Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Sem água, Belo Monte opera com meia turbina

Commodities21.09.2021 17:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Sem água, Belo Monte opera com meia turbina

A ameaça de apagão que o Brasil atravessa evidencia a limitação de um dos principais projetos de infraestrutura do País para enfrentar a seca atual. Erguida com investimentos de quase R$ 40 bilhões, Belo Monte, a quarta maior hidrelétrica do mundo, com capacidade para gerar 11.233 megawatts (MW), opera só com meia turbina desde o início de agosto.

Isso significa produzir cerca de 300 MW por dia - ou 2,67% da potência total. Construída sem reservatório, a fio d'água, a usina funciona conforme o regime hidrográfico do Rio Xingu, que varia 25 vezes entre a cheia e a seca - e este é o período do ano de auge da seca.

Hoje, Belo Monte está com 18 turbinas paradas. E isso deve se manter até o fim de novembro ou meados de dezembro, quando o rio deve voltar a encher. Dependendo do volume de chuvas, em janeiro a hidrelétrica - que tem entre os sócios Eletrobras (SA:ELET3), Neoenergia (SA:NEOE3), Cemig (SA:CMIG4), Vale (SA:VALE3) e os fundos Petros e Funcef - já estará produzindo quase sua capacidade total.

Desde que foi concluída, a usina tem produzido menos do que os especialistas calculavam para o período seco. Na época da construção, esperava-se que, durante a estiagem, ela produzisse cerca de 690 MW médios. Durante o ano, a expectativa era produzir 4 mil MW médios. No ano passado, ficou em 3.293 MW médios e, em 2019, em 3.027 MW médios, segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

"Geramos durante seis meses por ano, que é quando há volume de água no rio. Mas essa é a configuração do projeto", diz o diretor-presidente da concessionária Norte Energia, Paulo Roberto Ribeiro Pinto. Mesmo assim, ele afirma que Belo Monte tem tido um papel importante na recuperação dos demais reservatórios do País no período chuvoso e representa 7% da matriz brasileira.

A construção de usinas a fio d'água sempre foi motivo de grandes discussões no País. O modelo foi adotado para reduzir os impactos ambientais e tornar viável a construção das usinas. A escolha, no entanto, tem um preço que é a redução da capacidade de armazenamento.

O projeto de Belo Monte, por exemplo, nasceu na década de 70, como Hidrelétrica Kararaô, dentro de um complexo de seis usinas. Após várias remodelações, foi rebatizado de Belo Monte, com apenas uma usina. Para diminuir os impactos ambientais, a área alagada foi reduzida de 1.200 para 516 km².

Conflitos

Apesar das mudanças, a hidrelétrica sempre esteve envolvida em muitas controvérsias ambientais. Em 2020, quase um ano após a inauguração da última turbina, o Ministério Público Federal (MPF) voltou a questionar o hidrograma de vazão da usina aprovado na época do leilão.

Belo Monte foi construído em dois locais diferentes. Parte da água do Xingu é desviada para a usina Sítio Pimental, que gera 233 MW de energia. Esse desvio acabou reduzindo o volume de água na região da Volta Grande, onde estão localizadas algumas aldeias indígenas. O MPF argumentou que a diminuição de água estava provocando problemas para ribeirinhos, navegabilidade e para os peixes.

Por causa disso, em janeiro deste ano o Ibama aumentou a vazão na Volta Grande. Consequentemente, o volume de água para a usina diminuiu e afetou a produção. O presidente da Norte Energia calcula que essa alteração tenha reduzido em cerca de 1.600 MW médios a geração de Belo Monte e reduzindo em 2,5% os reservatórios do Sudeste/Centro-Oeste.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Sem água, Belo Monte opera com meia turbina
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (5)
Humberto Marino
Humberto Marino 22.09.2021 8:57
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Obra da petezada deixaram ser chantageados pelos naturalistas, ONGs, índios, políticos etc....o povo que aceitam velas kkkkkkk
Gustavo Perszel
Gustavo Perszel 22.09.2021 8:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
escolheram ter meia dúzia de planta a mais, está aí o resultado...
Gustavo Perszel
Gustavo Perszel 22.09.2021 8:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
se dependesse de ambientalista nem energia sendo gerada teríamos hoje
Paulo Giandoso
Paulo Giandoso 22.09.2021 6:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
lembremos que esse é um projeto propineiro da dilmanta cujo projeto inicial já previa que essa hidrelétrica seria um elefante....
Paulo Merli
Paulo Merli 22.09.2021 6:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ainda bem que ela não conseguiu estocar vento, senão a propina seria maior.
Paulo Merli
Paulo Merli 22.09.2021 6:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ainda bem que ela não conseguiu estocar vento, senão a propina seria maior.
Paulo Merli
Paulo Merli 22.09.2021 6:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ainda bem que ela não conseguiu estocar vento, senão a propina seria maior.
jp jp
jp jp 21.09.2021 23:33
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
VOTAREMOS NA TERCEIRA VIA PARA PRESIDENTE!
Erick Vitor
Erick Vitor 21.09.2021 22:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
f0d@se os indio.. taca agua nessas turbina
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail