😎 Promoção de meio de ano - Até 50% de desconto em ações selecionadas por IA no InvestingProGARANTA JÁ SUA OFERTA

Especulação de corte de juros do BoE alimenta rali do mercado do Reino Unido

EdiçãoBrando Bricchi
Publicado 20.06.2024, 14:56
© Reuters.
GBP/USD
-
UK100
-
FLG
-

A antecipação de um potencial corte de juros pelo Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) em agosto provocou um aumento nos mercados financeiros do Reino Unido, com operadores colocando uma probabilidade de 44% em tal movimento, um aumento em relação aos 32% do dia anterior. Essa mudança nas expectativas segue a decisão do BoE de manter os juros em um pico de 16 anos na quinta-feira, apesar de sinalizar uma inclinação para cortes futuros. Os mercados também reagiram positivamente à notícia de quarta-feira de que a inflação do Reino Unido atingiu a meta de 2% do BoE, alimentando ainda mais as especulações de corte de juros.

Os investidores estão agora considerando o potencial impulso econômico que poderia vir de cortes de juros em conjunto com a vitória prevista para o Partido Trabalhista, de oposição, nas próximas eleições gerais de 4 de julho. O Partido Trabalhista prometeu promover o crescimento e administrar as finanças do país com cautela. Este sentimento marca uma mudança em relação à incerteza que assola os mercados do Reino Unido desde a votação do Brexit de 2016 e o mini-Orçamento subfinanciado de 2022 pela ex-primeira-ministra conservadora Liz Truss.

Michael Field, estrategista europeu da Morningstar, expressou confiança nos próximos cortes de juros e em uma perspectiva estável do governo para o Reino Unido nos próximos anos. Enquanto isso, James Briggs, gerente de portfólio da Janus Henderson, manteve uma visão positiva sobre ações do Reino Unido, crédito corporativo e títulos do governo, destacando que os riscos associados a uma política fiscal heterodoxa não são mais uma preocupação.

O índice FTSE 100, de Londres, permaneceu perto de suas máximas recordes alcançadas em maio, enquanto a libra esterlina caiu levemente, a aproximadamente 84,58% por euro, mas ainda perto de seu nível mais forte desde 2022. Após o anúncio do BoE, os rendimentos do ouro de dois anos caíram para seu nível mais baixo desde março, de acordo com dados da LSEG, e os títulos do Reino Unido superaram seus homólogos dos EUA e da zona do euro neste mês.

Apesar da manifestação, alguns especialistas, como Nikolay Markov, da Pictet Asset Management, mantiveram reservas sobre as marrãs devido à tendência histórica do Partido Trabalhista de aumentar os gastos públicos, o que poderia impactar o endividamento estatal e a inflação. Economistas atualizaram recentemente suas previsões de crescimento para a economia do Reino Unido para 0,7% no ano, um sinal de melhores perspectivas econômicas.

Becky Qin, da Fidelity International, planeja manter uma postura neutra sobre as ações do Reino Unido até que haja sinais mais claros de crescimento sustentável, citando preocupações com a alta inflação persistente no setor de serviços do Reino Unido, que permaneceu em 5,7% em maio.

Embora os mercados do Reino Unido estejam experimentando um rali, o suporte de longo prazo permanece incerto. Os fundos rastreadores viram novas entradas de dinheiro em três das últimas quatro semanas desde que a eleição foi anunciada pelo primeiro-ministro Rishi Sunak, de acordo com dados da Lipper Global. No entanto, os fundos de ações do Reino Unido com gestão ativa continuaram a ver saídas.

A recente onda de aquisições de empresas listadas no Reino Unido levou os investidores a reconsiderar a avaliação desses ativos. No geral, o sentimento dos investidores em relação ao Reino Unido é positivo, impulsionado pelas perspectivas de cortes de juros e pela empolgação da eleição pendente. Yvan Mamalet, estrategista sênior de mercado da SG Kleinwort Hambros, compartilhou uma perspectiva otimista sobre as ações do Reino Unido, embora antecipe que os cortes de juros possam pressionar a libra.

Carl Shepherd, gestor de carteiras de renda fixa da Newton Investment Management, expressou preferência por títulos de longo prazo, reconhecendo os riscos únicos no mercado do Reino Unido, mas também a possibilidade de maior estabilidade pós-eleição.

A Reuters contribuiu para este artigo.

Essa notícia foi traduzida com a ajuda de inteligência artificial. Para mais informação, veja nossos Termos de Uso.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.