Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

CHARGE - Vacinas, avante!

Economia10.02.2021 18:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Investing.com

Por Geoffrey Smith

Investing.com - A indústria farmacêutica teve sua parcela de críticas nos últimos anos. Os preços altíssimos dos medicamentos produziram retornos generosos aos acionistas, e litígios vigorosos para evitar a responsabilidade quando os medicamentos davam errado protegeram esses pagamentos, para o aborrecimento de muitos pacientes e reguladores.

Portanto, a indústria farmacêutica tem muito a agradecer à Covid-19: o vírus lembrou ao mundo o que recebe em troca por todos aqueles impostos e dólares pagos em seguro-saúde. Mas isso não é nada perto do que o mundo deve à indústria farmacêutica agora. Pois a proteção contra uma doença fatal ou debilitante é a única coisa que bilhões de pessoas desejam desesperadamente para restaurar suas vidas para algo o mais próximo possível da normalidade de um ano atrás.

Entre os vários subconjuntos da humanidade, os investidores têm mais motivos para estarem satisfeitos do que a maioria. O índice de ações MSCI World subiu 21% nos dois meses após o anúncio pela Pfizer (NYSE:PFE) (SA:PFIZ34) e BioNTech (DE:22UAy) (SA:B1NT34) de que a vacina era mais de 90% eficaz no tratamento da doença. Isso foi seguido rapidamente pela autorização da Food and Drug Administration dos EUA e de outros reguladores em todo o mundo.

O Fundo Monetário Internacional revisou recentemente para cima sua previsão para o crescimento mundial neste ano, encorajado pelo progresso de vários medicamentos através do processo de autorização em todo o mundo. O Escritório de Orçamento do Congresso dos EUA agora espera que o PIB dos EUA se recupere ainda mais e mais rapidamente do que o esperado antes, em parte porque a confiança pública deve retornar mais rápida e completamente.

Onde a Pfizer e a BioNTech lideraram, outros seguiram. Ninguém, no entanto, ainda superou a eficácia de 93% das vacinas Pfizer-BioNTech e Moderna (NASDAQ:MRNA) (SA:M1RN34). A similaridade dos resultados para os dois aumentou as esperanças de outra vacina de mRNA, desenvolvida pela CureVac, com sede na Alemanha, que iniciou os testes de estágio III em dezembro.

Mas um dos sucessos mais notáveis ​​da indústria tem sido a capacidade de desenvolver tratamentos eficazes por meio de uma variedade de tecnologias. As vacinas desenvolvidas pela AstraZeneca (NASDAQ:AZN) (SA:A1ZN34), Johnson & Johnson (NYSE:JNJ) (SA:JNJB34), Novavax (NASDAQ:NVAX) e a indústria farmacêutica russa funcionam de maneiras diferentes, mas todas mostram altos níveis de eficácia.

Isso é importante devido ao grande número de novas cepas do vírus que já surgiram e continuarão a emergir do vírus SARS-Cov-2 original. A África do Sul foi forçada a interromper o lançamento do medicamento AstraZeneca/Oxford University por causa de sua baixa eficácia contra uma nova cepa particularmente desagradável.

Mas ter várias tecnologias em funcionamento aumenta a probabilidade de que pelo menos uma delas seja igual à qualquer nova mutação, e quanto mais vacinas forem aprovadas, menos agudos serão os gargalos de produção, como aquele que causou uma rixa amarga entre a UE e Reino Unido, recentemente, sobre quem obtém o pedido de vacina preenchido primeiro.

Tecnologicamente e comercialmente, a campanha de vacinas tem sido um triunfo para o modelo norte-americano de startups de biotecnologia livres - com Moderna e Novavax tendo sucesso onde os renomados institutos de pesquisa e empresas farmacêuticas da Europa em sua maioria ficaram aquém. O sucesso da AstraZeneca contrasta fortemente com o fracasso da Sanofi (PA:SASY) e da GlaxoSmithKline (LON:GSK) (SA:G1SK34). Mas também gerou vencedores improváveis, como a vacina russa Sputnik, uma droga de injeção única com uma taxa de eficácia de 91% que transformou a frágil reputação internacional da indústria de ciências da Rússia.

A campanha de vacinação também está oferecendo a alguns governos uma chance de redenção depois de sua - em alguns casos espetacular - má gestão da pandemia. No Reino Unido em particular, a rápida distribuição de vacinas promete reabrir a economia no verão, enquanto grande parte da Europa continental está três meses atrás. Isso já está sendo demonstrado nos mercados de câmbio e, em última análise, se refletirá nos dados.

Mas mesmo onde a vacinação ocorre de forma mais lenta, a campanha global parece ser um triunfo da realização humana: uma que permitirá ao mundo se recuperar dentro de um ano ou mais de um desastre que poderia ter paralisado a economia global por uma década. A vitória sobre Covid agora parece uma questão de "quando", em vez de "se".

CHARGE - Vacinas, avante!
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (3)
Marcelo Cunha
Marcelo Cunha 10.02.2021 21:44
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
kkkkk... "Vacinas, avante!"... Não tem uma que preste contra a covid. Esse artigo é uma piada. Deveria estar no jornal da CUT, MST ou revista Piauí. Não aqui no Investing...
Flavio Moura
Flavio Moura 10.02.2021 19:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Vacinas...sei políticos safados promoveram corrupção se promoveram através da vacina adiaram tudo, covid é desculpa para tudo...limparam foi o caixa e por causa de 1 ano de pabdemia prefeitos governadores e presidente alegam que não podem fazer nada...mas em 2017 2018 2019 não fizeram porque se não havia pandemia, política o câncer dp Brasil.
Andrea Bentes
Andrea Bentes 10.02.2021 18:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Os BDRs da PFIZ34 segue sendo manipulado todos os dias descaradamente no Ibovespa pelas corretoras e tubarões, só a CVM que não vê, não dando lucro algum nem retorno pq são manipulados diariamente. Assim fica difícil de investir no Ibovespa, melhor investir direto na bolsa americana pq tem muito menos manipulação! Simples Assim!
Flavio Moura
Flavio Moura 10.02.2021 18:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Será? Short Squeeze em favor da Game Stop não veio dos EUA por causa de manipulação dos tubas?
Alessandro Gestaro
Alessandro Gestaro 10.02.2021 18:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
lá os sardinha fizeram, aqui a CVM e B3 deixou a IRB o dia inteiro em leilão. palhaçada!!!! quando os tubas fazem, não dá nada. regras diferentes do USA.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail