Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

BC eleva Selic a 6,25% e prevê terceira alta seguida de 1 ponto em outubro

Moedas22.09.2021 20:26
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Homem caminha em frente à sede do Banco Central em Brasília 29/10/2019 REUTERS/Adriano Machado

Por Marcela Ayres

BRASÍLIA (Reuters) - O Banco Central aumentou a taxa básica de juros em 1 ponto percentual nesta quarta-feira, ao patamar de 6,25% ao ano, e indicou que irá avançar em "território contracionista" ao dar sequência ao seu agressivo ciclo de aperto monetário para domar uma inflação que tem se mostrado mais persistente e disseminada.

O BC sinalizou, em comunicado, que deverá adotar outro ajuste de igual magnitude na próxima reunião do Comitê de Política Monetária, em outubro. E adotou um tom mais assertivo ao frisar que sua intenção é avançar com os juros a patamar em que atuam no sentido de esfriar a economia para conseguir com isso conter a inflação.

Antes, o BC havia se limitado a dizer que era adequado levar a Selic para patamar acima do neutro.

"O Copom considera que, no atual estágio do ciclo de elevação de juros, esse ritmo de ajuste é o mais adequado para garantir a convergência da inflação para a meta no horizonte relevante e, simultaneamente, permitir que o Comitê obtenha mais informações sobre o estado da economia e o grau de persistência dos choques", disse o Copom.

"Neste momento, o cenário básico e o balanço de riscos do Copom indicam ser apropriado que o ciclo de aperto monetário avance no território contracionista."

Em pesquisa Reuters, 25 dos 35 economistas ouvidos pela Reuters previram aumento de 1 ponto na Selic, enquanto oito projetaram elevação de 1,25 ponto. Os dois restantes estimaram alta de 1,5 ponto e de 0,75 ponto na Selic.

Esta foi a segunda vez seguida em que o BC ajustou a taxa básica nesta magnitude. Desde março, quando tirou a Selic da mínima histórica de 2% ao ano, o BC já subiu os juros básicos em 4,25 pontos, em cinco altas consecutivas.

Para o sócio e economista-chefe da Quantitas Asset, Ivo Chermont, o BC não pareceu ter um plano para levar a taxa básica além de 8,5%, nível apontado para o fim do ciclo de aperto em pesquisa Focus.

"Se isso é verdade, já estão abandonando 2022. Acho um erro. Como temos na Quantitas mais inflação que o mercado, acreditamos que o BC terá que seguir acima do que imagina hoje e encerrará o ciclo (com juro) próximo a 10%", afirmou.

A decisão do BC desta quarta-feira veio após o presidente da autarquia, Roberto Campos Neto, indicar que a autoridade monetária não mudaria seu plano de voo a cada nova divulgação de dado de alta frequência, desfazendo parte das apostas no mercado sobre uma alta mais pronunciada na Selic após dados recentes de inflação terem surpreendido para cima.

LEIA MAIS: Selic será levada até onde for preciso para estabilização, afirma Campos Neto

O BC pontuou que a inflação ao consumidor segue elevada e que a alta em bens industriais deve prosseguir no curto prazo. Também destacou que os preços de serviços subiram a taxas maiores, embora tenha ponderado que o movimento era esperado em meio à gradual normalização da atividade no setor.

"Adicionalmente, persistem as pressões sobre componentes voláteis como alimentos, combustíveis e, especialmente, energia elétrica, que refletem fatores como câmbio, preços de commodities e condições climáticas desfavoráveis", destacou o BC.

Nos 12 meses até agosto, a inflação medida pelo IPCA bateu em 9,68%, se distanciando com força da meta central de 3,75%, com margem de erro de 1,5 ponto percentual para mais ou para menos.

Choques nos preços embalados por fatores como a crise hídrica e a alta do dólar frente ao real, que encarece produtos importados, têm afetado expectativas para este ano e também para o próximo.

O próprio BC passou a ver inflação de 8,5% em 2021, frente a 6,5% antes, conforme projeções divulgadas nesta quarta-feira para seu cenário básico.

Em relação aos anos de 2022 e 2023, que compõem o seu horizonte relevante para a política monetária, as expectativas do BC são agora de inflação de 3,7% e 3,2%, respectivamente, ante 3,5% e 3,2% anteriormente. A meta de inflação para 2022 é de 3,5% e para 2023 de 3,25%, sempre com banda de tolerância de 1,5 ponto.

Ao contrário do BC, que somente neste quarta-feira indicou o IPCA ligeiramente acima do centro da meta no ano que vem, o mercado há algum tempo passou a estimar esse avanço. No boletim Focus mais recente, feito pelo BC junto a uma centena de economistas, as expectativas para o IPCA eram de alta de 8,35% neste ano, 4,10% no ano que vem e 3,25% em 2023.

Para seus cálculos, o BC indicou que abandonou a hipótese neutra para a bandeira tarifária de energia, passando a adotar as bandeiras tarifárias "escassez hídrica" em dezembro deste ano e "vermelha patamar 2" em dezembro de 2022 e 2023. Antes, a indicação era de bandeira "vermelha patamar 1" em todos os três anos.

Atividade

Desde agosto, o BC vinha apontado a intenção de levar a Selic para além do patamar neutro, com a taxa encerrando o ciclo, portanto, em um nível em que atuaria para desaquecer a economia.

Mas os desafios para a autoridade monetária, que também abarcam o lado fiscal e acontecimentos no cenário externo, têm ganhado novos contornos.

Se no quadro doméstico pairam dúvidas sobre o comprometimento com a sustentabilidade das contas públicas diante da pesada conta de precatórios para 2022 e do desafio de financiamento do novo Bolsa Família, na cena internacional as incertezas têm aumentado em meio ao impacto da variante Delta do coronavírus.

