Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Últimas Notícias

Aumento temporário de auxílio financeiro tem fins eleitoreiros, diz relator

Moedas - Calendário da semana: 28 de janeiro a 1º de fevereiro

Moedas27.01.2019 09:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters.

Investing.com - Esta semana, os investidores estarão concentrando sua atenção na primeira reunião do Federal Reserve do ano, bem como uma atualização esperada para o crescimento no quarto trimestre e na sexta-feira o relatório de emprego do governo para janeiro.

As negociações comerciais em curso entre os EUA e a China também estarão no centro das atenções.

O Fed concluirá sua reunião de política de dois dias na quarta-feira e é amplamente esperado que mantenha as taxas estáveis após elevá-las em dezembro, a quarta vez em 2018. O banco central americano indicou que aumentará as taxas duas vezes este ano, mas algumas autoridades adotaram recentemente um tom mais moderado.

Os investidores estarão esperando por mais clareza sobre o possível caminho futuro da política monetária na coletiva de imprensa do presidente do Fed, Jerome Powell, após a reunião. No ano passado, Powell anunciou que faria uma coletiva de imprensa após cada reunião de política, uma mudança em relação ao cronograma trimestral anterior.

Na sexta-feira, o Departamento do Trabalho deve publicar seu relatório de folha de pagamento não-agrícola para janeiro, que oferecerá informações sobre a saúde geral da economia americana e o possível impacto da paralisação parcial do governo. A previsão consensual é de um ganho de 160.000 empregos após uma leitura impressionante em dezembro, quando a economia acrescentou 312.000 empregos.

Os EUA devem publicar os números sobre o produto interno bruto do quarto trimestre, mas os dados podem ser adiados como resultado da recente paralisação. Enquanto isso, o Instituto de Gestão de Suprimentos (ISM, na sigla em inglês) deverá divulgar seu mais recente índice da atividade industrial na sexta-feira.

Autoridades chinesas devem chegar a Washington na quarta-feira para continuar as negociações comerciais com os EUA visando resolver a longa guerra comercial entre os dois países. Os negociadores têm até 1º de março para chegar a um acordo após o qual, o presidente Donald Trump disse que poderia avançar com novas tarifas sobre as importações chinesas.

Dólar caiu para uma baixa de mais de uma semana na sexta-feira após Trump anunciar um acordo provisório com os legisladores para acabar com uma parte da paralisação do governo por um período de três semanas.

O acordo prevê três semanas de financiamento e um alto assessor democrata disse que o dinheiro que o presidente exigiu por um muro de fronteira não está incluído. Trump insistiu anteriormente na inclusão de US$ 5,7 bilhões para ajudar a pagar por um muro ao longo da vasta fronteira EUA-México em qualquer legislação para financiar agências governamentais.

"A reação do dólar não tem sido super forte porque a incerteza permanece", disse Juan Perez, trader sênior de câmbio da Tempus, em Washington.

“E também é uma reabertura temporária. Ele também estava realmente convencido de que uma solução permanente deveria ser feita ”, acrescentou Perez.

No final da sexta-feira, o índice do dólar caiu 0,86% para 95,47, o nível mais fraco desde 15 de janeiro, para um declínio semanal de 0,55%. Na quinta-feira, o índice atingiu uma alta de três semanas de 96,37.

Paul Ashworth, economista chefe para os EUA da Capital Economics, em Toronto, disse que Trump cedeu "presumivelmente ... por causa dos danos que a paralisação está tendo em seus próprios índices de aprovação, particularmente agora que a situação estava começando a ter um impacto mais amplo".

O euro se recuperou na sexta-feira, estabilizando depois que o moderado presidente do Banco Central Europeu não conseguiu alterar uma avaliação já pessimista sobre a economia da zona do euro.

O presidente do BCE, Mario Draghi, alertou na quinta-feira que uma queda na economia da zona do euro pode ser mais pronunciada do que se pensava há algumas semanas, comentários vistos como sinal de atraso no primeiro aumento de juros do banco.

Enquanto isso, a libra atingiu uma alta de mais de três meses contra a moeda americana depois de uma reportagem publicada no jornal The Sun, dizer que o Partido Democrático Unionista da Irlanda do Norte havia decidido, em particular, oferecer apoio condicional ao acordo da primeira-ministra britânica, Theresa May, na semana que vem.

Antes da próxima semana, o Investing.com compilou uma lista de eventos significativos que podem afetar os mercados.

Segunda-feira, 28 de janeiro

O Banco do Japão deve publicar as atas de sua última reunião de definição de políticas.

O presidente do BCE, Mario Draghi, vai testemunhar sobre economia e política monetária perante a Comissão de Assuntos Econômicos e Monetários do Parlamento Europeu, em Bruxelas.

O presidente do Banco da Inglaterra, Mark Carney, falará em um evento em Londres.

Terça-feira, 29 de janeiro

A Nova Zelândia deve publicar números do comércio.

Os EUA deve publicar um relatório sobre confiança do consumidor compilado pelo Conference Board.

Quarta-feira, 30 de janeiro

A Austrália deve publicar números de inflação.

O Reino Unido deve divulgar um relatório sobre empréstimos líquidos.

A Alemanha deve divulgar números preliminares de inflação.

A estimativa antecipada do o crescimento do quarto trimestre nos EUA está programado para ser publicado, mas pode ser adiado em razão da recente paralisação do governo.

Os EUA lança relatório de folhas de pagamento não agrícolas da ADP, bem como dados sobre vendas de casas pendentes.

O Federal Reserve deve anunciar sua taxa de fundos federais e realizar uma conferência de imprensa para discutir a decisão de política monetária em sua primeira reunião do ano.

Quinta-feira, 31 de janeiro

A China deve publicar dados sobre a atividade do setor de manufatura e serviços.

A zona do euro deve divulgar uma estimativa preliminar do crescimento do quarto trimestre, bem como os últimos números do desemprego.

O Canadá deve informar números sobre o crescimento mensal do PIB e a inflação dos preços das matérias-primas.

Os EUA irá relatar os números sobre renda e gastos pessoais, bem como dados sobre o índice de preços do PCE e uma análise da atividade empresarial na região de Chicago.

Sexta-feira, 1º de fevereiro

A China deve publicar seu PMI de fabricação Caixin.

O Reino Unido deve divulgar dados sobre a atividade em seu setor industrial.

A zona do euro deve publicar dados preliminares de inflação.

Os EUA deve fechar a semana com o relatório de folhas de pagamento não-agrícola do governo para janeiro, juntamente com um relatório do Institute of Supply Management sobre a atividade industrial e números revisados sobre o sentimento do consumidor da Universidade de Michigan.

- Reuters contribuiu com esta reportagem

Moedas - Calendário da semana: 28 de janeiro a 1º de fevereiro
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail