Garanta 40% de desconto
⚠ Alerta de Balanço! Quais ações estão prontas para disparar?
Veja as ações no nosso radar ProPicks. Essas estratégias subiram 19,7% desde o início do ano.
Não perca a lista completa

Prévia da inflação: IPCA-15 sobe 0,78% em fevereiro, impactado por educação

Publicado 27.02.2024, 09:05
Atualizado 27.02.2024, 09:05
© Reuters.

Investing.com – O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), considerado a prévia da inflação oficial, subiu 0,78% em fevereiro, abaixo da expectativa consensual de 0,82%. Em janeiro, o indicador teve expansão de 0,31%, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados nesta terça-feira, 27. Assim, o indicador acumula alta de 1,09% no ano e, considerando o dado em doze meses, a variação passa de 4,47% para 4,49%.

Considerando os nove grupos de produtos e serviços pesquisados, oito apresentaram elevação neste mês. De acordo com o instituto, os dados foram afetados pelo grupo educação, que subiu 5,07% e representou um impacto de 0,30 ponto percentual no índice geral. “Em fevereiro, é costume esse grupo pressionar o índice por conta dos reajustes das matrículas no início do ano letivo”, destaca Gustavo Sung, economista-chefe da Suno Research.

Na sequência, aparece o grupo de alimentação e bebidas, com acréscimo de 0,97% e impacto de 0,20 ponto percentual no índice. Helena Veronese, economista-chefe da B. Side Investimentos, afirma que a alta em alimentação está relacionada aos efeitos do El Niño nos preços de hortifruti. “Mas, de todo modo, a alta de fevereiro foi menor que a aceleração observada em janeiro, quando a inflação do grupo havia sido de 1,53% - em parte por fatores sazonais, em parte por fatores climáticos”. Saúde e cuidados pessoais registraram valorização de 0,76%, enquanto, na outra ponta, o grupo vestuário apresentou variação negativa de 0,39%.

A surpresa baixista da inflação dos preços da alimentação no domicílio foi considerada uma boa notícia por Rafael Costa, analista e integrante do time de estratégia macro da BGC Liquidez. “Apesar disso, a inflação de serviços subjacentes continua registrando leituras e detalhes que dificultam o atingimento do centro da meta de inflação. A forte inflação do item serviço bancário, e seu lento recuo, continua sendo um vilão dentro do conjunto de preços dos serviços subjacentes”.

A pesquisa Boletim Focus divulgada pelo Banco Central nesta terça aponta que economistas de mercado esperam que a inflação oficial do país atinja 3,80% neste ano.

Como investir em um ambiente de juros altos para controlar a inflação? Você ainda tem tempo para descobrir as joias do mercado e obter os melhores retornos com o InvestingPro.

Ferramentas premium serão suas melhores aliadas para construir sua estratégia de investimentos. Adquira o InvestingPro com desconto de 10% em todos os nossos planos Pro e Pro+ de 1 e 2 anos com o cupom INVESTIR.

Últimos comentários

Podem passar pano à vontade, o rombo está crescendo, a PF só investiga cartão de vacina, baleias, e minutas. Todo mundo terá que fazer o L e pagar o rombo!
é como funciona a democracia. pior pra mim que não gosto nem do pai dos pobres, nem do seu mito
as expectativas são dadas após o resultado do indicador... aí jogam pra cima pra dizer que o resultado veio abaixo...
dá nele paranóia
e o verdadeiro tá ruim mas tá bom , o dado sai melhor que o esperado pior do que estava , e dizem que foi o reajuste na matrícula escolar que disparou os dados , e não o combustível e a alimentação mais cara e a socada de impostos, e o que a bolsa faz hoje , explode pra cima com os gringo enchendo o bolso na compra e os brazucas dando liquidez, estratégia vencedora para operar na bolsa brasileira, se tá ruim e sai ruim compra que é gain!
Baratinho 14 reais Gasolina só imposto no lombo faz o L
anda bebendo gasolina?
Essa inflação dos combustíveis pode botar na conta dos GOVERNADORES BOZOLÓIDES que aumentaram o ICMS.
Verdade, mas a redução a gente coloca na baixa do Brent lá fora. Também não é mérito de Lula/Haddad
É daí pro fundo do poço. O déficit fiscal vai aumentar a inflação e quebrar o Brasil.
chora bolsomiom
Embora combater preço de commodities com Selic tupiniquim seja coisa de burro ou mau caráter, para o gado ficar feliz... Inflação alimentos 7,84% em 2019. 18,15% em 2020. 8,24% em 2021. 13,23% em 2022. -0,52% em 2023.. Claro, Teve pandemia em 2019 e 2022. Na verdade, foi pandemonio gerado por um ladrão golpista.
Alimentação subiu 5% desde Novembro. Imagino as manchetes se fosse no governo do Biroliro "Preço dos alimentos disparam e fome volta a assombrar o país". Daí pra pior. Rsrs 🤡
A condução econômica é deplorável, o Taxhadd só sabe subir impostos e o rombo só aumenta, midia abastecida e o povo sem nada!!!
querem combutivel caro, dolar alto, calote de precatorios, minuta e golpe, picanha a 150,00 o kg, desemprego, boicote de vacinas?? votem no bolsonaro daqui 4 anos de novo... so aguardar ué...
A gente tá vivendo tudo isso em 2024 sem pandemia
 hahahahahaha!!!! so pode ser doido
meu filho, joga a toalha
Inflação subindo mas é com amor ❤️
inflação abaixo da expectativa, bozolóide
já foi no mercado?!!! IBGE é super confiável kkkkkk
O IBGE sempre divulga abaixo da expectativa. É REGRA 🤣🤣🤣
É normal os reajustes da educação puxarem a inflação pra cima em fevereiro. O que deve preocupar são itens tipo alimentação no domicílio subindo todos os meses, agora subiu mais 1.16%. Itens básicos como feijão, arroz, frutas subiram em média 5%.
O governo dolarapio tá comprando deslikes pra mascarar a impopularidade kkkk
Isso é algum desocupado que criou vários perfis pra ficar dando deslike em quem critica o painho dele. Deve viver de auxílio.
governo comunista é assim
🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣
Fumo!
A culpa não é dos alimentos? Tá bom!!!
O governo dolarapio tá comprando deslikes pra mascarar a impopularidade kkkk
Os pobres como eu sabemos que o que mais subiu foi o mercado e combustíveis..kkkk
resultado bom pq lula não tava no país, sem ele o Brasil vai pra frente ... pode ser qlq um... só de não ser o PT já está melhor
Os índices inflacionários não representam a realidade inflacionária!! A inflação verdadeira é muito maior do que os índices inflacionários mostram!!
Inflação verdadeira?
Nathan Felipe Cypriani inflação verdadeira a que todos nós sentimos no bolso e na pele!!
Único que consegue fazer milagres é o pastor Silas mala cheia,,,, ta patrocinado até trio elétrico R$$$$
o cara olha um indicador de expectativa, com tendência crescente, num contexto de afroxamento contratado, com risco de sazonalidade em oferta... e consegue comemorar. kkkkkkk vocês são uma PIADA.
pra Ju men to, qualquer dado está valendo porque só comem capim.
Rumo a Argentina!!!
Já vai tarde...
Se o gado acredita que a terra é plana e que Bozo não é LADRÃO, alguém espera uma atitude diverente dos ruminantes? HAHAHAHAH
ah tá o lules é um santo kkkkk bombeiro sempre sendo bombeiro ...
Falso, falso, falso. Mensalidade escolar subiu quase 10%, plano médico chegou a ter aumentos de até 32%, comunista de presidente do Ibgezinho, esperar o que???
Venho dizendo isso faz tempo!! Inclusive disse isso para o Lula!! O Lula está avisado desde o começo do ano passado!!
O governo dolarapio tá comprando deslikes pra mascarar a impopularidade kkkkk
Luís Rangel por que as autoridades responsáveis estão de braços cruzados!! Aqui, nos EUA, na UE e onde mais estiver acontecendo??
Os dado não batem, a mensalidade escolar subiu 8,59%.
Todo mundo está sentindo na carne a dura realidade!! Na carne, no arroz, NA MENSALIDADE ESCOLAR e por aí vai!! Os preços estão subindo e muito!! A inflação verdadeira é muito maior do que os índices inflacionários mostram!!
Quando a gasolina era R$8,00 o gado não andava de carro, ficava pastando, kkkk
ptzada só vê preço de gasolina... gastos com educação não são problema para a canhota...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.