Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Tarifa de importação de pneus para transporte de cargas é zerada

Economia20.01.2021 22:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters.

Agência Brasil - A partir de amanhã (21), os pneus para transporte de cargas entrarão no país sem pagar Imposto de Importação. A medida foi decidida pelo Comitê Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior (Camex), com o objetivo de reduzir os custos operacionais do transporte rodoviário de cargas no Brasil.

Em nota, o Ministério da Economia informou ter atendido a pedido do Ministério da Infraestrutura. A Camex informou ter ouvido empresas do setor que, informaram que os preços dos pneus de carga no mercado nacional têm ficado mais caros por causa da alta do dólar, do aumento da demanda pelo produto e pela elevação do preço das commodities (bens primários com cotação internacional).

A medida valerá a partir da publicação da resolução no Diário Oficial da União, nesta quinta-feira (21). Em 2020, 1,28 milhão de pneus novos de borracha, usados em caminhões, foram importados pelo Brasil, num total de US$ 141,8 milhões.

Tarifa de importação de pneus para transporte de cargas é zerada
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (10)
André Baptista
André Baptista 21.01.2021 8:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não existe essa de proteger a indústria local, isso incentiva as indústrias a serem ineficientes e consequente deixar o produto mais caro, é certo que o governo está fazendo isso para não ter problemas com a classe dos caminhoneiros, mas a vdd é que não deveríamos pagar mais por produtos de fora q atendam nossas necessidades, é uma ilusão achar que fazendo este protecionismo vc protege alguém, Olha a Ford aí, vivendo de subsídios até hoje no Brasil, a hora que a conta vem para o governo, que gasta feito louco o dinheiro do povo, e precisa cobrar a conta da indústria w ela subsiou, está vê que não pode viver sem estes, pois não foi preciso ser eficiente.aprendam isso, ou viveremos sendo feitos de id io tas por governos como foi feito até hoje.
JulianaKatz Lang
JulianaKatz Lang 21.01.2021 8:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ok André, o Brasil tem cerca de 400 bilhões em incentivos tributários que o presidente pode revogar bastando quero Ministério da Economia faça isso. A desculpinha de que depende do congresso não vale porque não depende. Porque não faz então? Será que é porque tem medo de quebrar todas?
André Baptista
André Baptista 21.01.2021 8:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Juliana, vc está certa, o governo deveria cortar, mas é preciso fazer com aviso prévio, pois se fazer repentinamente vc quebra várias indústrias, não estou defendendo subsídio, nem taxação mas a realidade é que se teria uma quebradeira geral, reformas para enxugar o Estado são necessárias, á medida que isso e feito os subsídios devem ser cortados, do contrário não sairemos desse ciclo virtuoso.
Ana Lúcia Duarte Leitão
Ana Lúcia Duarte Leitão 21.01.2021 8:00
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Reduziria os imposto para as empresas brasileiras produzirem mais é crescer os empregos. Mais o governo prefere comprar lá fora. O governo maldito!
Renato Borges
Renato Borges 21.01.2021 7:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Isso mesmo Bozo, quebra a indústria nacional. Como pode uma ameba dessa ser presidente ?
Edson Fontana
Edson Fontana 21.01.2021 7:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Qual industria de pneus é nacional?
JulianaKatz Lang
JulianaKatz Lang 21.01.2021 7:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não temos uma marca nacional de pneus, porém todas as grandes marcas internacionais tem fábricas instaladas aqui no Brasil. Fora isso o Brasil tem inúmeras indústrias químicas que fornecem o Butadieno, principal insumo para todas as fabricantes de pneus. Uma dessas empresas é a Braskem. Sendo assim, apesar de não termos uma marca nacional, a indústria brasileira perde com a isenção de impostos de importação.
JulianaKatz Lang
JulianaKatz Lang 21.01.2021 7:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Se o raciocínio fosse tão simples assim, poderíamos zerar os impostos de importação de automóveis pois não temos nenhuma marca de carros nacionais.
Luiz Alberto Mascaro
Luiz Alberto Mascaro 21.01.2021 7:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não existe a competência técnica para desenvolver a indústria interna e a geração de riqueza, não tem projeto para tal.vamos comprando de fora e empregos aqui nada.é uma medida populista para conquistar a classe de caminhoneiros. a ação seria válida associada a um projeto de recuperação da indústria nacional.a medida é um tapa buraco
Gilmar Desordi
