Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Auxílio emergencial deve ser renovado por mais "2 ou 3 meses", diz Guedes

Economia08.06.2021 14:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. O ministro da Economia, Paulo Guedes. 12/05/2020. REUTERS/Adriano Machado.

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira que o governo deve estender a rodada de pagamentos do auxílio emergencial aos mais vulneráveis por mais "dois ou três meses", com a expectativa de ganhar tempo para o avanço da vacinação contra a Covid-19.

"Possivelmente vamos estender agora o auxílio emergencial, mais dois ou três meses, porque a pandemia está aí", afirmou Guedes em participação remota em um evento promovido pela Frente Parlamentar do Setor de Serviços.

"Os governadores estão dizendo que em dois ou três meses a população brasileira adulta vai estar toda vacinada, então nós vamos renovar por dois ou três meses."

Segundo o ministro, ao fim do pagamento das parcelas do auxílio o governo implementará um novo Bolsa Família, já reformulado.

O governo reeditou em abril o pagamento do auxílio emergencial, com a previsão inicial de pagamento de quatro parcelas de 250 reais. Na segunda-feira a Reuters já havia informado a intenção do governo de estender o auxílio por mais dois meses, até setembro deste ano.

A medida será custeada por um crédito extraordinário de 12 bilhões de reais a ser enviado ao Congresso e outros 7 bilhões de reais que já estão disponíveis no orçamento autorizado para o programa.

"Logo depois, entra, então, o Bolsa Família, o novo Bolsa Família, já reforçado. Então eu diria que o Brasil está encontrando seu caminho", defendeu Guedes, em alusão ao duplo compromisso do governo com a saúde da população e com o lado fiscal.

CRESCIMENTO ECONÔMICO

Ao tratar da recuperação econômica do país e as recentes revisões de projeções para cima de instituições para o Produto Interno Bruto (PIB) deste ano, Guedes afirmou que a pasta ainda mantém cálculo conservador, "entre 4% e 5%" para 2021.

"Nós estamos vendo, na economia brasileira, todas as revisões sendo feitas para cima. O crescimento econômico, que era estimado em torno de 3,2%, 3,3%, já passou de 4%. Já tem gente indo para 5%. Nós continuamos, ainda, conservadoramente, nosso cálculo entre 4% e 5% da taxa de crescimento."

Guedes também ressaltou que o país tem visto o avanço do processo de consolidação fiscal, e mencionou a trajetória de redução do déficit público neste ano, sem o sacrifício de programas de combate à pandemia.

A atual estimativa oficial do Ministério da Economia aponta para crescimento do PIB de 3,5%, de acordo com o mais recente Boletim MacroFiscal divulgado pela Secretaria de Política Econômica em maio.

REFORMA TRIBUTÁRIA

Em sua participação, o ministro também afirmou que a proposta de reforma tributária não terá "grande novidade". Guedes mencionou que, apesar de ter a preferência por um texto mais amplo, o governo fará o que for possível no momento em torno do tema.

"Ela é uma reforma moderada, estamos atentos, eu gostaria de fazer ela um pouco mais ampla, inclusive com desoneração de folha, tudo isso. Não é o momento, ainda, mas nós não vamos desistir, só vamos fazer a coisa em fatias, gradualmente, vamos fazer o que é possível agora, simplificação, redução de alíquota, vamos reduzir impostos para empresas e vamos avançar."

Ao ser questionado sobre um eventual aumento de imposto para o setor de serviços na proposta, Guedes rechaçou a ideia.

De acordo com o ministro, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 45, que trata do tema, abordava um IVA único sob alíquota de 30%, segundo as projeções iniciais do Ministério da Economia.

"Isso seria absolutamente inaceitável para o setor de serviços. Então lutamos bastante, conversamos muito, conseguimos reduzir essas aspirações bastante para um IVA que talvez chegue a 12%", explicou.

"Mesmo reduzindo bastante em relação aos cálculos iniciais, nós ainda estamos considerando a possibilidade de ter duas alíquotas. Uma para comércio e serviços, mais baixa, e outra para indústria, um pouco mais alta. Então é onde nós estamos hoje, talvez seja a maior simplificação que a gente consiga fazer", complementou o ministro.

(Por Gabriel Ponte)

Auxílio emergencial deve ser renovado por mais "2 ou 3 meses", diz Guedes
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (4)
jose eduardo muniz coimbra
jose eduardo muniz coimbra 08.06.2021 15:25
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O nosso deficit está em 90% do PIB.Americano em 100%.Basta não roubar 100 bilhões da Petrobras que seriam 5 bolsas famílias.Nesta hora pensemos na pessoas.Triste ver que a economia deve ser prioridade.
Mike Wagner
Mike Wagner 08.06.2021 14:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Adinha quem paga essa conta ?
Reginaldo Costa de Sousa
Reginaldo Costa de Sousa 08.06.2021 14:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Eu voto e no Lula pra quebra De vez ou consertar As cagada que ele fez… acho que ele já roubou tanto que não tenho mais coragem de roubar na verdade nem precisa porque é muito velho
Mn Nve
Mn Nve 08.06.2021 13:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Auxilio eleição até qubrar o pais ou até a eleição.... Não dizem que a pandemia já acabou?  Em 22, seja patriota, pense no Brasil. Não vote em Lula e Bozo.
Mostrar respostas anteriores (1)
Mn Nve
Mn Nve 08.06.2021 13:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Wallace Gonçalves  Exato, mas não é o que é feito. Os recursos eleitoreiros, ditos para o combate a pandemia, fogem do teto justamente para permitir o uso indiscriminado. Assim como foi feito com as emendas fantasmas que desviaram 17bi do orçamento que serão usados, provavelmente, em roubalheira e com fins eleitoreiros.
zeni moura
zeni moura 08.06.2021 13:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Tu és contra o auxilio pq esta com seu peitinh de fora pegando sol no copacabana palace né Sr.patriota?!
Mn Nve
Mn Nve 08.06.2021 13:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
zeni moura  Falou o esquerdista Zeni, que agora é a favor do Bolsa Eleição, Auxilio Compra de Votos, Bolsa Mamata, .... Tudo para deixar o povo sem trablhar e manter a roubalheira em 22.  Senssacional estes liberais de Taubaté que votam no Rei da Rachadinha.
zeni moura
zeni moura 08.06.2021 13:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mn Nve podexa... o pobre vai comprar tv na titia magalu pra ve a copa america... pra vc achar ela uma super gestora pois a empresa cresce mt! Vao pagar com 1000% do q ela pega no bndes... fique tranquilo...Grande patriota do copacabana palace
Mn Nve
Mn Nve 08.06.2021 13:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
zeni moura  Pois é né, acabou de confessar... O Lula tinha razão.... O negócio é distribuir auxilio e jogar a culpa na Globo.... Dois bandidinhos que são farinha do mesmo saco.... Lula e Bozo podem ir para cadeia juntos. Terão muito em comum.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail