⌛ Perdeu a alta de 13% da ProPicks em maio? Assine agora e receba mais cedo as ações de Junho.Desbloquear ações

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta quarta-feira

Publicado 27.03.2024, 06:14
© Reuters.
USD/JPY
-
US500
-
EWZ
-
LCO
-
CL
-
1YMM24
-
NQM24
-
GME
-
MSTR
-
BTC/USD
-
COIN
-
US500
-

Por Peter Nurse e Jessica Bahia Melo

Investing.com – As ações em Wall Street seguem com perspectiva de fechar o mês e o primeiro trimestre do ano no positivo. Antes da abertura das Bolsas em Nova York nesta quarta-feira, 27, as ações da varejista GameStop (NYSE:GME) recuavam, depois de divulgar fracos resultados para o trimestre de festas de fim de ano nos EUA.

No mercado de câmbio, o iene recuava para seu nível mais baixo desde 1990, enquanto o mercado de petróleo também se enfraquecia, após um grande aumento nos estoques dos EUA.

No Brasil, o governo registra maior déficit primário para o mês de fevereiro na história.

CONFIRA: Calendário econômico do Investing.com

1. Futuros dos EUA em alta; GameStop despenca após vendas de fim de ano decepcionantes

Os futuros de ações dos EUA estão em alta nesta quarta-feira, recuperando-se de uma recente queda, enquanto os investidores aguardam novas informações sobre o rumo das taxas de juros do Federal Reserve.

Às 8h (de Brasília), o contrato Dow futuros subia 180 pontos, ou 0,5%, enquanto o S&P 500 futuros avançava 24 pontos, ou 0,5%, e o Nasdaq 100 futuros se valorizava 90 pontos, ou 0,5%.

Os principais índices fecharam com pequenas perdas na terça-feira, marcando o terceiro dia consecutivo de negociações negativas para o S&P 500, mas os três benchmarks ainda estão a caminho de encerrar o mês e o trimestre em alta.

Com poucos dados econômicos dos EUA para analisar nesta quarta-feira, é provável que as negociações sejam limitadas antes da divulgação, na sexta-feira, do indicador de inflação preferido do Fed, o núcleo do índice de preços com consumo pessoal (PCE, na sigla em inglês).

Christopher Waller, governador do Federal Reserve, deve discursar mais tarde na sessão, e os investidores estarão atentos aos seus comentários sobre a futura política monetária.

As ações da GameStop caíram no pré-mercado após a varejista de videogames reportar lucros decepcionantes no quarto trimestre, em meio a vendas mais fracas durante o importante período de férias.

Às 8h, as ações da GameStop caíram 17% no pré-mercado, somando-se às perdas de quase 12% acumuladas no ano. As vendas líquidas caíram cerca de 24% no quarto trimestre em relação ao ano anterior, impulsionadas por uma queda de quase 30% em seus negócios de software.

A empresa respondeu a esses números fracos anunciando que havia cortado um número não especificado de empregos para reduzir custos. "Um mix cada vez maior de downloads digitais está prejudicando o varejo físico, e simplesmente não há motivo para ir à loja se o consumidor pode simplesmente pedir um jogo e baixá-lo imediatamente", disse Michael Pachter, analista da Wedbush Securities.

"É altamente improvável que as receitas se recuperem, a menos que a gerência descubra uma maneira de aumentar o tráfego nas lojas."

ACOMPANHE: Cotações das ações americanas

2. Iene atinge menor nível frente ao dólar desde 1990

O Banco do Japão elevou as taxas de juros no início deste mês pela primeira vez desde 2007, mas isso fez pouco para apoiar o iene, que caiu para seu nível mais fraco em relação ao dólar dos EUA desde 1990 na quarta-feira. Às 8h, o dólar era negociado marginalmente mais baixo, a 151,19, tendo subido para 151,97 no início da sessão.

A saída histórica do BOJ das taxas de juros negativas foi altamente antecipada e, portanto, amplamente precificada, e o banco central japonês continuou a enfatizar a necessidade de uma política monetária acomodatícia por enquanto.

O iene é a moeda de menor rendimento do G10, o que o torna ideal para operações de carry trade, e os investidores que haviam cortado essas operações antes da reunião do BOJ, bem como de outras reuniões de bancos centrais, têm reconstruído suas posições.

Como é improvável que o BOJ volte a aumentar os juros em breve, as autoridades recorreram a ameaças de intervenção para tentar conter a queda do iene.

O ministro das finanças do Japão alertou, na quarta-feira, sobre "medidas decisivas" para domar movimentos "desordenados", repetindo seus comentários antes de o banco central intervir no final de 2022 para sustentar o iene.

3. Vendedores a descoberto de criptomoedas sofrem perdas significativas

O bitcoin vem registrando uma recuperação impressionante desde as mínimas em 2022, com ganhos robustos este ano. Isso acabou gerando perdas consideráveis para traders com posições “short” (vendas a descoberto) em ações relacionadas a criptomoedas, conforme dados compilados pela S3 Partners.