Gilmar Desordi 21.01.2021 6:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não dá para entender, ao invés de baixar os impostos e encargos da indústria nacional e aumentar a competitividade dela para podermos reduzir os custos para toda sociedade reduzem as tarifas de importação para quebrar a indústria nacional. Triste.
Mostrar respostas anteriores (4)
JulianaKatz Lang
JulianaKatz Lang 21.01.2021 6:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Edson Fontana Não temos uma marca nacional de pneus, porém todas as grandes marcas internacionais tem fábricas instaladas aqui no Brasil. Fora isso o Brasil tem inúmeras indústrias químicas que fornecem o Butadieno, principal insumo para todas as fabricantes de pneus. Uma dessas empresas é a Braskem. Sendo assim, apesar de não termos uma marca nacional, a indústria brasileira perde com a isenção de impostos de importação.
JulianaKatz Lang
JulianaKatz Lang 21.01.2021 6:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
no mundo globalizado não existem praticamente nenhuma grande empresa totalmente nacional. Mas o que vale mesmo são os empregos, que são nacionais, independentemente da nacionalidade da empresa. Se tiver uma indústria instalada no Brasil, os empregos serão nacionais.
JulianaKatz Lang
JulianaKatz Lang 21.01.2021 6:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não basta culpar somente o congresso. O governo federal sempre é o principal culpado pelo andamento de reformas, inclusive pela incompetência de articulação política no congresso. O que não é desejável é a compra de votos, que vemos ocorrer agora nas eleições dos presidentes da Câmara e do Senado.
JulianaKatz Lang
JulianaKatz Lang 21.01.2021 6:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Além disso, zerar tarifas é uma atribuição do governo federal, ministério da economia. Tanto é que de incentivos tributários o Brasil já tem cerca de 400 bilhoes decididos pelo Ministério. Zerar alíquota, aumentar alíquota não depende do congresso. A criação de novo imposto ou a divisão entre os entes da federação dependem de aprovação no congresso.
JulianaKatz Lang
JulianaKatz Lang 21.01.2021 6:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ou seja, ficar só repetindo a desculpinha do governo de que depende do congresso, as vezes não funciona. Redução de alíquotas de tributos é uma.
Fernando Rodrigues
Fernando Rodrigues 21.01.2021 6:35
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
tinha q zerar o imposto de tudo q o Brasil importa. gosto do Bolsonaro mas ele só quer evitar mais úma greve dos caminhoneiros.
Fernando Rodrigues
Fernando Rodrigues 21.01.2021 6:35
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
tinha q zerar o imposto de tudo q o Brasil importa. gosto do Bolsonaro mas ele só quer evitar mais úma greve dos caminhoneiros.
Claudinei Marcio Meneses
Claudinei Marcio Meneses 21.01.2021 6:35
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Fernando, infelizmente vamo dá para concorrer com os preços dos produtos fabricados na China, a concorrência é desleal, lá os caras produzem com mão de obra com míseros salários, praticamente escravos, sem nenhum cuidado com o meio ambiente.
Claudinei Marcio Meneses
Claudinei Marcio Meneses 21.01.2021 1:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Infelizmente essa medida favorecerá os chineses que produzem pneus com não de obra escrava e prejudicará a indústria nacional que deverá desempregar muitas pessoas.O que pode baixar o custo no Brasil são as reformas que o congresso não coloca em pauta , tributária e administrativa entre outras.Que triste!!!
João Marcelo
João Marcelo 21.01.2021 1:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Faz arminha com as mãos que passa kkkkkkkk
Antonio vila
Antonio vila 21.01.2021 1:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mamoru Uehara
Mamoru Uehara 21.01.2021 1:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
deveria baixar impostos internos. e não dos importados. mas a maioria compra de fora pq é mais barato. agora caminhoneiros irão comprar e estocar pneus KKK
Ari Ferreira
Ari Ferreira 21.01.2021 1:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mão de obra escrava , o Brasil é forte candidato a ser líder.
Gilson Souza
Gilson Souza 21.01.2021 1:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
VALE mais bilionária.
Julimar Pieri
Julimar Pieri 20.01.2021 22:44
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bolsonaro 2022para o choro da esquerda derrotada e da mídia podre e corrompida
João Marcelo
João Marcelo 20.01.2021 22:44
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O incompetente "Minto" não irá nem para o segundo turno nas eleições de 2022. Só doido para votar novamente nesse "zero à esquerda"!
Juracy Flores
Juracy Flores 20.01.2021 22:44
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Fora Bozo ... e leva o gado tbm ...
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail