Libere dados premium: até 50% de desconto InvestingProGARANTA JÁ SUA OFERTA

UBS enxerga corte de juros no México em junho, mas pausa no Brasil

Publicado 29.05.2024, 15:54
© Reuters.

Investing.com – A política monetária segue no radar das instituições financeiras, com perspectivas distintas entre os países da América Latina. Enquanto para o Brasil, o UBS enxerga uma pausa na flexibilização, o banco espera um corte de 0,25 ponto percentual no México, nas decisões de junho. A equipe prevê que a taxa de juros brasileira (Selic) atinja 9,75% ao final deste ano, revisada de 9,25%, e, para a taxa de referência mexicana, a projeção é de 10%.

Como investir em um cenário incerto sobre os juros? Saiba aproveitar as tendências de mercado com ações escolhidas a dedo pelo InvestingPro. Amplie seus lucros com carteiras que superam os índices de mercado. Ao assinar hoje, você ganha até quase 50% de desconto, a depender do plano escolhido. Basta inserir manualmente o cupom INVESTIR.

Em relatório divulgado a clientes e ao mercado nesta quarta, 29, o UBS lembra que as expectativas inflação para o próximo ano aumentaram de forma significativa no Brasil. Entre os motivos, segundo o banco, estaria a leitura da inflação americana de abril acima do previsto, levando a revisões sobre os patamares de juros externos.

Hoje, a taxa de juros brasileira está em 10,5% e a equipe de economia não espera cortes na Selic nas próximas duas reuniões. Na última decisão, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central cortou a Selic em 0,25 ponto percentual, e não forneceu um guidance para o próximo encontro. “Economistas do Brasil acreditam que cortes nas taxas podem recomeçar em setembro sob certas condições”, aponta o relatório.

Já em relação ao México, o banco afirma que “o fracasso da economia mexicana economia para entregar o dinamismo testemunhado nos primeiros três trimestres do ano passado poderá levar o Banxico a reconsiderar a sua atual orientação monetária”, destaca o UBS, indicando que o país estaria mais dependente da trajetória da inflação, principalmente no núcleo. Na última reunião, a autoridade monetária mexicana optou por pausar a flexibilização. A expectativa do banco é de um corte de 0,25 ponto percentual em junho e diminuição gradual dos 11% atuais para 10% até ao final do ano.

Você tem direito a um desconto espetacular na compra das poderosas ferramentas do InvestingPro. Como leitor deste artigo, damos-lhe o código INVESTIR para adquirir a sua assinatura com um desconto adicional de 10% sobre os preços promocionais em vigor.

Recursos do InvestingPro - Use o cupom INVESTIR para um desconto adicional

1 ano de InvestingPro

1 ano de InvestingPro+

2 anos de InvestingPro

2 anos de InvestingPro+

Veja como aplicar o cupom no vídeo abaixo

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.