A principal criptomoeda do mundo registrou uma recuperação quase cinco vezes maior do que as baixas de 2022, quando o bitcoin caiu para US$ 15.000. Ganhou mais de 60% este ano até agora e recentemente atingiu recordes de mais de US$ 73.000.

Esses ganhos recentes foram em grande parte impulsionados pela aprovação nos EUA de fundos negociados em bolsa que rastreiam diretamente o preço do token.

No entanto, essa recuperação resultou em quase US$ 1,9 bilhão em perdas de marcação a mercado para vendedores a descoberto de ações relacionadas a criptomoedas, conforme revelado pela S3 Partners esta semana.

O total de juros a descoberto em ações relacionadas a criptomoedas é de US$ 10,7 bilhões, com a MicroStrategy (NASDAQ:MSTR) e a Coinbase Global (NASDAQ:COIN) respondendo por 84% desses juros a descoberto. Os vendedores a descoberto da MicroStrategy, a maior detentora corporativa de bitcoin do mundo, lideram a queda com US$ 1,4 bilhão em perdas de marcação a mercado.

Apesar da alta do bitcoin, o total de juros a descoberto no setor aumentou em US$ 3,67 bilhões para US$ 10,71 bilhões em 2024, sugerindo um ceticismo contínuo ou uma cobertura estratégica por parte dos vendedores a descoberto.

CONFIRA: Cotação das principais commodities

4. Estoques de petróleo dos EUA registram forte aumento

Os preços do petróleo caíram acentuadamente na quarta-feira após a divulgação de dados do setor que mostram um grande aumento nos estoques dos EUA.

Por volta das 8h, os futuros do petróleo dos EUA eram negociados 0,69% mais baixos, a US$ 81,06 por barril, enquanto o contrato do Brent recuava 0,65%, para US$ 85,07 por barril.

Dados do American Petroleum Institute (API), divulgados na terça-feira, mostraram que os estoques de petróleo bruto dos EUA tiveram um aumento de 9,3 milhões de barris na semana até 22 de março, substancialmente acima das expectativas de um aumento de 1,2 milhão de barris.

Os dados oficiais dos estoques dos EUA, da Administração de Informações sobre Energia (AIE), devem ser divulgados na quarta-feira, mas a leitura do API levantou dúvidas sobre o quanto os mercados de petróleo bruto dos EUA estavam apertados, especialmente porque a produção de petróleo permaneceu em níveis recordes de mais de 13 milhões de barris por dia.

As expectativas de uma oferta global de petróleo mais restrita - após a redução do abastecimento russo, problemas geopolíticos no Oriente Médio e aumento da atividade das refinarias dos EUA - levaram os preços do petróleo para máximas de quatro meses no início de março.

5. Governo registra pior saldo primário para fevereiro da história

O governo central apresentou o pior déficit primário da série histórica para um mês de fevereiro, com R$58,444 bilhões, de acordo com Tesouro Nacional. De acordo com a pasta, os dados, que contabilizam resultados de Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência Social, foram afetados pela antecipação de pagamento de precatórios no valor de R$30,1 bilhões. Além disso, contribuição de elevações em gastos previdenciários e outros gastos de ministérios também foram elevados.

O déficit é 37,7% maior que o saldo negativo registrado em igual período em 2023, com dados deflacionados. A despesa total subiu 27,4% na variação real, somando R$190,938 bilhões, ao passo que a receita apresentou acréscimo real de 23,4%, para R$132,494 bilhões.

Apesar dos resultados, o governo não tem intenção de mudar a meta de zerar déficit neste ano, segundo o secretário do Tesouro Nacional, Rogério Ceron – o que é visto com desconfiança e ceticismo por agentes do mercado financeiro.

Às 8h (de Brasília), o ETF (NYSE:EWZ) subia 0,06% no pré-mercado.

LEIA MAIS: Qual a troca de motores para o PIB neste ano, segundo Rachel de Sá, da Rico

**

Precisa de ajuda para navegar nos mercados? InvestingPro é para você!

Seja você busca conquistar orientações sobre investimentos ou procura por ferramentas que permitam escolher as ações corretas do Ibovespa por conta própria, o InvestingPro tem algo a oferecer.

Você encontrará estratégias de IA, indicadores exclusivos, dados financeiros históricos, notícias profissionais e muitos outros serviços para sempre manter uma vantagem nos mercados e saber quais ações comprar e quais evitar.

E os leitores de nossos artigos têm por tempo limitado um desconto especial nas assinaturas Pro e Pro+ de 1 e 2 anos, graças ao código promocional INVESTIR a ser inserido na página de pagamento.

Inscreva-se agora! E não esqueça o código promocional "INVESTIR", válido para assinaturas Pro e Pro+ de 1 e 2 anos!

Recursos do InvestingPro - Use o cupom INVESTIR para um desconto adicional

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.