x
Últimas Notícias
0

Clima de euforia com reforma da Previdência regride e votação segue indefinida

Política07.12.2017 18:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Vista geral do plenário da Câmara dos Deputados

Por Maria Carolina Marcello

BRASÍLIA (Reuters) - O clima de otimismo que empolgou lideranças governistas perdeu força nesta quinta-feira, quando até mesmo defensores mais apegados à reforma da Previdência admitiam o recuo de expectativas, e a data de votação da proposta segue indefinida.

Quase que diariamente, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), avisa que só colocará a medida na pauta quando ela contar com os votos necessários --por se tratar de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), precisa dos votos favoráveis de ao menos 308 dos 513 deputados em dois turnos de votação para ser aprovada na Casa. Nesta quinta-feira, mais cedo, voltou a dizer que o governo ainda não tem o mínimo de votos exigidos.

Na véspera, no entanto, lideranças aliadas deixaram café da manhã com o presidente Michel Temer no Palácio da Alvorada animados com a perspectiva de votação. Alguns chegaram a cravar que ela poderia ocorrer na próxima terça-feira. As estimativas de voto, ainda que preliminares, oscilaram de 260, entre os mais cautelosos, a 310, esta última com provável contabilidade de votos dos indecisos.

Nesse clima de otimismo, líderes aliados passaram a quarta em reuniões e conversas, e assistiram duas legendas governistas (PMDB e PTB) fecharem questão a favor da reforma, parte da estratégia elaborada para angariar votos. À noite voltaram ao Alvorada  para um relato das articulações até então e ouviram um apelo de Temer por apoio à reforma.

Nesta quinta-feira, no entanto, o ânimo já era outro. Liderança super engajada pela aprovação da reforma já admitia uma diminuição das chances de votação da reforma da Previdência na próxima semana. Segundo o parlamentar, a negociação enfrenta obstáculos em partidos aliados --o PRB, o PR e o PSD.

“A data enfraqueceu”, afirmou a liderança, sob condição de anonimato, citando dificuldades em reverter votos contrários à reforma nas três siglas.

Se a primeira liderança usou a expressão “enfraqueceu” para descrever as chances de votação na próxima semana, outro parlamentar da base aliada ouvido pela Reuters apresentou uma avaliação mais pessimista. Para ele, a proposta não deve ser votada neste ano.

“Não tem mais a ver com texto, é o momento que não ajuda”, disse, referindo-se à proximidade do fim do ano e do período eleitoral.

Em uma posição mais moderada, outra liderança reconheceu que a proposta ainda não tem os votos necessários, mas não descartou uma votação ainda neste ano.

Ainda que reconheça que a PEC não conta com os votos necessários, Maia garante que vai seguir trabalhando pela reforma. O presidente da Câmara trabalha com um prazo de até 10 dias para “criar as condições” de votá-la.

“Eu tenho certeza que se nós tivéssemos mais quatro semanas, eu não tenho dúvida que a reforma da Previdência estaria com certeza aprovada. Mas nós não temos. Nós temos no máximo uma semana, dez dias e nós vamos trabalhar com esse prazo para criar as condições”, disse Maia a jornalistas. “Agora, sempre de forma realista.”

Em outro momento, o presidente da Câmara negou ter informação de que não há condições para votar a reforma semana que vem. Mas não definiu, até o momento, uma data para a votação.

Clima de euforia com reforma da Previdência regride e votação segue indefinida
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material  relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias ou ataques pessoais dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de registro no futuro, a critério Investing.com.

 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Escreva o que você pensa aqui
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
Postar
Postar também no :
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
Postar 1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Registrar-se com Google
ou
Registrar-se com o e-mail