No comunicado desta quarta-feira, o BC chamou a atenção para dois fatores adicionais de risco para o crescimento das economias emergentes: projeções de crescimento menor para economias asiáticas, exatamente por causa da variante Delta, e o aperto monetário conduzido em economias emergentes em reação a surpresas inflacionárias.

"No entanto, os estímulos monetários de longa duração e a reabertura das principais economias ainda sustentam um ambiente favorável para países emergentes", disse.

"O Comitê mantém a avaliação de que questionamentos dos mercados a respeito dos riscos inflacionários nas economias avançadas podem tornar o ambiente desafiador para países emergentes", completou.

Sobre a economia brasileira, o BC indicou que a divulgação do PIB do segundo trimestre --com contração de 0,1% sobre os três meses anteriores-- "continua mostrando evolução positiva e não enseja mudança relevante para o cenário prospectivo".

Na visão do BC, o segundo semestre seguirá marcado por recuperação robusta do crescimento econômico. A última projeção para o PIB feita pela autoridade monetária era de alta de 4,6% este ano. O número poderá ser revisto no Relatório Trimestral de Inflação, que será publicado na próxima semana.

 

(Por Marcela Ayres, com reportagem adicional de José de Castro)

BC eleva Selic a 6,25% e prevê terceira alta seguida de 1 ponto em outubro
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (9)
RAFAEL CARUSO
RafaelCaruso 23.09.2021 9:03
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
inflação alta é interessante para o governo principalmente neste ano, pois é ela que reajusta o teto de gastos...
Mamoru Uehara
Mamoru Uehara 23.09.2021 8:14
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
kkk xupa. o que faz subir tudo fora dolar? subiu gasolina diesel ja tem reajuste em tudo. subiu gás...subiu energia... é isso todo mundo vai repassar. governo nem deveria ter deixado aubir o gnv que as industrias utilizam mas não né. é petrobras receber lucros. ai ja viu destroi tudo. agora essa tarifa nova ai. vai arrecadar uns 200 bilhoes...pra ficar no caixa. pq bozo disse que tem 50bi no caixa dessaa bandeiras. entao usaram ou nao a tarifa extra pra que.
Luiz Henrique Silva
LuizHCS 23.09.2021 7:54
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Governo o maior sócio da inflação!
kaio monteiro
kaio monteiro 23.09.2021 7:31
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
bolsonaro, cadê meus 800 dólares???? kkkkkkkkkkkjjjjjj
JOSE FRANCISCO
JOSE FRANCISCO 23.09.2021 6:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Toca o berrante Sérgio Reis
roberto gadioli
roberto gadioli 23.09.2021 2:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
300% de aumento na taxa selic. ⛽gasolina $ 7,18. INFLAÇÃO I.G.P.M 38,04% aa, I.P.C.A 9,68% aa. DESEMPREGO 14,8 milhões de brasileiros sem trabalho e renda. +590 mil m0rtes por covid-19. v0tar num candidato que faz arminha com dedos só podia resultar num #governoDeM.E.R.D.A
Pedro Costa
Pedro Costa 23.09.2021 2:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ele que criou a pandemia po
Flavio Moura
Flavio Moura 23.09.2021 0:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O cara que vota no LuIa ... por favor coloque um rolex no pulso um iphone na mão tenis Nike camisa duda lina e suba o morro mais perigoso do RJ ou atravesse a favela mais perigosa de SP ...se sair do outro lado sem ser roubado eu voto no LuIa
Filipe Dias
Filipe Dias 23.09.2021 0:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
não tem eleitores do Lula aqui, isso é tudo fake robô.muitos são comentários repetidos, outros são retardados que nem acompanham noticias, nem investem.
Reginaldo Costa de Sousa
Reginaldo Costa de Sousa 22.09.2021 21:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Fechar tudo e fique em casa foi a melhor ideia que esses governadores tiveram agora nós estamos pagando a conta não precisa ser muito inteligente Pra chegar essa conclusão
Mostrar respostas anteriores (1)
Jose Costa
Jose Costa 22.09.2021 21:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Pedro Silva
Pedro Silva 22.09.2021 21:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Jose Costa  O PIB do Brasil no 2°T ficou na vergonhosa posição de 40°. Aí você pode escolher entre uma lista de 40 países.
Fernando Reale
Fernando Reale 22.09.2021 21:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O opositor do Bolsonaro deveria ter um mínimo de sanidade (e humildade) e admitir que a política do "fique em casa e a economia a gente vê depois" não deu certo. Perdemos mais uma gigantesca oportunidade de entrar na vanguarda do mundo.
Filipe Dias
Filipe Dias 22.09.2021 21:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
opositor do Bolsonaro é tudo burro mesmo, a media da inflação mundial está na casa dos 40%
Lelio Junior
Lelio Junior 22.09.2021 21:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
bom é nazista genocida que gosta do bostanaro
Ricardo P Silveira
Ricardo P Silveira 22.09.2021 21:31
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
*** Obrigado #Bolsocaro *** Em 2018 a gasolina R$ 4,30... inflação 3,75%... dólar R$ 3,80... Selic 6,5% *** Hoje a Selic voltou para o mesmo patamar de 2018... mas a gasolina foi pra R$ 7... inflação 7%... dólar R$ 5,30 *** Bolsonaro tá çértú ; )
Filipe Dias
Filipe Dias 22.09.2021 21:31
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ricardo P Silveira
Ricardo P Silveira 22.09.2021 21:31
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Filipe Dias  militonto, olhe para os números e tentem pelo menos argumentar ; )
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail