundiais do setor. O SRET investe em 30 dos fundos imobiliários com maior retorno de dividendos em todo o mundo.
SRET - gráfico semanal

O SRET começou a ser negociado em março de 2015 e seu patrimônio líquido é de cerca de US$496 milhões. Em termos de alocação subsetorial, os fundos hipotecários têm maior peso, com 32,10%. Em seguida temos fundos diversificados (21,01%), saúde (15,30%) e especializados (11,12%), que podem incluir cinemas, cassinos, terras agrícolas e locais de publicidade externa”.

Cerca de 70% dos fundos imobiliários estão nos EUA. Em seguida vem Canadá (11,2%), Austrália (9,7%), Cingapura (6,2%) e México (2,8%). Os 10 principais nomes do fundo respondem por 35% do seu patrimônio.

Entre os destaques da carteira podemos citar: Iron Mountain (NYSE:IRM) (SA:I1RM34), que fornece serviços de gestão de informação e armazenamento de dados; Chimera Investment (NYSE:CIM), que tem foco em ativos hipotecários; Vereit (NYSE:VER), cujo portfólio inclui imóveis de varejo com inquilino único, restaurantes, escritórios e indústria; o fundo canadense SmartCentres Real Estate Investment Trust (OTC:CWYUF) e o fundo imobiliário Industrial Logistics Properties Trust (NASDAQ:ILPT), que possui e aluga propriedades industriais e logísticas.

No último ano, o fundo subiu 22,5% e acumula alta de 8,5% em 2021. O SRET tocou sua máxima plurianual em junho. Um potencial declínio até US$9,2 pode melhorar a margem de segurança do fundo.

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.